DB Multiverse

Notícias Ler Minicomic Fanarts Autores FAQ Rss Feed Bônus Eventos Promos Parceiros Ajuda Torneio Ajuda Universo
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               

Dragon Ball Multiverse, o romance

Escrito por Loïc Solaris

Adaptado por Rafael

Tradução da fanfic francesa de DBM para o português

Intro

Parte 0 :0
Parte 1 :12345

Round 1-1

Parte 2 :678910
Parte 3 :1112131415
Parte 4 :1617181920
Parte 5 :2122232425
Parte 6 :2627282930

Lunch

Parte 7 :3132333435

Round 1-2

Parte 8 :3637383940
Parte 9 :4142434445
Parte 10 :46
[Chapter Cover]
Parte 8, Capítulo 36.

PARTE 8: O PRIMEIRO ENCONTRO COM O LENDÁRIO SUPER SAIYAJIN

Capítulo 36

Traduzido por Rafael


Em suas posições dentro da área do Universo 17, Cell e um de seus Juniores, mesmo com suas audições excepcionais, estavam impressionados com o quão alto a totalidade sonora vinda do Universo 18 era comparada com a vinda da área do Universo 16.

Cell assistia com nojo ao voraz hábito alimentar dos Saiyajins.

Embora Goku do Universo 18 estava comendo muito, Vegetto estava comendo bem mais. Na verdade, Vegetto estava comendo mais do que Goku e Vegeta combinados!

Gohan e Videl do Universo 18, por outro lado, estavam comendo melhor do que suas contrapartes do Universo 16. Isso era compreensível, afinal, já que suas contrapartes do Universo 16 haviam acabado de ver sua filha sendo morta em combate contra Bojack.

A própria filha deles estava sentada nesse momento próxima a Uub, e ela estava lutando com ele pelo último pedaço de carne. Em meio ao seu épico embate pelo último pedaço de carne, ela dera um sorriso para seus pais rapidamente, e então retornou o seu foco para seus esforços.

A alegria de sua filha, embora fosse completamente apreciável, propeliu Gohan e Videl a refletirem sobre o terrível destino que havia acontecido com a contraparte de sua filha.

Embora eles não fossem realmente os pais da Pan do Universo 16, a preocupação e compaixão deles era inequívoca, e compreensivelmente, sincera.

"Você consegue imaginar, Gohan? Tivessem as coisas sido um pouco diferentes, poderia ter sido a nossa própria filha a enfrentar aquele monstro," Videl disse.

"Eu não acho que deixaria ela entrar naquele ringue," Gohan disse, para reconfortá-la ligeiramente.

"Eu acho que minha contraparte deixou que Pan lutasse contra Bojack porque ela havia alcançado sua transformação básica do Super Saiyajin. Entretanto, se Bojack tivesse agarrado o pescoço de nossa filha do jeito que ele agarrou da filha deles, eu teria interferido."

Videl viu um certo brilho nos olhos de seu marido, e ele refletia frustração e tristeza.

Ele estava se perguntado como uma outra versão dele mesmo, que em muitos pontos era similar, teria deixado isso acontecer sem intervir. Ele até mesmo se perguntara por um instante se sua contraparte do Universo 16 se arrependia do que ocorrera.

Não, era quase certo de que ele se arrependia do que ocorreu, e Gohan sabia que sua contraparte começaria a se sentir progressivamente pior com o tempo.

Por conta de tudo isso, e desde o início do almoço, Gohan se perguntara se ele realmente deveria deixar Pan desistir do Torneio Multiverso, assim como ela anteriormente queria, ou se ele deveria a encorajar a ficar no torneio mas mantendo o devido cuidado.

O avô dela havia sido franco sobre o porque dele não querer que Pan desistisse do torneio tão cedo logo após ele ter começado. Embora Goku estivesse comendo energicamente, ele notou a ansiedade de Gohan e Videl, e sentiu que Pan, apesar de sua alegria e briga amistosa com Uub, ainda estava muito nervosa.

“Então, o que você decidiu fazer, Pan?” Goku perguntou a ela, após terminar o seu mais decente prato entre uma vastidão de outros.

“Eu... não sei, vovô,” Pan disse. “Eu estou um pouco assustada.”

A pequena garota olhou para baixo, como se essa revelação a tivesse envergonhado.

Uub colocou sua mão direita sobre o ombro esquerdo dela, e quando Pan olhou para ele, ele sorriu.

“Eu estou um pouco assustado também, Pan, mas eu não vou deixar isso me paralizar,” Uub disse. “Eu percebi o quanto você deve estar surpresa com alguns lutadores aqui. Eu mesmo ainda estou impressionado. Não há dúvidas de que devemos ser cuidadosos, mas eu pretendo fazer o meu melhor para vencer mesmo assim.”

Uub se virou para Goku, como se ele quisesse que seu mestre o validasse em seus sentimentos. Uub tinha, afinal, aprendido muito como um resultado de sua luta contra Tidar.

Goku respondeu ao se direcionar diretamente à Pan.

“Sua próxima luta será contra o “outro eu” do Universo 13”, Goku disse. “Você não vai deixá-lo vencer tão facilmente, vai?”

“Eu...,” ela começou a falar, com hesitação.

“Você sempre quis lutar contra mim, então essa é a sua chance agora!” Goku disse. “Pense nisso, Pan! Você vai ser capaz de lutar contra alguém que é basicamente uma 'versão babaca' de mim mesmo!”

Pan momentaneamente sorrira com o pensamento, embora seu sorriso tivesse rapidamente se desvanecido depois que ela levantou uma outra consideração.

“Mas, é certo que ele pode se transformar em um Super Saiyajin! Eu nunca vou conseguir derrotar isso!” Pan disse.

Goku cruzou seus braços, considerado a situação e pensando em várias possibilidades.

“Bem Pan, você tem o potencial para se transformar também!” Goku disse. “Isso pode acontecer, se as condições forem corretas. Na verdade, você pode até mesmo acabar se transformando em uma Super Saiyajin da mesma forma que seu pai!”

Gohan se lembrava muito bem das circunstâncias que o permitiu ascender ao Super Saiyajin pela primeira vez. Diferentemente de seu pai, o qual a transformação de Super Saiyajin havia sido liberada no campo de batalha em resposta à não apenas uma necessidade, mas a um estresse psicológico natural disparado resultado da morte de Kuririn pelas ações de Freeza, a transformação de Super Saiyajin de Gohan havia resultado de um gatilho de estresse psicológico simulado. Décadas atrás na Sala do Templo, quando Goku estava treinando Gohan em preparação para a luta contra Cell, Goku havia dito a Gohan para focar na raiva e aplicar a força dessa emoção ao seu poder total. Ele havia dito a Gohan para pensar em Cell e todos os horrores que ele havia cometido, mas Gohan então lembrou ao seu pai que ele nunca havia visto Cell.

Goku então falou para Gohan pensar em Freeza e os vários horrores que Gohan havia o visto cometer, e através disso, e com treino adicional, Gohan for a capaz de dominar a forma básica do Super Saiyajin.

Talvez fosse possível treinar Pan um pouco no lado de fora da arena, antes de sua luta contra Kakarotto.

“Parece que o conselho de Goku poderá ajudar,” Videl disse para Gohan. “Fale com Pan sobre isso – Eu acho que isso seria uma boa idéia.”

Gohan assentiu e trocou de lugar na mesa com Videl para que ele pudesse ficar próximo de sua filha e falar com ela. Ele queria que ela entendesse que através do aproveitamento apropriado de sua raiva, ela poderia de fato a possibilitar alcançar a transformação de Super Saiyajin.

Pan já havia escutado muito sobre o que Gohan estava falando com ela sobre – histórias sobre suas experiências, aquelas de seu avô, e até mesmo as de Vegeta. Entretanto, ela sentia como se ela não pudesse se identificar com as suas histórias de dificuldades, uma vez que ela crescera em um tempo de relativa paz, da mesma maneira que seu tio Goten e Trunks haviam tido em seus sete primeiros anos de suas vidas.

No entanto, ela ainda escutava atentamente, uma vez que ela se sentia motivada. Se ela queria lutar respeitavelmente contra Kakarotto, ou até mesmo vencer, ela precisaria se tornar um Super Saiyajin! Ela sabia que ela devia!

Enquanto Gohan falava com sua filha, Goku continuava a comer seu prato gigantesco com gosto. Por um fato, todos os outros haviam quase terminado suas refeições, mas Goku, verdadeiro as suas tradições, tinha no mínimo mais dez pratos para terminar.

Entretanto, diferentes prioridades ocupavam os pensamentos de Uub. Ele olhou para cima a sua frente e seu olhar se chocou brevemente com o de Bra. Ele era grandemente atraído por sua beleza, mas seu comportamento geral e desdém por lutas sempre havia provocado uma certa distancia entre eles. Além disso, ela era a filha de Vegeta! Uub não podia se imaginar se atrevendo a pedir-la para terem um encontro, considerando as mais variadas coisas que Vegeta poderia fazer em resposta, Uub sentira que isso era um romance de adolescente que não estava destinado a dar certo, ...ou será que ele estava apenas inventando desculpas para si próprio? Ele era, de fato, muito tímido.

Ainda sim, havia outra pessoa que o intrigava. Bra do Universo 16 era uma garota de um tipo bem diferente, apesar de ter a mesma mãe e o mesmo nome. Uub começou a olhar em direção ao grupo na área do Universo 16, e ele se focara especialmente em Bra. Ela havia se transformado em uma Super Saiyajin quando Pan havia sido morta, e o nível de energia dela parecia ser bem elevado. Ela estava muito além do poder de luta da Bra de seu próprio Universo, e ele amava isso. Ele até mesmo pensou para si no quão divertido seria lutar contra ela, mas eles estavam em chaves opostas no torneio ... e para lutar contra ela, ele primeiro deveria derrotar muitos oponentes, o mesmo para ela.

Ele depois teria que lutar contra Majin Buu do Universo 11 ou contra o Kaioshin do Sul, e então, ele teria que provavelmente derrotar Goku, seu próprio mestre! Entre seus oponentes em potencial que ele iria enfrentar na quinta rodada, haviam muitos com capacidades significativas e poderes que poderiam ser um desafio, incluindo Vegeta de seu próprio Universo, Trunks do Universo 12, ou Cell!

Enquanto Uub pensava nos prospectos, Goku finalmente acabara sua refeição! Os Vargas então o ofereceram uma sobremesa antes de começarem a próxima luta, a qual Goku não estava esperando!

Logo após os Vargas terem partido para pegarem a sobremesa, o anúncio de que Vegetto e Broly iriam lutar impressionou todos os competidores da área do Universo 18. Mas Broly e Vegetto não eram os únicos competidores dos quais Goku estava interessado. Ele estava marcado para lutar contra #17, e ele estava muito ansioso para isso. Quando Trunks do Universo 12, anos atrás, havia aparecido no Universo 18, seu passado alternativo, para alertar Goku da ameaça dos andróides, Goku havia ficado entusiasmado com a possibilidade de lutar contra eles, apesar de tudo o que Trunks havia dito sobre eles, sobre o poder vastamente superior deles. No entanto, quando Trunks havia dito que sua contraparte do Universo 12, seu futuro alternativo, havia morrido de uma doença no coração e não havia tido a oportunidade de lutar os ciborgues, isso havia frustrado Goku, uma vez que ele havia sentido-se mal por sua contraparte não ter tido a oportunidade de lutar uma batalha que ele merecia ter lutado.

Como um resultado da progressão dos eventos que levara a Cell alcançar sua forma perfeita e a Gohan por fim derrotar Cell, Goku nunca tivera a oportunidade de realmente conhecer #17, embora dessa vez, ele iria lutar contra a contraparte de #17 do Universo 14, cara à cara! Mesmo embora a diferença entre suas habilidades atualmente eram extremamente grandes, Goku ainda sabia que ele teria algum divertimento.

Então, na terceira rodada, ele teria de lutar contra Nappa ou contra Freeza, dois oponentes que ele havia derrotado antes, e o quais ele estava ansioso para derrotar novamente!

E quanto a quarta rodada, ele esperava que fosse capaz de lutar sem limitações ou se segurando para não usar todo seu poder. Sim, o prospecto de que ele teria de lutar contra Uub era incrível para Goku, o qual estava ansioso para utilizar sua capacidade máxima real em combate.

A sobremesa então chegou! Enquanto Goku se preparava para sua próxima rodada de comida, Trunks do Universo 12 se aproximou do grupo do Universo 18. Ele queria comer com eles e conversar sobre as aventuras que eles haviam tido, e ver como eles haviam progredido em suas vidas. Falar com eles novamente era algo que sua mãe iria adorar escutar; o fato de que o grupo inteiro do Universo 18 havia o recebido de coração em sua mesa e o oferecera um lugar para se sentar era ainda melhor.

Videl deixou o lugar em que ela havia estado sentada para que Trunks pudesse se sentar entre Gohan e Goku, e discretamente na frente de Vegeta. Videl então se sentou aonde Pan estava sentada e a colocou em seu colo. Eles conversaram sobre o mundo de Trunks, seriamente ouvindo sobre o progresso da reconstrução e ficando bem apreciados com o fato de #16 do Universo 12 ter sido um aditivo significativo nesses esforços. Trunks elaborou sobre como ele encontrara #16 no Laboratório do Dr. Gero e então o consertou com a ajuda de Bulma, fazendo Gohan se relembrar do #16 de seu próprio universo.

Gohan gostaria de ter uma conversa com Trunks sobre Majin Buu e Babidi, especialmente considerando se a dupla já havia ameaçado a Terra do universo de Trunks. Entretanto, ele sabia que não havia muito tempo para o torneio recomeçar, e ele antecipara que Trunks poderia ter uma longa história para contar. Sendo assim ele se restringiu de perguntar à Trunks sobre esse assunto crucial, embora ele pretendesse eventualmente o perguntar.

Trunks logo percebeu, como um resultado da interação com o grupo, que seu pai do Universo 18 havia adquirido uma personalidade notavelmente diferente da que ele tinha durante o período das batalhas contra os ciborgues e Cell. Pouco antes de Trunks ter partido do Universo 18 seguinte ao Torneio de Cell, na verdade, ele havia notado uma mudança sutil na personalidade de seu pai. Mas agora, a diferença era inconfundível.

Entretanto, enquanto Trunks achara que a perspectiva de evolução de Vegeta em sua vida fosse algo de grande interesse, ele em nenhum momento planejava se segurar de demonstrar seu poder total contra seu pai por conta disso. Diferente de suas lutas contra Cell logo após ele ter alcançado sua forma perfeita, Trunks de nenhum modo queria se poupar de mostrar ao seu pai seu poder verdadeiro na luta futura deles na segunda rodada. Além do mais, Vegeta não iria querer que Trunks se segurasse.

Trunks também estava intrigado com o fato de que Tapion estava presente nesse torneio. A espada de Tapion parecia ter sido trabalhada com notável habilidade, e Trunks estava fascinado com a possibilidade de um duelo de espadas entre guerreiros de tamanha honra ... Ele também estava com inveja de Kuririn, por ele ter tido a oportunidade de enfrentar Tapion na próxima rodada.

Em um ponto sério, Trunks também queria conversar sobre a potencial liberação de Broly no torneio. No entanto, antes que ele pudesse se referir ao assunto, sua contraparte do Universo 16 e Goten daquele universo chegaram na pequena mureta entre as varandas dos universos 17 e 18.

Mesmo com o fato de Trunks e Goten ainda estavam parados dentro da área do Universo 17, eles aparentemente estavam ignorando as presenças de Cell e de seu Junior, os quais os olhares refletiam seu desprezo pela súbita intrusão dos Saiyajins.

Trunks e Goten do Universo 16 se focaram em seus amigos do Universo 18 e entusiasmadamente acenaram para eles antes de pedirem permissão para entrarem.

"Ei, podemos nos juntar ao grupo?" Trunks do Universo 16 perguntou.

"Outro encontro do trio de Trunks! Claro, venham, entrem!" disse Trunks do Universo 18.

Os dois Saiyajins pularam sobre o muro e caíram na área do Universo 18. Tivessem eles permanecido por mais alguns instantes em sua área, Cell havia planejado atirar os dois pelo muro ele mesmo, embora a presteza deles havia os poupado desse confronto.

Enquanto Trunks do Universo 16 caminhava para perto do grupo, Trunks do Universo 12 riu para si mesmo. Ele nunca havia imaginado antes do início do Torneio Multiverso que ele iria encontrar outras duas versões dele mesmo de outros universos com eles sendo da mesma idade. Era verdade que por conta de suas aventuras pelo tempo, ele já havia tecnicamente se encontrado com ambos Trunks do Universo 16 e Trunks do Universo 18 quando eles ainda tinham menos do que dois anos de idade, embora eles tendo a mesma idade e sendo capazes de conversarem uns com os outros fosse incrível. É claro, essa era a segunda vez desde o início do torneio em que eles três haviam conversado uns com os outros e haviam estado na mesma área de um universo, mas Trunks ainda encarava a experiência como sendo bem surreal.

"Então, vocês gostaram do almoço?" Goten do Universo 18 perguntou.

"Não, pra falar a verdade," Goten do Universo 16 disse. "Vegetto comeu praticamente tudo!"

"Nós tivemos um pouco para comer, mas você pode dizer que ainda estamos com fome," Trunks do Universo 16 disse.

"Vocês tem algumas sobras?" Goten do Universo 16 perguntou.

"Só um pouco de sobremesa sobrando, mas nenhuma outra comida, sinto muito," Goku disse. "Caramba, ele realmente comeu praticamente tudo?"

"Kakarotto, como diabos você está surpreso com isso?" Vegeta perguntou.

"Bem, já que ele é vocês dois unidos, ele muito frequentemente come mais do que até mesmo vocês poderiam possivelmente imaginar," Trunks do Universo 16 disse. "Sim, ele comeu a esmagadora maioria das três ou quatro levas que nos foram servidas."

"Na verdade, eu acho que havia alguma comida que poderia ter vindo para a nossa mesa e a maioria de nós não deve ter percebido," Goten do Universo 16 disse.

"A comida de nossa mesa parecia estar desaparecendo de forma muito mais rápida do que estávamos comendo," Trunks disse.

"Nossa, eu não tinha idéia de que uma vez que nos fundíssemos, nós teríamos tamanho apetite!" Goku disse.

"Pra dizer a verdade, falando nisso, ...você poderia me contar mais sobre a fusão?" Trunks perguntou. Todos que estavam presentes dos Universos 18 e 16 rapidamente redirecionaram suas atenções na direção dele. Era verdade que ele não sabia muito bem o conceito disso, embora por dedução lógica, ele tivesse começado a suspeitar que havia uma ligação entre Goku, Vegeta e Vegetto.

"Nós poderíamos fazer mais do que lhe contar," Goten do Universo 18 disse.

"Sim, nós poderíamos te mostrar se você quiser!" Goten do Universo 16 disse.

Trunks do Universo 18 e Trunks do Universo 16 concordaram.

"Vamos para o lado de fora da arena para que possamos lhe mostrar," Trunks do Universo 18 disse, enquanto se levantava da mesa, pronto para partir. "Você vai ver o quão incrível é!"

"Espere um minuto," Trunks do Universo 16 disse, enquanto cuidadosamente tentava carregar quantos bolos fossem possíveis, para que ele pudesse se alimentar dos mesmos posteriormente. "E, ...certo. Eu estou pronto."

"Eu também!" disse Goten do Universo 16, que também estava carregando um amontoado de bolos.

Trunks do Universo 12 se sentiu obrigado a seguir, embora ele tivesse preferido ter a oportunidade de discutir sobre a iminente ameaça de Broly.

Com seus bolos seguros, Trunks e Goten do Universo 16 voaram para cima, rapidamente seguidos por Trunks e Goten do Universo 18.

Trunks do Universo 12 partiu então da mesma forma, acenando um rápido adeus para todos que ficaram na varanda do Universo 18.

Os cinco "amigos", uma vez do lado de fora da arena, voaram para bem longe de modo que eles não fossem imediatamente vistos por ninguém mais. Uma vez fora de vista, Trunks e Goten do Universo 18 começaram a explicar os princípios da fusão para Trunks do Universo 12.

"Meu pai, Goku, nos ensinou a fusão para que pudéssemos lutar contra Majin Buu," Goten do Universo 18 disse.

"Você está se referindo à sua contraparte do lutador do Universo 11?" Trunks do Universo 12 perguntou.

"No início, sim," Trunks do Universo 18 disse. "Mas, nós logo tivemos que lutar contra uma outra versão do Buu que se parecia com aquele do Universo 4."

"O princípio da fusão é que dois lutadores unam suas forças e habilidades, se tornando um guerreiro ainda mais apto!" Goten do Universo 16 disse. "O resultado é incrível!"

"Enquanto nossos pais usaram os brincos mágicos para se fudirem e se tornarem Vegetto, nós nos fundimos muitas vezes usando um método diferente," Trunks do Universo 16 disse. "Nós iremos lhe mostrar agora mesmo!"

"Sim!" gritou sua contraparte do Universo 18.

De repente, porém, Goten do Universo 18 percebeu que poderia ser taticamente não aconselhável se fundirem no momento.

"Esperem!" ele disse, para a surpresa dos outros. "Diferente de Vegetto, nossa fusão só dura 30 minutos, mas leva mais 30 minutos antes que possamos nos fundir novamente. Nós vamos precisar de todo o tempo que tivermos caso Broly acorde e nos ataque! Desculpa, cara. Nós vamos ter que adiar de lhe mostrar a nossa fusão no momento."

"Ei, isso não é um problema," Trunks do Universo 12 disse. "Eu entendo."

"Meu pai vai dar conta do Broly; não se preocupem," Trunks do Universo 16 disse, enquanto Trunks do Universo 12 ficara impressionado pela coragem e confiança da afirmativa.

"Eu ainda prefiro não correr o risco ao se fundir agora," Goten do Universo 18 disse. "Mas, nós ainda podemos fazer os movimentos!"

"Movimentos?" Trunks do Universo 12 perguntou.

"Sim! A técnica da fusão que nós usamos é uma dança!" Trunks do Universo 18 disse.

"Uma... dança?" Trunks do Universo 12 perguntou, com um descrença significativa.

"Isso, chama-se Dança da Fusão!" Trunks do Universo 18 disse.

"A princípio, depois de termos visto os passos, nós pensamos que a ideia era estúpida e que era uma droga," Goten do Universo 18 disse. "Depois de um tempo, nós demos uma chance a isso e acabou por se tornar algo legal!"

Trunks e Goten do Universo 18 então começaram a demonstrar a Dança da Fusão, começando da posição inicial e lentamente mostrando os movimentos, tudo enquanto Trunks do Universo 12 os encarava com assombro.

"Vocês devem estar de brincadeira comigo," Trunks do Universo 12 disse. "Isso é algum tipo de piada?"

Após ter visto a demonstração, ele muito esperava que esse fosse o caso.

"Não cara, ela realmente funciona!" Trunks do Universo 18 disse.

'Droga, eu estou realmente grato de ter evitado a vergonha de ter de dançar para me tornar mais forte,' Trunks pensou para si, impressionado que tal técnica pudesse existir e que suas duas versões alternativas realmente concordaram em executá-la.

"Mano, você realmente deveria tentar isso!" Trunks do Universo 16 disse.

"Isso, tente comigo!" Goten do Universo 16 disse.

Trunks do Universo 12 sorriu nervosamente enquanto pensava em um modo de sair dessa situação.

"Bem, ... hum, ... o #16 está me esperando lá na arena, então é melhor eu voltar para lá!" Trunks disse, enquanto tentava voar para longe de suas contrapartes e dos dois Gotens.

No entanto, ele rapidamente viu os dois Gotens aparecerem na frente dele, e quando ele olhou para trás, ele viu suas duas contrapartes.

Cada Goten tinha um sorriso deveras ridiculo em suas faces, e se tornou claro para Trunks do Universo 12 que os os quatro não iriam o deixar partir a menos que ele participasse da "festinha".

Após aceitar o fato de que ele iria participar nessa charada, ele ficou nervoso com um sentimento de humilhação, embora ele sorrira por um momento ao ver Trunks do Universo 16 derrubar um dos bolos que ele havia trazido com ele o qual parecia ter uma cinco mordidas.

Trunks do Universo 12 acompanhou por vários minutos dos movimentos de suas contrapartes e dos Gotens, tudo para aprender uma dança que parecia ser além de absurda e a qual, não tivessem seus "amigos" insistido de que isso era uma verdadeira técnica, ele teria meramente considerado como uma piada ridícula.

Quando eles finalmente decidiram parar, Trunks do Universo 12 estava no ânimo de querer destruir alguma coisa. Embora ele soubesse que isso era uma resposta excessivamente agressiva pelo o que havia acontecido, ele decidira aclarar o sentimento socando Freeza no meio da cara assim que tivesse a oportunidade.

Enquanto eles estavam voando de volta para a arena, Trunks do Universo 12 então perguntou à suas contrapartes e aos Gotens uma pergunta-chave.

"É verdade que todos vocês lutaram contra Broly?" ele perguntou.

"Bons tempos," Goten do Universo 16 disse sarcasticamente.

"Nós iremos lhe contar tudo sobre isso," Trunks do Universo 18 disse, antes de começar suas histórias.

Os cinco guerreiros retornaram para a arena pouco antes da próxima luta estar prestes a começar. Praticamente assim que eles haviam chegado, alguns Vargas os pediram para retornarem à suas respectivas áreas para terem o começo da segunda metade da primeira rodada.

Trunks do Universo 12 então deu adeus à seus "amigos", embora ele estivesse ansioso por próximas oportunidades para falar com eles, e com esperança, sem ter mais danças envolvidas.

Enquanto voava de volta na direção da Varanda do Universo 12, ele percebera que na Varanda do 19º Universo, homens em armaduras estavam unidos em oração, fazendo suas últimas homenagens à Tidar, o guerreiro que fora morto por Uub. Os nano-guerreiros de Helior esperavam que os Vargas mantivessem sua palavra de que Tidar seria ressuscitado no final do torneio.

Uma vez que a perda de Tidar havia sido terrível, eles não queriam perder nem mais um de seus colegas guerreiros nas próximas lutas.

Na Varanda do 20º Universo, Namekuseijins e Vargas estavam se aproximando do bloco de gelo que notavelmente não havia derretido muito desde que havia sido colocado na varanda. Um dos Namekuseijins colocou sua mão direita na superfície do bloco de gelo, e ao pedido de um Varga, ele começou a desgelar Broly ...

Era uma ação arriscada, de fato, especialmente porque os organizadores do torneio estavam prestes a arriscarem as vidas de muitos participantes e espectadores, tudo para que o Lendário Super Saiyajin pudesse lutar.

De repente, a tensão se elevou entre todos no Universo 18. Aqueles entre eles que haviam enfrentado Broly em combate estavam especialmente em guarda, uma vez que se lembravam, com grande clareza, os horrores e tribulações da luta contra ele.

Comentários sobre esta página:

Carregando os comentários...
[pt_BR]
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês Brasileiro
MagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaCroatianEuskeraLietuviškaiKoreanБългарскиעִבְרִית
SvenskaΕλληνικάSuomeksiEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsu