DB Multiverse

Notícias Ler Minicomic Fanarts Autores FAQ Rss Feed Bônus Eventos Promos Parceiros Ajuda Torneio Ajuda Universo
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               

Dragon Ball Multiverse, o romance

Escrito por Loïc Solaris & Arctika

Adaptado por Rafael

Tradução da fanfic francesa de DBM para o português

Intro

Parte 0 :0
Parte 1 :12345

Round 1-1

Parte 2 :678910
Parte 3 :1112131415
Parte 4 :1617181920
Parte 5 :2122232425
Parte 6 :2627282930

Lunch

Parte 7 :3132333435

Round 1-2

Parte 8 :3637383940
Parte 9 :4142434445
Parte 10 :46
[Chapter Cover]
Parte 8, Capítulo 38.

PARTE 8: O PRIMEIRO ENCONTRO COM O LENDÁRIO SUPER SAIYAJIN!

Capítulo 38

Traduzido por Cooler


Broly nasceu com uma força incrível. Com dez mil de poder de luta, ele nasceu com um poder maior que a maioria dos seres do universo. Desde criança, Broly já usava seus poderes para fins gananciosos, ele fazia o que queria e sempre conseguia o que queria, ninguém podia controlá-lo, ninguém podia derrotá-lo.

Mesmo durante sua adolescência, seu incrível poder o fazia querer mais, para destruir mais. Sua força continuou a aumentar conforme ele destruía pessoas e planetas, até estrelas. Tudo que precisava era apenas seu desejo em matar algo e ele explodiria em um instante. Durante tudo isso ele sempre queria algo, que ele buscava inconscientemente.

Broly poderia ter sido um herói, se ele usasse seus poderes para ajudar os necessitados, entretanto ele se tornou em um monstro aterrorizador que se tornou temido pela galáxia, ele ficou conhecido como o destruidor de mundos. Seu pai foi único que ainda tinha influência sobre ele, até que o pai de Broly tomou controle sobre ele.

Mesmo sobre o controle de seu pai, dentro de si Broly tinha uma fúria que crescia cada vez mais, a cada minuto que continuava ser escravo de seu pai, Paragus.

Na profundidade de seus pensamentos, uma memória que estava dormente por décadas ressurgiu, a memória de… Um rosto? Uma Voz? Um choro? De alguém chamado Kakarotto.

Nada poderia pará-lo, nem uma Prisão, nem fortes laços, nada disso poderia pará-lo. KAKAROTTO, era isso que ele procurava por toda sua vida, esse desejo supremo o dominou totalmente, KAKAROTTO, ele queria matá-lo, destruí-lo, aniquilar esse ser miserável que continuava o irritando.

Broly perdeu o controle totalmente para esta fúria insaciável. O pouco de sanidade que lhe sobrou, mergulhou-se na profundidade de sua ira insaciável. Para aniquilar Kakarotto… Ele usaria toda sua força, toda sua raiva, toda sua loucura!

Broly mudou completamente, quando se encontraram pela primeira vez, Vegeta e os outros notaram seu enorme tamanho e musculatura que se diferenciou dos outros guerreiros que Paragus havia recrutado. Agora transformado em Lendário Super Saiyajin, seus músculos triplicaram de tamanho, parecendo mais como um gigante com seus enormes olhos brancos famintos por destruição. Já sua força, seu ki já se igualava ao de Son Goku como Super Saiyajin, mas continuou a aumentar constantemente a cada segundo. Son Goku e Vegeta não tinham ideia de que o poder do Lendário Super Saiyajin poderia ser tão grande.

“Ele realmente é a lenda viva… Esse poder… É o poder lendário que nunca será igualado. Tudo está perdido… Seu poder é acima da nossa imaginação… Ele destruirá todos nós.” Pensou Vegeta que perdeu todo seu desejo de lutar.

Broly atacou Goku, que desviou facilmente, Broly pode ser mais poderoso, mas por causa de sua musculatura, sua agilidade foi reduzida. Desviando de alguns socos e chutes, Goku distanciou-se de Broly voando longe. Goku foi acompanhado por seu filho, Gohan e Trunks rapidamente perceberam o quão perigoso o oponente deles é. Um sorriso sádico formou-se nos lábios de Broly.

Uma esfera de energia verde surgiu nas mãos de Broly que foi jogada no trio, o ataque se dividiu em uma multidão de kikoha, os forçando a continuar se esquivando rapidamente como podiam.

As explosões seguidas assustaram os terráqueos que ainda estavam no palácio. Curiosos e assustados, Yamcha e Kuririn rapidamente foram espiar pela janela para ver a devastação causada por Broly. Eles podiam ver que Son Goku já estava lutando contra ele, mas parecia que ele estava sendo dominado pelo gigante que ele estava enfentando.

Era óbvio que os humanos não estavam a altura. “Não me diga que você quer ir até lá” pensou Yamcha consigo mesmo. Mas quando Kuririn, que estava preocupado com seus amigos, voou para perto do cenário da batalha, o ex-bandido do deserto decidiu segui-lo, mas não sem resmungar um pouco. Enquanto ele colocou o pé na borda da janela, ele viu alguns dos soldados de Paragus, que estavam sem acreditar no que estavam vendo.

Yamcha desceu ficando próximo ao grupo de soldados. Ele ouviu trechos da conversa. Esses caras trabalham mesmo para Paragus sem saber quais suas intenções. Ou será que eles tem tanta fé assim nele? Era sua intenção conquistar o universo com esse exército?

Uma coisa Yamcha tinha certeza, eles não eram muito fortes, ele podia derrotar todos eles sozinho. Enquanto eles olhavam a paisagem destruída, Yamcha se aproximou de um deles que parecia ser de uma patente maior que os outros, dizendo:

“Vocês deveriam dar o fora daqui. Esse lugar é perigoso”

“Nós não aceitamos ordens de você, homem da terra. Nós servimos Paragus”

“Você não vai servir ninguém se estiver morto. Esse castelo pode desabar a qualquer momento”

Yamcha tentou se manter calmo enquanto explosões ecoaram a quilômetros de distância. Goku estava realmente lutando contra alguém que tinha poder tão imenso…

“Escutem”, Yamcha disse tremendo seus punhos “Pegue sua nave e dê o fora daqui”.

Ele foi embora voando imediatamente após sua sentença, ele não tinha tempo a perder. Poderia ele salvar centenas de vidas como essas? Ele esperava que todos eles iriam juntos para uma grande espaçonave. Algumas centenas de metros dali, Son Gohan lutou passionalmente com todo seu poder, essa era sua primeira luta nesse nível contra alguém além de seu pai. Primeiramente ele pensou que seria uma grande oportunidade de lutar contra um Super Saiyajin além de seu pai, ele poderia ver um estilo de luta diferente, ele pensou que seria ótimo para se preparar para o torneio de Cell em alguns dias.

Infelizmente, Broly não era do tipo que desenvolvia técnicas, seu estilo de luta consistia em apenas pura brutalidade… Enquanto o tempo passava, sua brutalidade e força continuavam a aumentar. O Lendário Super Saiyajin amava cada segundo que ele passava espancando Goku e os outros, ele gargalhava como um maníaco o tempo todo. Dispersas esferas de sua energia verde destruíram a já destruída paisagem mais ainda, mas ele não se importava. Na verdade, ele sentia um prazer sádico em destruir tudo em sua volta e espalhar terror no coração de todos. Sua transformação de Lendários Super Saiyajin não apenas aumentou sua força, mas sua loucura também.

Piccolo sabia que deviam acabar com essa batalha rapidamente. Apesar do fato de três Super Saiyajins estarem contra ele, Broly obviamente tinha a vantagem, ele focou-se em Goku e os outros dois desde o início da luta. Piccolo decidiu usar sua arma secreta, ele já a usou algumas vezes antes, e mostrou-se eficiente contra inimigos muito mais poderosos que ele, era essa técnica que ele usou para matar Raditz, Irmão mais velho de Goku…

Carregando sua energia ao máximo, Piccolo atirou o Makankosappo em Broly empurrou ele para trás, a espiral de luz empurrou Broly para trás antes de explodir alguns segundos depois. Foi um ataque feroz… mas completamente ineficaz!

Piccolo e os outros tinham que encarar a verdade: Broly, o Lendário Super Saiyajin é realmente invencível. Uma vez que a fumaça cinzenta da explosão desapareceu, ele se virou para encarar o inseto que ousou o atacar pelas costas. Piccolo se sentiu paralisado enquanto seu oponente mais aterrorizante que já enfrentou, avançou sobre ele golpeando seu estômago com uma joelhada esmagadora, como se isso não fosse suficiente para satisfazer a ira e loucura desse colosso, ele prosseguiu com uma série de ataques em Piccolo.

Gohan não podia ficar parado, ele tinha que proteger ser antigo mestre e mentor. Gohan avançou sobre Broly, gritando, mas seus ataques foram em vão. Broly esmagou Piccolo contra o chão de qualquer forma e então se virou para Gohan e golpeou Gohan no rosto. Broly tinha intenção de finalizar Gohan com uma poderosa esfera de energia verde, quando Goku interveio. A explosão foi enorme mas Son Goku conseguiu sobreviver, mas deixou um buraco na parte de traz de sua camisa. Com suas costas ainda queimando de dor e Gohan nos seus braços, Goku caiu no chão.

Broly ainda tinha outro inseto para esmagar antes de acabar com Goku, seu arqui-inimigo, o homem que o perturbou com seu contatante choro quando eram recém-nascidos. Trunks ainda se mantinha de pé ainda com força total, ele usou desta vez a mesma forma de aumentar seus poderes a alguns dias atrás como fez com Cell quando acabou de atingir sua forma perfeita, ele sabia muito bem que essa forma do Super Saiyajin lhe custava sua velocidade. Mas agora, era o poder que ele precisava. Broly sorriu maliciosamente enquanto bombardeava o filho de Bulma e Vegeta com esferas de energia verde.

Abaixou deles, Piccolo, Gohan e Goku estavam no chão.

“Seu poder… É incrível…” Piccolo anunciou, enquanto tremia levemente.

Son Goku e seu filho nada disseram. Gohan se sentiu envergonhado de ter sido um fardo para seu pai, mesmo depois de todo o tempo que eles gastaram para treinar na Sala do Espírito e Tempo.

“Maldição aquele Vegeta! Eu não posso acreditar quão covarde ele é! Ele apenas fica lá parado com um olhar vazio na cara ao invés de nos ajudar!” Piccolo gritou com frustração.

“Deixo-o sozinho Piccolo” Goku interrompeu. “Se ele não quer lutar, então isso é problema dele. Mas se nós não pararmos esse cara… O universo inteiro estará em perigo!”

Voltando-se para enfrentar Broly de novo, Goku voou de volta para reunir-se a luta. Gohan olhou para cima onde Piccolo estava antes de seguir seu pai… Mesmo com todos os seus poderes, Trunks não era páreo para o Lendário Super Saiyajin. Piccolo, que não podia tolerar Vegeta que sempre era tão orgulhoso de quem ele é, desistir sem ao mesmo lutar. Ele foi para onde Vegeta estava, o pegando pelos cabelos com a intenção de dar-lhe um sermão.

O Vegeta que ele conhecia jamais deixaria ser insultado dessa forma. Jamais! Mas ele apenas permaneceu sem nenhuma emoção. Seus olhos e rosto estavam vazios, sem nenhuma emoção, era como se ele tivesse desistido de tudo. Ele não tinha nenhuma vontade de lutar. Piccolo começou a sentir desprezo pelo Príncipe dos Saiyajins mais do que antes, se é que isso era possível.

“Você alega ser o Príncipe dos Saiyajins… o maior guerreiro do universo? Contudo você não é nada mais que um covarde! Se você tem algum orgulho afinal, levante-se e lute!”

“Para que…?” Vegeta respondeu. “Ninguém pode enfrentar o Lendário Super Saiyajin. Ninguém!”

Piccolo estava enojado pelas palavras de Vegeta, ele saiu para se reunir a luta, deixando Vegeta no seu canto. Mas contra Broly, Piccolo mal faz alguma diferença… Um após o outro, eles eram todos derrotados.

“Vegeta” disse Paragus, atrás do Príncipe dos Saiyajins, que estava em seus joelhos, imóvel. Você está certo de estar aqui, ninguém é adversário para o Lendário Super Saiyajin, você sabe disso, você pode sentir. Broly muito mais forte que todos nós. Diferente de seus amigos, você julga bem seu oponente. Você pode ver que o poder de Broly excede qualquer mortal. Eu mantive esse poder contido por um tempo, mas esse tempo acabou. Broly libertou-se de todo meu controle! Agora nada pode impedi-lo de aniquilar todo universo!”

Vegeta não respondeu, ele mal escutou, mas Paragus continuou de qualquer forma:

“Você se parece muito com seu pai… Você mal pode imaginar como eu o odiei… Eu o servi por anos… E o que ganho eu troca? Eu fui sentenciado a morte porque eu ousei pedir pela vida de meu filho. Então ele tentou me matar e matar Broly, tudo porque ele era muito poderoso para governá-lo. Nós fomos descartados como lixo e deixados para morrer… Claro, como destinado, Freeza destruiria nosso planeta no mesmo dia. E foi quando o poder de Broly despertou, ele salvou nós dois da destruição do Planeta Vegeta. Foi ai que percebi que meu próprio filho era o Lendário

Super Saiyajin! Eu jurei que de qualquer forma eu iria ter minha vingança, pela dor e humilhação que passamos nas mãos de seu pai!”

Alguns segundos se passaram, Vegeta ainda imóvel, mas muitos pensamentos passaram por sua cabeça. Enquanto Paragus continuava, Vegeta levantou-se, ainda olhando para os outros lutando contra Broly com uma cara confusa.

Quando Broly parecia que iria aniquilar Goku, rival de Vegeta e arqui-inimigo, Vegeta finalmente interveio atacando Broly no queixo seguido de um chute no pescoço. Ele finalmente chegou a uma conclusão, Kakarotto e os outros eram todos inferiores a ele, ainda assim eles ousaram lutar contra um oponente invencível, enquanto ele desistiu sem nem mesmo lutar. Vegeta não poderia aturar mais isso! Ele preferiria ser morto pelo Lendário Super Saiyajin! Sangue real estavam correndo em suas veias, não há como ele ser derrotado sem uma luta!

Infelizmente, seus socos não tem nenhum efeito, apesar da grande força do Príncipe dos Saiyajin, ele tentou provar para todos que ele não era fraco, que ele era o mais poderoso lutador de todos… Mas tudo que foi provado, é que Broly era melhor que ele… E então Vegeta foi derrotado como todos os outros. Apesar de exausto, Goku sozinho, mal conseguia ficar de pé, ele estava amedrontado esperando o próximo ataque, mas Broly tinha seu olhar apontado para outra pessoa… Seu próprio pai.

Enquanto todos estavam ocupados lutando, Paragus estava tentando escapar do planeta em uma pequena nave espacial esférica. Ele esperava que o cometa destruiria todos, incluindo seu filho, ele era inútil para ele agora, já que estava fora de controle.

Paragus nunca saiu da sua cápsula voadora… Broly apareceu perante ele de repente com um sádico sorriso.

“Você vai me deixa aqui, pai?” Ele perguntou enquanto estava com um olhar psicótico em seu rosto.

“Na-Não, claro que não! Eu estava preparando a nave para que pudéssemos escapar juntos antes que o cometa destrua esse planeta!”

Paragus acreditou que lado maluco de Broly acreditaria em tamanho absurdo, mas não era esse o caso. Broly esmagou a nave com seu pai ainda dentro e o arremessou com grande força em direção ao cometa azul…

Então ele se virou para encarar Son Goku…

Comentários sobre esta página:

Carregando os comentários...
[pt_BR]
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês Brasileiro
MagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaCroatianEuskeraLietuviškaiKoreanБългарскиעִבְרִית
SvenskaΕλληνικάSuomeksiEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsu