DB Multiverse

Notícias Ler Minicomic Fanarts Autores FAQ Rss Feed Bônus Eventos Promos Parceiros Ajuda Torneio Ajuda Universo
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               

Dragon Ball Multiverse, o romance

Escrito por Loïc Solaris & Arctika

Adaptado por Rafael

Tradução da fanfic francesa de DBM para o português

Intro

Parte 0 :0
Parte 1 :12345

Round 1-1

Parte 2 :678910
Parte 3 :1112131415
Parte 4 :1617181920
Parte 5 :2122232425
Parte 6 :2627282930

Lunch

Parte 7 :3132333435

Round 1-2

Parte 8 :3637383940
Parte 9 :4142434445
Parte 10 :46
[Chapter Cover]
Parte 5, Capítulo 24.

PARTE 5: DOIS GIGANTES FACE A FACE..

Capítulo 24

Traduzido por Rafael


Vinte e sete anos atrás...

Son Gohan havia se tornado poderoso ... Ele tinha provado que Cell estava ultrapassado com apenas os poucos golpes que ele havia aplicado nele. Cell havia cometido o mesmo erro que Vegeta antes dele, permitir que seu oponente se sobressaísse ... somente para ser derrotado.

Tendo falhado com o Kamehameha, ele aumentou seu ki ao máximo, aumentando grandemente sua força, ao custo de sua velocidade. Agora ele estava cometendo o mesmo erro que Trunks havia cometido durante o confronto deles antes do Torneio de Cell, mas isso fora inútil. Cell não tinha chances. Os ataques de Gohan eram precisos e poderosos, fazendo-o cambalear e quase perder a consciência.

De repente ele sentiu uma forte dor por todo o seu corpo. Ele se sentiu paralisado; era como se suas entranhas estivessem sendo dilaceradas. Finalmente, ele vomitou ... alguém.

"Aquela é ... #18! Ele vomitou a #'8!" gritou Kuririn.

Son Gohan, com sua aura superior de Super Saiyajin 2, olhou para baixo para a ciborgue que estava deitado em uma poça de fluídos digestivos esbranquiçado, antes de mais uma vez ajustar suas vista sobre seu oponente, que ainda estava contorcendo-se de dor. Depois de vários momentos de dor, seu corpo mudou ... Lá estava ele, amedrontado, novamente na forma que ele possuía antes de absorver a andróide #18... A mesma forma que "Super Vegeta" havia superado. Agora estava realmente acabado para Cell. Mesmo sem Gohan e Goku, Vegeta e Trunks poderiam o eliminar. Talvez, até mesmo Piccolo poderia, afinal, ninguém sabia o quanto ele havia evoluído em seus treinos na Sala do Templo. O adolescente estava cansado dessa luta.

"Lutar contra você não é mais de meu interesse. Esse é fim para você." Gohan suspirou.

A criatura verde cerrou os seus punhos. Ele estava furioso. Como? Como poderia esse garoto ter tanto poder? Como ele havia o derrotado? Não é possível!

Cell gritou com todas as suas forças:

"Você... Você vai pagar caro por isso!"

Cell focou todo o seu ki dentro de seu próprio corpo. Dentro de segundos, ele havia dobrado, até mesmo triplicado em volume, inflando-se como um balão gigante.

Assim que ele alcançou seu volume máximo, Cell gargalhou estranhamente, dizendo para Gohan:

"Esse é o fim! Em um minuto eu vou explodir! Mas eu não vou morrer sozinho... Eu vou levar o planeta inteiro comigo!"

"C...como?" Gohan se perguntou como ele pode ter deixado isso acontecer.

"Heh heh! ...e não se importe em me implorar para parar, porquê eu não posso!"

"Eu não vou deixar você fazer isso!" gritou o garoto, alertando Cell.

"Opa! Eu não recomendo que você me ataque! O menor choque pode fazer com que eu me exploda prematuramente! Hehe heh heh! Apenas mais trinta segundos faltando!"

Son Gohan estava perturbado... "O que eu faço? Ele vai destruir tudo..."

"— Vinte segundos!"

"Eu não tinha considerado os riscos! Meu pai estava certo!"

"D...droga!" disse o jovem rapaz enquanto ele caia sobre seus joelhos, batendo no chão com seus punhos, deixando marcas no solo. "Isso é... isso é minha culpa! Eu deveria ter acabado com isso de uma vez!"

"Dez segundos!" Cell gritou, radiante por ter vencido mesmo ele tendo que morrer."

Sua morte seria linda. Ele havia vivido o seu sonho de ter o corpo perfeito, de derrotar Goku, e mesmo seu filho que havia o superado. E todo o terror que ele havia inspirado! Que alegria que isso havia sido!

O monstro continuou a se vangloriar...

"Isso é um empate, mas eu estou muito satisfeito pelo olhar de medo na cara de todos vocês! HA HA HA!"

Cell subitamente parou de gargalhar. Entre ele e Son Gohan, Goku havia aparecido.

"O quê?" ele disse com surpresa enquanto Goku colocava uma mão sobre sua barriga inchada.

"Bom trabalho Gohan! Você foi ótimo!"

"Pa... Pai?"

"Diga para a sua mãe que eu sinto muito de ter que partir..."

Com essas palavras, Son Goku teletransportou-se junto com Cell ... Salvando a Terra e seus amigos ... Eles reapareceram em um pequeno planeta verde, habitado por apenas um pequeno deus azul e seu macaco.

"Me desculpe Senhor Kaio, mas eu não tinha outro lugar pra ir." Goku não havia sido capaz de dizer mais nada quando Cell explodiu com um grito de desespero...

Son Goku se desculpou profundamente com Senhor Kaio. Por causa dele, ele estava morto, assim como Bubbles. Enquanto eles voavam em direção ao palácio de Enma Daio, Son Goku se perguntou:

"Eu não vejo o espírito de Cell, ele foi enviado direto para o inferno?"

Senhor Kaio parou subitamente.

"Você está certo ... Ele não está aqui! Mesmo assim todos devem ver Enma depois da morte!"

"O que isso significa?" perguntou Goku, assim que ele começara a se perguntar. E então ele chegou a uma conclusão que o fez estremecer.

"Isso significa que Cell não está morto! Ele continua vivo!"

"C ... Como?"

Na Terra, todos estavam reunidos ao redor de um Gohan em prantos. Kuririn se aproximou da ciborgue #18, pegando-a. Vegeta perguntou:

"O que você está fazendo com essa andróide? Se ela ainda está viva, então mate-a!"

"Não!" respondeu Kuririn, "Ela não é tão ruim assim..."

De repente, um vento violento empurrou para trás o grupo inteiro, os envolvendo em uma tempestade de areia. No ponto de origem, havia uma aura maligna, uma poderosa aura envolta em eletricidade azulada. Ninguém viu a quem ela pertencia, mas eles conheciam esse ki muito bem.

"Este ... este ki é..." Vegeta começou.

"Não..!" Trunks disse, amedrontado.

"Não é possível", Piccolo disse por entre dentes trincados.

Mesmo assim havia acontecido. A criatura estendeu seu braço, apontando seu indicador. Um fino raio disparou violentamente em direção ao grupo. Ele passou por Piccolo, Vegeta, e Gohan, praticamente acertando Tenshinhan e finalmente .. ele acertou e perfurou através de Trunks, que caiu para o chão lentamente.

"Huh huh huh huh huh! Quem era esse?" perguntou o monstro. Ah? Era o Trunks!"

Todos se viraram para a voz familiar. A fumaça clareou e lá estava ele, Cell Perfeito. Seu aterrorizante ki estava ainda maior do que antes e seu corpo estava coberto por uma aura muito semelhante a de Gohan como um Super Saiyajin 2.

"O que aconteceu? Por quê? Como sobreviveu?" perguntou Yamcha.

Cell explicou: ele também estava surpreso assim como eles. Como seu núcleo original do qual ele retornou não havia sido destruído, ele fora capaz de se regenerar, como Piccolo. E devido a suas células de Saiyajin, ele retornou ainda mais forte do que antes já que ele havia se recuperado do que deveria ter sido um dano fatal.

"Adicionalmente", ele continuou, "Eu agora sou capaz de usar o teletransporte como Son Goku. O que estou dizendo a vocês é que voltei a ser o ser perfeito! Ao invés de Son Goku me derrotar, me deu foi habilidades úteis para acabar com todos vocês!"

Son Gohan, que havia abaixado seu ki para um nível normal de Super Saiyajin, se levantou, usando sua raiva para mais uma vez exceder esse nível. Seu cabelo se arrepiou sobre sua cabeça mais uma vez e eletricidade envolveu seu corpo. Ele sorriu.

"Eh? O que é tão engraçado? Você ficou louco?" perguntou Cell.

"Estou feliz porquê vou poder vingar a morte de meu pai que morreu por causa de minha própria arrogância. Eu estou simplesmente morrendo de vontade de te esmagar!"

"Ptui!", Cell cuspiu, "Não esteja tão certo de si... Garanto que dessa vez não vai ser tão fácil."

Vegeta, que estava atrás de Gohan, havia se virado para vê-lo se transformar. Mas seus olhos olharam de volta para Yamcha e Tenshinhan que estavam cuidando de Trunks. O pobre garoto, seu peito havia sido perfurado e ele deu seu último suspiro.

“T...Trunks...”

Ele explodiu com raiva, pensando nas perdas que eles sofreram. Ele pensou em Kakarotto, que havia sacrificado a si mesmo, e seu único filho, que perdeu a vida sem ter a chance de se defender. Não seria uma criança quem iria lidar com Cell, mas ele, o príncipe dos Saiyajins! Gritando, ele acelerou em direção à Cell, que ficou surpreso por essa reação. Ele se transformou em um Super Saiyajin, e disparou uma Kikoha com todas as suas forças na direção da criatura verde. Ele continuou lançando mais rajadas de energia dourada sem se preocupar com sua própria segurança. Munido por sua raiva, ele gerou uma enorme força.

Ele parou depois de longos dez segundos, exausto ... Ele respirou por um tempo ... até Cell aparecer perante ele em um instante, sem nenhum dano visível. Golpeando ele com as costas de sua mão, Cell enviou Vegeta colidindo para o chão. Mal consciente e Super Saiyajin, mas não mais podendo se mover. Ele não seria capaz de evitar o próximo ataque de Cell.

"Desapareça, Vegeta!"

O monstro de Dr. Gero gritou quando lançou uma bola de energia para o Príncipe dos Saiyajins. Son Gohan se apressou para tentar resgatar Vegeta, mas ele chegou tarde demais, ele não havia sido rápido o bastante: o ataque acertou o adolescente em seu lado esquerdo, explodindo com o impacto.

Quando a fumaça se dissipou, Gohan estava ferido, deitado sobre Vegeta que ainda não podia se mover. O jovem Super Saiyajin se levantou lentamente em dor, notando que ele mal podia movimentar seu braço e perna esquerdos . Mas ele manteve seu olhar sobre Cell... conforme se levantava.

"Eu estou vendo que ainda não perdeu o ânimo, pirralho... mas eu não vou mais brincar com você... vamos acabar com isso de uma vez", Cell disse, assumindo uma postura para o Kamehameha.

Son Gohan estava incrédulo. Piccolo, aterrorizado pelo que estava acontecendo, pergunto à Kuririn se eles tinha alguma semente dos deuses sobrando. Infelizmente, eles já haviam usado todas elas em sua batalha contra os Cell Juniores. O Namekuseijin estremeceu. Gohan teria de lidar com isso sozinho, ferido, contra esse Super Cell Perfeito...

"Não vou perdoar o que vocês me fizeram passar", continuou Cell. "Vou explodir vocês e a Terra também!"

O ki de Cell aumentou. Ele era ainda mais impressionante do que outrora. Atrás de Gohan, Vegeta começou a se arrastar para longe.

"Que desgraça! Eu me tornei nada mais do que um fardo para você. Eu sinto muito, Gohan."

Isso o surpreendeu. Se Vegeta estava se desculpando ... então ele deve ter realmente percebido que eles não tinham mais chances ... Além disso, Piccolo gritou, furioso pelo fato de ser tão impotente.

"Então?" Cell disse, orgulhoso de si. "Eu tenho poder para destruir não apenas a Terra mas como todo o sistemas solar! Vamos Gohan, mostre-me seu poder!"

Gohan parecia ter admitido a derrota, certo de que seu inimigo iria acabar com ele dessa vez, quando Cell notou que o jovem garoto estava falando consigo mesmo. Depois de alguns segundos ele viu que o rapaz havia encontrado alguma determinação. Concentrando seu ki, ele preparou seu Kamehameha com apenas uma mão.

"Morra!" Cell gritou enquanto lançava seu ataque em direção à Gohan.

Os dois Kamehamehas se colidiram, formando uma gigantesca bola de luz que fez com que a terra tremesse... Ambos os ataques eram inicialmente idênticos em força. Mas gradualmente, o adolescente Super Saiyajin estava enfraquecendo.

"Cell está ganhando!" Piccolo gritou. "Merda!"

"Chegou o seu fim!" Cell gritou. "Vou acabar com tudo agora MESMO!"

Por meio de Senhor Kaio, o pai de Gohan tentou apoiá-lo, esperando dar para ele a força e a coragem para derrotar Cell, mas o garoto caiu de joelhos.

"Eu não consigo ... ir mais além ... sinto muito Papai, eu não consigo fazer isso, isso é muito pra mim."

"Não Gohan!" seu pai gritou. "Você pode fazer isso! Você pode derrotá-lo! Você tem que acreditar em si mesmo e trazer a tona todo o seu poder!"

Mas, Gohan estava exausto; ele não conseguia nem ao menos manter o nível de Super Saiyajin 2. Cell gritou uma última vez, triunfante:

"Adeus Gohan! Mande lembranças minhas para seu pai!"

Perante os olhos de seus amigos, Gohan fora aniquilado pelo poder do Kamehameha de Cell, o qual o matou antes de literalmente desintegrá-lo. Quando o ataque desvaneceu, a poeira eventualmente dispersou-se pelo ar. Não havia absolutamente nada sobrando do corpo de Gohan. Cell havia vencido o Torneio de Cell, o qual ele mesmo havia organizado. Cell observou a cratera deixada pelo seu ataque com orgulho. Seu oponente estava morto e agora nada poderia se opor a ele, além de alguns humanos e um Namekuseijin que estava ainda em choque por ter perdido tudo em uma fração de segundo. Mas eles certamente não representavam nenhuma ameaça real para ele.

Kuririn caiu de joelhos, perto dele, Tenshinhan e Yamcha mal estavam de pé. Piccolo havia simplesmente perdido a pessoa que importava mais para ele. Ele sentiu-se perturbado. Ele sabia que ele iria desaparecer em breve. Ele que havia outrora protegido o planeta como Kami-sama ... e Dende? Ele tinha acabado de ser nomeado o Deus da Terra... a apenas alguns poucos dias atrás.

E Son Gohan? Seu pai tinha acreditado nele, e esse foi o resultado! Os tolos! Eles trouxeram uma criança para ser massacrada!

"Acabou", ele disse, seus olhos arregalados em horror.

Comentários sobre esta página:

Carregando os comentários...
[pt_BR]
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês Brasileiro
MagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaCroatianEuskeraLietuviškaiKoreanБългарскиעִבְרִית
SvenskaΕλληνικάSuomeksiEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsu