DB Multiverse

Dragon Ball Multiverse, o romance

Escrito por Loïc Solaris & Arctika

Adaptado por Rafael

Tradução da fanfic francesa de DBM para o português

Intro

Parte 0 :0
Parte 1 :12345

Round 1-1

Parte 2 :678910
Parte 3 :1112131415
Parte 4 :1617181920
Parte 5 :2122232425
Parte 6 :2627282930

Lunch

Parte 7 :3132333435

Round 1-2

Parte 8 :3637383940
Parte 9 :4142434445
Parte 10 :4647
[Chapter Cover]
Parte 10, Capítulo 47.

PARTE 10: OS ÚLTIMOS RECURSOS DE VEGETTO

Capítulo 47

Traduzido por João Vitor

Revisão por Virgílio212

Os Vargas na sala de controle principal da arena não previram que nenhum dos competidores do Torneio Multiverso escolheriam lutar fora da arena. Especialmente não haviam previsto que qualquer batalha ocorresse a milhões de quilômetros de distância.

Uma das principais razões pelas quais os Vargas não haviam previsto essa circunstância, era de que eles não imaginavam que nenhum dos competidores seria tolo o suficiente para violar uma das regras principais do torneio, em que cada participante do torneio, quando não estivessem em uma partida oficial, é "Proibido lutar, mesmo longe da arena."

Os Vargas haviam esclarecido aos participantes antes do início do torneio que tal violação das regras do Torneio Multiverso poderia resultar não apenas na desqualificação de um participante infrator do torneio, mas na desqualificação de todos os outros competidores do universo desse participante, como todos os espectadores do mesmo no torneio. Esse universo seria forçado a voltar para casa.

No entanto, os Vargas desconheciam completamente o atual conflito entre Vegetto e Buu no espaço, especialmente porque eles racionalmente não pensavam que houvesse uma razão legítima para instalar câmeras de vigilância a milhões de quilômetros da localização do torneio.

Os Vargas, no entanto, monitoraram a trajetória de Broly por alguns minutos, mas após a breve observação, eles voltaram sua atenção para coordenar os reparos da arena e curar os feridos como resultado da luta entre Vegetto e Broly.

Um dos Vargas, que usava uma camisa vermelha com macacão azul, mas que usava uma bandana branca em vez de um gorro vermelho, voltou à sala de controle principal enquanto segurava alguns itens metálicos com a mão direita.

— Eu tenho as peças de reposição! — ele disse, logo antes de usar a mão esquerda para enxugar um pouco do suor da testa, pois havia acabado de vir correndo de uma sala de armazenamento que ficava relativamente longe da sala de controle principal.

Esse Varga em particular era considerado um técnico especialmente talentoso entre seu pessoal, e ele estava especialmente familiarizado com a mecânica da tecnologia de teletransporte multiversal. Os outros Vargas estavam ansiosos para que reparasse o mecanismo que havia falhado em devolver Broly ao Universo 20, e o técnico começou seu diagnóstico preliminar para o mecanismo.

— Eu posso consertar isso em cerca de cinco minutos. — disse ele, depois de relaxar a respiração, que ainda estava um pouco pesada com a corrida.

— Por favor, faça o mais rápido possível. — disse outro Varga, que era o supervisor principal do pessoal da sala de controle. — Precisamos devolver esse monstro de volta ao seu universo o mais cedo possível.

O supervisor permaneceu quieto enquanto o mecânico trabalhava. Com Broly ostensivamente longe da arena, ele se sentiu um pouco mais seguro do que minutos atrás, o que também aconteceu com muitos de seus colegas Vargas. No entanto, como ele não queria ter excesso de confiança com seu maior senso de segurança, se sentia especialmente ansioso para que ninguém interferisse no trabalho do técnico.

O técnico abriu parte do console de comando para revelar um conjunto de circuitos, dos quais haviam 15 cores brilhantes diferentes. Embora ele não possuísse esquemas de design para esta unidade em particular, estava aplicando seu conhecimento significativo de engenharia tecnológica avançada à situação.

Um namekuseijin se aproximou do supervisor enquanto o técnico estava no meio de seu trabalho ágil.

— Senhor, parece que a próxima partida selecionada aleatoriamente não ocorrerá porque um dos lutadores desistiu assim como os outros de seu universo. — disse o namekuseijin.

— Lumaca do Universo 10, certo? — o supervisor perguntou.

— Sim, e infelizmente, esta é a quarta luta programada até agora que -

— Eu sei. — disse o supervisor, interrompendo-o. — Mas devemos anunciar de qualquer maneira que Lumaca perdeu. Isso manterá a atenção do público focada na especulação sobre quem serão os próximos candidatos, enquanto continuamos a trabalhar na correção do dispositivo de transferência multiverso. ”

O namekuseijin então acenou com a cabeça em afirmação dos desejos do supervisor e caminhou em direção a outros dois Vargas. Eles estavam conversando com um dos anunciantes de quatro braços do torneio com óculos de sol, que parecia perturbado.

— Não queremos mais chegar perto da arena! — disse o locutor. — Quando muitos bons companheiros da minha espécie e eu concordamos em ajudar a anunciar esse torneio, não tínhamos percebido que estaríamos colocando nossas vidas em risco! Já perdemos o suficiente de nossos irmãos e não queremos mais arriscar nossas vidas por estarmos perto da arena e de todas essas explosões de energia. Se não fosse sua promessa de reviver todos após o final do torneio, estaríamos tendo uma conversa muito diferente agora.

O anunciador estava especialmente com medo do que poderia acontecer ainda mais, porque muitos de seus colegas anunciantes haviam sido mortos pelos ataques erráticos de Broly e ele não tinha certeza do que os outros lutadores, em suas próximas partidas, poderiam desencadear.

— Vamos precisar substituí-lo por outra pessoa. — um Varga disse com a voz baixa.

— Na verdade, depois de trazer todos os anunciantes para dentro, podemos anunciar o torneio daqui mesmo. — disse o segundo Varga. — Podemos usar o microfone da sala de controle principal, que está conectado ao painel de alto-falantes do estádio, para transmitir tudo, e poderemos ver o que está acontecendo através de nossos aprimoradores visuais eletrônicos.

— Isso poderia ter poupado muito derramamento de sangue. — disse o locutor.

— Pedimos desculpas pelo que aconteceu, mas lembre-se, iremos trazê-los de volta com às Esferas do Dragão após o torneio. — disse o segundo Varga.

— Com certeza iremos. — disse o namekuseijin. — E agora, meu amigo Varga, quando você usar o microfone aqui, na sala de controle, poderá anunciar o resultado da próxima luta. Um dos lutadores perdeu por desistência.

Os dois Vargas que estavam conversando com o locutor e o namekuseijin assentiram um com o outro. Eles sabiam mutuamente quem, dentre os Vargas, seria o que iriam pedir para anunciar ainda mais os eventos do Torneio Multiverso, usando o microfone da sala de controle. Um dos Vargas havia feito anúncios para o torneio no começo, e iriam pedir para que continuasse a anunciar.

Foi uma sorte para ele se tornar o único anfitrião do torneio, pois certamente aumentaria sua popularidade entre as mulheres!

Depois que eles pediram ao locutor Varga para retomar seu papel, ele agradeceu ansiosamente.

Os dois Vargas seguiram para suas posições perto do console de comando, cada um dos quais ofereceram uma excelente vista da arena.

Depois de pressionar um botão no computador à sua frente, e enquanto falava no microfone, o locutor Varga revelou a notícia do que teria sido a próxima luta.

— Agora podemos anunciar a próxima partida e, de fato, já temos um resultado. — disse o locutor. — XXI do Universo 5 foi lutar contra Lumaca do Universo 10, mas como todo o Universo 10 saiu do torneio, Lumaca perdeu automaticamente

O locutor desativou o microfone e observou a lista de participantes do torneio que ainda não haviam lutado.

Na verdade, ele estava ansioso para ver muitos desses participantes demonstrando suas capacidades na arena.

Enquanto o locutor esperava antecipar as lutas do torneio, o técnico continuava a travar a batalha para reparar o dispositivo de transferência multiversal.

As reações entre os membros da plateia foram mixadas quanto ao fato de que a perda automática de Lumaca resultou no próximo combate não ocorrendo.

Muitos ficaram bastante descontentes, pois estavam ansiosos para ver outra batalha tão grandiosa quanto a que haviam visto mais recentemente.

Outros, no entanto, estavam dando boas-vindas ao breve alívio das brigas, especialmente porque consideravam a luta entre Vegetto e Broly demasiadamente extraordinária. O pensamento de alguém possuindo a capacidade de destruir outro em um instante com um ataque parecia agourento o suficiente, e testemunhar as capacidades de Vegetto e Broly aumentaram o senso de apreensão entre muitos.

No espaço do sexto universo, Bojack olhou para a esquerda, diretamente no espaço do quinto universo. Parecia não haver ninguém lá.

O participante do torneio que o Varga havia anunciado, XXI, estava de acordo com as lembranças de Bojack há algum tempo.

— Eles não sabem que o cara 'do cinco' também foi embora? — Bojack perguntou a seus companheiros do universo 6.

— Esses pássaros realmente não sabem de nada. — disse Zangya, com uma inflexão de tédio.

Bojack, Zangya e Bujin haviam visto XXI antes do início formal do torneio, logo depois de terem chegado ao balcão do Sexto Universo do estádio. XXI também estava presente quando o gigante verde do Universo 7 chegou em seu balcão, mas após a chegada do Namekuseijin, Bojack, Zangya e Bujin não tinham mais visto XXI.

Bojack percebeu que era quase certo que XXI havia deixado o torneio. Bojack supôs que XXI havia saído depois de testemunhar o quão poderosos eram seus concorrentes em potencial, semelhante ao que aconteceu com os participantes do Universo 10, embora eles tivessem observado – e em muitos casos experimentado – quais as capacidades de seus oponentes.

Bojack sentiu-se confiante em sua capacidade de derrotar alguém e, de sua perspectiva, XXI não teria sido um desafio.

— Por que estamos preocupados em ficar aqui? — Bujin perguntou de repente. — Além do fato de que eu perdi, vimos o quão poderosos os outros lutadores são aqui. Aquele monstro que eu lutei, Majin Buu, era muito perigoso, e Bojack, você viu o que Vegetto pode fazer. Você e Zangya são fortes, mas nenhum de vocês pode vencer.

— Sua falta de coragem está me incomodando, e não, não vamos embora. — disse Bojack, mantendo os braços cruzados e seu olhar fixo para frente. — Vou esmagar todos os outros que eu lutar, e os desejos das Esferas do Dragão serão meus.

— Sim, bem, eu desisto. — disse Zangya. — Se você quer ficar e ser morto, a decisão é sua. Você vai voltar em pedaços!

— Não vou perder. — disse Bojack, parecendo bastante resoluto. — E eu proíbo que você perca, Zangya. Se você não lutar na arena, farei você desejar que tivesse.

Bujin observou seus dois compatriotas com atenção, e percebeu que a tensão entre eles era mais profunda do que parecia. De certa forma, ele estava agradecido por já ter perdido, já que Bojack não poderia forçá-lo a continuar lutando no torneio. Ele reconheceu o perigo de Zangya: Se ela lutasse, havia uma chance de ela lutar contra um oponente especialmente perigoso e ser morta, e se ela se recusasse a lutar, Bojack poderia matá-la.

Zangya decidiu lidar com as dificuldades de sua situação, concentrando-se em fazer um plano para obter algum tipo de vantagem. Ela sabia que, enquanto as intenções beligerantes de Bojack em relação ao torneio persistissem, sua vida estava em risco. Ela tinha sido tentada por desejos como os de superar o poder de Bojack e substituí-lo como o mais forte de seu universo, e suas palavras mais recentes encorajaram Zangya a considerar fortemente se finalmente chegara a hora de implementar seus planos. Ela manteve essas noções para si mesma, no entanto, apesar de seu desejo de trabalhar com ele para esse fim, ela não confiava em Bujin.

Zangya então olhou para o grupo de quatro meninas que também eram do Universo 6, entre as quais Kat, a alma corajosa que já havia lutado com Kakarotto do Universo 13. As quatro meninas estavam contra a parede que contornava a sessão de audiência, e Kat estava sentada em uma posição enrolada. Eles estavam discutindo a briga entre Vegetto e Broly, expressando admiração pelo que haviam visto.

— É difícil acreditar que esses caras estavam fazendo tudo isso. — disse uma das meninas.

— Sim, eles são todos incrivelmente fortes! — disse outra.

Elas não eram experientes ou habilidosas o suficiente para distinguir as grandes diferenças de poder entre o super saiyajin 3 de Vegetto, ou o Lendário Super Saiyajin de Broly e muitos daqueles que lutaram antes delas, incluindo Cell e Bojack. Para as quatro meninas, já havia uma tremenda lacuna entre seus níveis de poder e os da maioria dos outros participantes do torneio, de modo que diferenças pequenas ou significativas de poder entre aqueles que eram muito mais fortes do que elas não eram facilmente perceptíveis.

No espaço do 12º Universo, o #16 virou-se para Trunks.

— Você quer desistir? — o android perguntou.

— Desde o início, eu não esperava vencer. — disse Trunks. — Nada mudou. Eu ainda quero lutar contra meu pai. Esse é o meu objetivo mais importante agora. Eu quero lutar com ele com toda a minha força.

#16 sorriu com a determinação de Trunks, e reconheceu que Trunks tinha um objetivo claro.

— No entanto, qual era o seu?

Ele queria matar uma versão de Goku, mas parecia cada vez mais improvável que ele tivesse a chance de fazê-lo. Ele sabia que, mesmo que de alguma forma conseguisse lutar contra Vegetto nas semifinais do lado direito do torneio, Vegetto não se parecia suficientemente com Goku e não era verdadeiramente ele, e que uma vitória milagrosa sobre ele não seria verdadeiramente cumprir o seu desejo. De fato, Vegetto provavelmente o derrotaria facilmente, tornando o pensamento de uma vitória parcial sobre uma versão de Goku ainda mais reduzida em potencial. Mas mesmo que seus processadores estivessem incorretos e sua chance de vitória sobre Vegetto fosse pelo menos um pouco mais do que uma porcentagem infinitesimal acima de zero, lutar com uma verdadeira versão de Goku ainda dependeria se Goku do Universo 18 ou Kakarotto do Universo 13 seriam capazes de ganhar as semifinais na parte esquerda do torneio, que se tratavam de probabilidades baixas por si só.

Na verdade, ele havia perdido a oportunidade de lutar contra Bardock do Universo 10! Bardock pelo menos se parecia com Goku, e matá-lo poderia ter saciado o único desejo mortal de #16.

Como resultado de todas essas considerações, #16 decidiu que ele continuaria lutando fora do objetivo por diversão, como muitos outros decidiram que iriam fazer.

Alguns, no entanto, estavam lutando pelo simples propósito de vencer, independentemente da diversão.

Babidi estava entre eles, pois seu desejo de vitória na batalha estava sendo alcançado por procuração, com Majin Buu como o implementador de seus planos.

— Todos ficaram surpresos com a luta que acabaram de testemunhar, mas Buu pode fazer melhor. Certo, Buu? — Babidi perguntou, com as mãos nos quadris, enquanto se virava para Majin Buu.

— Uh… — Buu disse com um pouco de hesitação, usando-a como um substituto para uma resposta direta.

Majin Buu frequentemente não dava respostas completas às perguntas de Babidi quando ele não as entendia completamente ou sentia que poderia haver algum tipo de consequência para isso. Ele não era, de modo algum, a única entidade entre os muitos universos que respondeu como tal e, de fato, muitos daqueles que se consideravam muito menos infantis do que Majin Buu também eram culpados por não responderem diretamente a essas perguntas.

Majin Buu considerava permanecer no torneio simplesmente porque Babidi havia lhe dito para participar e, durante toda a sua vida desde que ressurgiu na Terra no Universo 11, ele entendeu que seu papel era tal satisfazer os desejos de Babidi quando solicitado: Mesmo que suas ordens às vezes fossem muito desagradáveis.

Por causa de todas as suas experiências com Babidi, Majin Buu sabia que, ao responder honestamente à pergunta de Babidi e expressar sua própria opinião sobre se ele era mais poderoso que Broly ou Vegetto, abster-se de responder era a opção mais desejável, especialmente porque evitaria os gritos de Babidi.

No espaço do Oitavo Universo, os Demônios do Frio estavam avaliando seus níveis de poder em comparação aos de seus concorrentes, e por algum tempo reconheceram a verdade evidente.

— Pai, eu acho… Que fomos superados! — Freeza disse.

— Parecia impossível, mas ainda assim… —Coola começou a dizer, mantendo-se relativamente imóvel e parecendo quase assustado.

— Isso tudo parece bastante desafiador. — disse Cold, descruzando os braços.

Freeza então decidiu sussurrar uma importante consideração estratégica para seu pai, e ele se aproximou do rei Cold para que a mensagem pudesse ser recebida.

— No entanto, não vamos esquecer que nosso objetivo não é necessariamente vencer este torneio, mas adquirir as Esferas do Dragão, independentemente de quem vença. — disse Freeza, sussurrando.

Cold concordou e reconheceu.

Se eles tivessem as Esferas do Dragão, poderiam realizar qualquer um de seus desejos!

Nas proximidades, na varanda do sétimo universo, o super namekuseijin estava no meio de pensamentos bem diferentes.

— Comparado aos outros lutadores, Vegetto e Broly têm uma força infinita. — disse ele, enquanto olhava para o céu estrelado. — Mas força não é nada. Eu preciso do meu desejo. Minha determinação não falhará.

O super namekuseijin tinha apenas um desejo a fazer – apenas um. Ao contrário dos Demônios do Frio, ele não era do tipo que enganava os outros com o objetivo de roubar privilégios e prêmios valiosos, ou para alcançar outros objetivos. Ele não era insidioso, e sim, era inteligente e forte … E solitário.

No espaço do universo um, os Kaioshins estavam reconsiderando se estavam seriamente enganados não apenas em permitir que o Torneio do Multiverso ocorresse sem protesto, mas também em decidir participar. Eles haviam reconhecido os perigos potenciais do torneio antes mesmo de começar, pois, afinal, alguns dos lutadores mais fortes de 20 universos estavam reunidos em um só lugar. Eles haviam considerado antes do início do torneio se deveriam tentar "fechar" os universos para que as viagens não pudessem mais continuar entre eles, mas acabaram decidindo não restringir a viagem.

O que havia sido feito não podia ser desfeito, e o Torneio Multiverso havia prosseguido. No entanto, o torneio destacou para os Supremos Kaios os verdadeiros perigos que representam para todos os universos como resultado dos mortais serem capazes de se transportar livremente entidades de um universo para outro.

— É por isso que iremos fechar os universos após o torneio —disse o Kaioshin do Norte.

— Sim, quanto antes, melhor! — disse o Kaioshin do Sul, enquanto o Grande Kaiohshin concordou.

Cada um deles esperava que nenhum dos lutadores que ainda iriam lutar fossem tão loucos quanto Broly, ou pior...

Na varanda do 18º Universo, Trunks e Goten demonstravam que não estavam mais tão ansiosos para continuar participando do torneio.

Testemunhar a luta entre Vegetto e Broly foi de tirar o fôlego, de fato.

Afinal, eles pensaram mutuamente: Por que deveriam continuar lutando se quase certamente perderiam?

— Bem, eu tenho alguns contratos para assinar! — Trunks disse, enquanto começava a ir em direção à saída.

— Eu tenho um encontro com minha namorada! — Goten disse, enquanto também tentava sair.

Vegeta e Son Goku alcançaram rapidamente seus filhos, e antes que Trunks e Goten pudessem piscar, Vegeta estava agarrando a parte de trás da camisa de Trunks, e Goten também tinha sido contido.

Vegeta e Goku sabiam que, apesar dos desafios capazes de desafiar seus próprios poderes, eles iriam ficar e lutar. A oportunidade de superar desafios, afinal, era a essência fundamental do que tornava um combate emocionante!

Após uma extensa contemplação de tudo o que ele tinha visto até agora no torneio, Uub se aproximou de Goku.

— Sensei, fomos realmente superados, não fomos? — Uub perguntou. — Por que continuar?"

— Devemos continuar presentes por causa do quão desafiador será enfrentar muitos de nossos futuros oponentes! — Goku disse. — Quanto maior o desafio, maior a vitória. Vamos nos encontrar com Vegetto na rodada final. Tenho certeza de que estaremos muito mais fortes até lá!

Goku exalava calma e confiança, e ele realmente tinha certeza de que, após várias batalhas, ele e seus companheiros guerreiros do Universo 18 seriam mais fortes.

No entanto, ele reconheceu que seria muito difícil, com apenas mais quatro rodadas completas antes da rodada final, poder competir com sucesso com Vegetto.

Pan considerou as palavras de seu avô, embora soubesse que as magnitudes de poder que Vegetto e Broly exibiam estavam muito além das que ela havia testemunhado antes do início do torneio.

— Vovô… Não podemos melhorar tanto em tão pouco tempo… — Pan começou a falar, com preocupação mais do que evidente em sua voz.

Goku finalmente soltou a camisa de Goten, depois tentou consolar Pan reiterando o princípio de que lutar pode melhorar a força de uma pessoa consideravelmente, dependendo de como tal pessoa luta.

Enquanto Goku estava conversando com Pan, Vegeta considerou o que tinha visto de seu colega fundido em ação.

— Não deveria me surpreender que Vegetto seja mais forte que nós… Mas tanto assim! Vegeta pensou consigo mesmo. 'Felizmente, enfrentarei Goku antes da final!'

No espaço do 17º universo, outro lutador refletiu em voz alta o que ouvira das conversas entre as pessoas da varanda do 18º universo.

— As finais… Sim, muitas coisas podem acontecer até lá! — Cell disse. —De acordo com minhas células Saiyajins, posso confiar na força dos meus próximos oponentes para me tornar mais forte! Espero que esses dois insetos me dêem um verdadeiro desafio, porque estou ansioso por um! Primeiro vou derrotar Vegeta e depois derrotar Son Goku! Depois de vencê-los, derrotarei Vegetto! É uma cadeia perfeita de batalhas, e eu serei vitorioso! ”

O técnico terminou de reconectar todo o hardware que precisava ser ajustado e, após reconfigurar os códigos de software, o dispositivo de transferência multiversal seria restaurado para uso funcional.

Após a conclusão do reparo, tudo o que seria necessário para enviar Broly de volta ao Universo 20 seria um apertar de botão!

— Parece que a gravidade está operando normalmente, pelo menos. — disse um dos Vargas de seu assento no console de comando.

— O dispositivo de transferência de multiversal está quase operacional novamente. — disse outro Varga.

— Tudo parece estar indo muito bem!

O supervisor Varga então considerou a melhor forma de prosseguir com as próximas partidas.

Os preparativos para a próxima batalha estavam quase completos, e ele reconheceu que havia passado mais tempo sem lutas desde o final da partida mais recente do que o desejável.

Ele se perguntou seriamente se deveria começar a próxima luta, especialmente porque sabia que o dispositivo de transferência de multiverso estava projetado para ser concluído em breve. Ele também considerou que nenhum dos lutadores que foram selecionados aleatoriamente para a próxima partida seriam capazes de causar um desastre como Broly.

Embora reconhecendo que havia um pequeno risco, ele disse ao locutor Varga que ele poderia iniciar em breve a próxima partida.

— Não deve haver mais nenhum risco… — disse o supervisor.

Carregando os comentários...
Idioma Notícias Ler DBM Minicomic Autores Rss Feed Fanarts FAQ Ajuda Torneio Ajuda Universo Bônus Eventos Promos Parceiros
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês BrasileiroMagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaEuskeraLietuviškaiCroatianKoreanSuomeksiעִבְרִיתБългарскиSvenskaΕλληνικάEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsuBrezhonegVèneto