DB Multiverse

Notícias Ler Minicomic Fanarts Autores FAQ Rss Feed Bônus Eventos Promos Parceiros Ajuda Torneio Ajuda Universo
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               

Dragon Ball Multiverse, o romance

Escrito por Loïc Solaris & Arctika

Adaptado por Rafael

Tradução da fanfic francesa de DBM para o português

Intro

Parte 0 :0
Parte 1 :12345

Round 1-1

Parte 2 :678910
Parte 3 :1112131415
Parte 4 :1617181920
Parte 5 :2122232425
Parte 6 :2627282930

Lunch

Parte 7 :3132333435

Round 1-2

Parte 8 :3637383940
Parte 9 :4142434445
Parte 10 :46
[Chapter Cover]
Parte 8, Capítulo 39.

PARTE 8: O PRIMEIRO ENCONTRO COM O LENDÁRIO SUPER SAIYAJIN!

Capítulo 39

Traduzido por Cooler


Broly assassinou seu pai a sangue frio sem nenhum remorso. A loucura destruidora que o guiou, não havia necessariamente cegado seus pensamentos. Ele examinou de longe Kakarotto e os outros insetos que serviam a ele como amigos e virou-se levemente para a direita. De frente para ele, em algumas centenas de metros no topo de um pequeno penhasco, estava apenas a única espaçonave que poderia trazer todos de volta, atrás dele estava o castelo de Paragus… Duas coisas para destruir antes de acabar com os vermes abaixo dele. Broly gargalhava enquanto ele destruía a única saída restante, deixando os pobres soldados de Paragus presos lá dentro.

Tirando vantagem desses minutos de intervalo, Yamcha, Kuririn e mestre Kame (que estava carregando Oolong debaixo de seu braço) reuniram-se com seus amigos… Havia grande tensão no ar… Os eventos da chegada dos Saiyajins e Namekusei estavam acabados e foram de tirar o fôlego. Os outros ainda não sabiam o que dizer… Eles estavam chocados pelos eventos recentes. De repente todos eles sentiram o poder de Broly crescer ainda mais. Ele gritou.

“Goku” gritou Piccolo. “Ele está ficando mais forte! Nós temos que acabar com isso agora! use a Genkidama! Nós vamos te dar energia!”

Trunks não sabia dessa técnica, mas percebeu o princípio por trás dela, dar energia para Goku derrotar Broly, isso era tudo pra ele!

“Sim, mas… ele precisa ser distraído” disse Goku.

Ele estava certo. Ele jamais teria tempo suficiente para preparar a técnica se Broly estivesse focado apenas nele. Gohan não disse nada, mas já tinha a ideia em mente. Seu pai havia o protegido várias vezes… E agora era para Gohan fazer seu melhor para ganhar algum tempo. Seu pai contava com ele!

Vegeta estava incrédulo. Ele já havia sido atingido por uma Genkidama a primeira vez que chegou na Terra e nem sequer o matou. Broly era muito mais poderoso que ele naquela época, porque funcionaria desta vez? Yamcha também lembrou que a técnica também falhou contra Freeza… Mas ele preferiu dar sua energia em vez de morrer nas mãos do monstro chamado Broly.

“Nós estamos contando com você, Goku!” ele disse. “Nós vamos dar toda nossa energia!”

“Espere, Yamcha” Kuririn interrompeu. “Não faria diferença alguma. Não somos fortes o suficiente para fazer uma diferença.”

Diferente dos saiyajins, seus poderes eram fracos demais. Por outro lado, eles eram capazes de ganhar tempo com Broly… por alguns segundos. E isso seria mais útil.

“Vamos tentar ganhar alguns segundos contra Broly! Não com nossas forças mas com nossas cabeças!”

Yamcha sorriu nervosamente. Mas o que seu amigo estava dizendo? Seria ele um suicida? Ele perdeu a cabeça?

“Tudo bem” ele respondeu mesmo assim.

Yamcha podia ser um covarde às vezes, mas ele nunca abandona seus amigos!

Son Goku começou a preparar a Genkidama imediatamente. Quase gritando em desespero, ele pediu energia a cada forma de vida em sua volta, até os planetas e estrelas por perto. Rapidamente a primeira onda de energia acumulada surgiu sobre sua cabeça.

Broly já havia retornado para a luta. Gohan deixou seu poder explodir e ser cercado por uma forte aura. Ele estava determinado a fazer tudo que era preciso para ajudar seu pai. Kuririn, próximo a ele, queria ajudar, voando na frente ele foi encarar Broly, sozinho, por meio segundo… Suficiente para usar o Taiyoken. Antes de fazer efeito, Broly teve tempo suficiente para lançar um de seus ataques de energia… Yamcha foi rápido como a luz e não deixaria Kuririn morrer daquele jeito! Ele tentou desviar a esfera luminescente com um poderoso ataque de ki, mas a colisão fez ambos explodirem. A explosão envolveu Kuririn, que foi lançado para fora, coberto de queimaduras e machucados… Inconsciente mas ainda vivo, Yamcha reparou em Broly, que ainda estava cego.

“Droga! Ele irá me ver! Tenho que me esconder!”

Son Gohan viu Kuririn machucado e foi demais para ele. Ele atacou imediatamente antes que Broly recuperasse a visão. Enfrentar um Broly cego era a vantagem que ele queria. Ele socou fortemente, muito fortemente… Com seus poderes aumentados pela raiva e começando a perder o controle, ele não podia suportar que Broly sentia um prazer sádico no caos e destruição.

Piccolo levantou suas mãos para o céu, para dar energia a Son Goku, Trunks fez o mesmo, logo após Kuririn ser nocauteado e ficar inconsciente. Vegeta, entretanto, não queria partilhar de seu poder. Lutar contra Broly é uma coisa, agora se conectar diretamente aos outros… Não! Ele era o príncipe dos saiyajins, era seu trabalho derrotar o Lendário Super Saiyajin, mas ele não era forte o suficiente para lutar sozinho. Entretanto, para ajudar Kakarotto era uma humilhação ainda pior perante seus olhos. Seu rival mais uma vez iria lhe tirar sua glória! E que Son Gohan… ele estava lutando sozinho contra Broly! Ele estava emitindo uma força poderosa… Como se ele realmente estivesse convencido que fez a escolha certa. Que ele conseguiria… Que seu pai conseguiria. Isso era o esperado.

Gohan havia fé em seu pai e sua técnica, era por isso que ele estava comprometido desesperadamente em conter esse monstro.

Vegeta tinha uma escolha. Ele poderia desistir e se tornar motivo de gargalhadas dos outros se Broly fosse derrotado… Ou ajudar Gohan e ser derrotado de novo… Ou ser diretamente envolvido na técnica que poderia derrotar o gigante… Ou falhar. Ainda não convencido totalmente dessa escolha, ele levantou as mãos para os céus, quase insultando Kakarotto, o miserável saiyajin de classe baixa que mais uma vez o ridicularizou.

“Não se atreva a errar!”

A força do Vegeta foi impressionante e Goku sentiu que estaria pronto em breve. Seu filho, por outro lado estava acabado. Ele fez o que podia, mas foi quase golpeado até a morte pelo gigante a sua frente. Ele estava agora com sua cabeça no chão, esmagada por Broly, que estava prestes a dar o golpe de misericórdia.

Mas por sorte, Son Goku e seu filho tinham amigos em quem podiam contar, dentro deles, Yamcha. Embora o mulherengo, piadista e um pouco tímido às vezes, ele não exitou em ajudar Gohan da mesma forma que ajudou Kuririn. Ele atirou seu Sokidan de uma distância que Broly não poderia achá-lo, guiando sua esfera de energia direto para sua cabeça, que pararia sua loucura assassina. A fumaça se esvaiu e o Lendário Super Saiyajin procurou quem o atacou. Mestre Kame se aproveitou do momento. Com um chute no traseiro, ele enviou Oolong direto para a luta!

O porco, completamente assustado e tremendo, foi forçado a recorrer ao plano que o velho homem propôs: Se transformar em Paragus.

Não totalmente confiante, ele gritou alto, “Broly! Como se atreve a me matar!”

Broly, surpreso, deu uns passos em direção ao porco transformado, que disse que não foi uma boa ideia. De novo mestre Kame aproveitou a oportunidade para correr a toda velocidade carregando Gohan em suas costas longe do campo de batalha. Era o melhor que ele podia fazer…

Broly estava apenas a dois passos do seu falso pai, que, após um tipo de explosão seguida de uma fumaça branca se dissipou em um segundo, transformado em um porco. Atrás dele, Son Goku transformado em um Super Saiyajin, com o ataque final preparado, ele lançou a Genkidama em direção a Broly, gritando para Oolong se abaixar. Felizmente o ataque passou em cima dele, a apenas alguns centímetros. Ele pensou por um momento que seria um porco assado! Broly, surpreso, não podia evitar o ataque que o empurrou bem para trás sem nenhum visível dano. Ele foi empurrado para o cometa… Que explodiu com o impacto, com Broly pego entre os dois… Enquanto isso, suspenso no espaço por um momento, ele lembrou do choro de Goku ao seu lado quando eles eram meros bebês.

Acabou… Goku conseguiu!

“Tsk” disse Vegeta, nada como finalmente Goku conseguir vencer e seu filho ter conseguido tempo necessário. Ele não podia suportar a ideia de sempre ter que se aliar com a pessoa que ele mais despreza no mundo.

Son Goku perdeu equilíbrio e sentou-se, ofegante. Mestre Kame juntou-se a ele e Gohan que estava deitado ao lado de seu pai. Yamcha ajudou Kuririn recuperar-se antes de se juntar a todos.

“Obrigado, Yamcha. Eu não estava certo se você enfrentaria Broly. Eu escutei que você usou o Sokidan, mas eu estava muito fraco para ver alguma coisa.”

“Ah, você sabe, não foi nada, ha ha!”

“Bem, para ser honesto,” ele pensou, “é melhor não mencionar que me escondi o tempo todo…”

O planeta não estava mais sob perigo, então os heróis tomaram um longo descanso… A nave estava destruída, então eles haviam de esperar Goku reunir energia suficiente para teletransportar todos para a terra. Quando Gohan acordou, ele estava sendo parabenizado pelo seu pai, ele mostrou do que era capaz… Mas aquilo não significa que teriam descanso. O pai pediu a seu filho para se transformar em Super Saiyajin de novo, como semana passada… Porque ele não poderiam esquecer Cell, que era mais formidável que Broly… Não por poder, mas através de seu diverso conhecimento de técnicas de luta.

“Cell é muito mais forte que Broly” adicionou Son Goku para convencer seu amigo Kuririn, que manteve-se convencido que a criatura do doutor Gero era agora uma tarefa simples. “As táticas que ele usará serão muito mais mortais que qualquer coisa que Broly faria. E ainda tem as técnicas de luta. Cell sabe quase tudo sobre nós e tem grande variedade de técnicas. Broly, com seus punhos e esferas verdes de energia, apenas tinha poder bruto que aumentava constantemente.

“O único ponto fraco do Cell,” adicionou Piccolo, “é que ele não é invencível ou imune para nossos ataques como Broly.”

“Dois lutadores completamente diferentes, com forças totalmente diferentes… E diferentes pontos fracos…” Gohan sussurrou para si mesmo.

“Está bem, eu descansei o suficiente. Eu posso teletransportar todos para a Terra. Nós merecemos um dia de folga”

Goku levantou-se, colocou dois dedos em sua testa e teletransportou todos para a Terra… Lar enfim.

Todos acreditavam que Broly foi realmente derrotado e que tudo que sobrou para conseguir paz era derrotar Cell. Mas sete anos depois, o Lendário Super Saiyajin retornou… Para a Terra!

Eram duas semanas antes do 25ª Torneio de Artes Marciais…

Faz sete anos desde que Goku morreu na luta contra Cell. Logo após sua morte, Chichi deu a luz a um segundo filho, Goten. Quando ele escutou que o Torneio estava se aproximando, Goku prometeu a seus amigos que retornaria a Terra por um dia. Gohan começou seu treinamento com seu irmão menor para a ocasião. Mas naquele dia, Goten tinha outros planos. Trunks pegou '‘emprestado’' o radar do dragão de sua mãe. Basicamente, eles queriam perguntar para Shenlong quem ganharia o famoso torneio… Mas logo perceberam que iria ter uma mudança de planos. Quando eles juntaram a sexta esfera do dragão, ele concordaram que pediriam um parque de diversões e um monte de doces…

Goten e Trunks eram assim, eles eram apenas crianças de sete e oito anos buscando continuamente por diversão. Trunks estava longe de desenvolver a maturidade de sua contraparte de 7 anos atrás. A vida era fácil para ele. Ele era mimado por sua mãe e herdou a personalidade de seu pai. Vegeta, que nessa linha do tempo não havia sido morto pelos Androides, não deixou sua presença calejar a personalidade de Trunks, como a personalidade de seu filho teve depois da morte do Vegeta do futuro. Ao invés disso, era Bulma que era responsável pela educação de seu filho. Apesar de ela saber que ele tem potencial para ser muito forte, ela também o enxergava como diretor executivo da Corporação Capsula. Felizmente, isso não parou Vegeta de treinar seu filho de tempos em tempos na sala de gravidade. Não era incomum para Trunks sair para brincar com Goten.

Goten treinava apenas tinha de treinar com seu irmão mais velho para ser capaz de lutar com seu melhor amigo Trunks como recompensa. Mas vendo Goten ausente do campo de treinamento, Gohan saiu a procura dele. Ele estava com Videl na manhã, para treiná-la também, mas era mais necessário que Goten melhorasse. Não faz muito tempo desde que ele aprendeu a voar e controlar seu ki, isso tudo era novo para ele, mas ele poderia fazer ambas as coisas muito bem. Gohan não podia sentir seu irmão em qualquer lugar.

A última esfera do dragão estava presa entre dois ouriços no fundo do oceano. Trunks, que não queria se molhar, persuadiu seu jovem amigo a ir primeiro. Ele era o mais velho e Goten era o mais inocente, enquanto Trunks o convencia frequentemente a fazer coisas em seu lugar. Goten procurou por um longo tempo mas era muito fundo para ele ver alguma coisa. Ele não queria voltar a mergulhar na água, assim como era muito gelado para seu gosto e porque ele não podia segurar o fôlego por muito tempo. Com um olhar infeliz, ele pediu Trunks para tentar ele mesmo… Não preparado para mergulhar na água gelada ele não teve outra ideia a não ser atirar um pouco de seu ki na água abaixo dele. A onda foi suficiente para criar um tsunami! Mas ele perdeu a esfera do dragão completamente… E Goten tirou vantagem da oportunidade para reprimi-lo. Não era frequente Trunks estar todo errado e que Goten podia se imaginar superior a ele.

O tsunami acordou alguém que havia chegado a Terra pouco antes… Broly emergiu lentamente das ondas, a água correndo sobre seus densos músculos, Primeiramente um pouco incomodo, mas ele tentou se lembrar do que aconteceu…

Quando Kakarotto usou seu ataque, Broly atingiu o cometa que explodiu imediatamente. Felizmente o poder do Lendário Super Saiyajin o manteve vivo… Mas a explosão foi tão violenta que ele caiu inconsciente… Ele sobreviveu e a gravidade do novo planeta vegeta o puxou de volta. Então ele recuperou suas forças lentamente, arrumando uma forma de sobreviver no deserto inabitado… Por seis anos, ele esperou para recuperar suas forças. Quando ele se sentiu preparado, ele se focou em um único objetivo: Encontrar e eliminar Kakarotto! Ele se transformou em Super Saiyajin e foi em direção aos poderes que sentiu de bem longe… Sem ar, sem nave, seu corpo foi capaz de resistir a longa jornada… E quando ele veio a Terra, ele parou, caindo inconsciente e caiu no Planeta…

Ele acabou de acordar e sentiu dois poderes. Ele não havia esquecido Trunks e Kakarotto… Mesmo eles com uma leve diferença na aparência. Ele não pensou por um momento a mais. Ele esperou por esse momento por um longo tempo! Ele transformou-se em Super Saiyajin e foi em direção aos dois pequenos poderes que ele tinha sentido.

“São eles” ele gritou. “Estou no planeta certo!”

Pela primeira vez em alguns anos, ele encontrou seu sorriso e único objetivo: Destruir Kakarotto e esses insetos a sua volta! Dessa vez, sim desta vez, ele venceria! Ele iria até destruir o planeta! O que ele faria se, entretanto, soubesse imediatamente que Goku foi morto por Cell há muitos anos atrás…?

Comentários sobre esta página:

Carregando os comentários...
[pt_BR]
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês Brasileiro
MagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaCroatianEuskeraLietuviškaiKoreanБългарскиעִבְרִית
SvenskaΕλληνικάSuomeksiEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsu