DB Multiverse

Dragon Ball Multiverse, o romance

Escrito por Loïc Solaris & Arctika

Adaptado por Virgílio212, Rafael & comunidade

Com muito mais detalhes, redescubra a história de DBM. Esta romantização é verificada por Salagir, ela também contém adições próprias, que não foram contadas no mangá, por isso é um verdadeiro anexo da HQ!

Atualizações sobre 1, 11 e 21 do mês às 21: 00 (hora de Paris)
Próxima página dentro de: 7 dias, 7h

Intro

Parte 0 :0
Parte 1 :12345

Round 1-1

Parte 2 :678910
Parte 3 :1112131415
Parte 4 :1617181920
Parte 5 :2122232425
Parte 6 :2627282930

Lunch

Parte 7 :3132333435

Round 1-2

Parte 8 :3637383940
Parte 9 :4142434445
Parte 10 :4647484950
Parte 11 :5152535455
Parte 12 :5657585960
Parte 13 :6162636465
Parte 14 :6667686970

Night 1

Parte 15 :7172737475
Parte 16 :7677787980
Parte 17 :8182838485
Parte 18 :8687888990

Round 2-1

Parte 19 :9192939495
Parte 20 :96979899100

Round 2-2

Parte 21 :101102103104105
Parte 22 :106107108109110
Parte 23 :111112113114115

Night 2

Parte 24 :116117118119120
[Chapter Cover]
Parte 22, Capítulo 106.

PARTE VINTE E DOIS: A LUTA DOS PAIS

Capítulo 106

Traduzido por Virgílio212


Cold e Baddack protagonizaram lutas durante a rodada anterior que a plateia julgou como interessantes. O lutador do Universo 8 se transformou duas vezes diante de Videl do Universo 9. Ele impressionou todos os que assistiam com sua força, principalmente os membros de sua família presentes no seu universo. Baddack, por sua vez, enfrentou uma versão alternativa de seu filho, Raditz. Um duelo com um pretexto parricida que ocorreu em paralelo à demonstração de duas transformações que eram características dos saiyajins: o oozaru de Raditz e o super saiyajin de Baddack. Ambas as formas tiveram apresentações excepcionais. Apesar de um breve momento de fraqueza devido às suas visões descontroladas quanto ao futuro, Baddack foi quem mais brilhou entre os dois, sem trocadilhos.

Agora, durante a segunda rodada, ambos esperavam nada menos que a vitória. Fora do conhecimento de ambos, em incontáveis universos, seus respectivos filhos haviam lutado entre si em Namekusei. O acaso funcionava de forma imprevisível, a menos que, claro, tudo estivesse sendo controlado por uma única pessoa, como foi o caso de Broly vs. Vegetto?

— Rei Cold do Universo 8 contra Baddack do Universo 3! — anunciou o anfitrião varga.

Os dois guerreiros altamente treinados voaram até o ringue, pousando em sua superfície. A gravidade de 100G não aparentava ser um problema para nenhum dos dois. No entanto, Bardock já estava transformado em super saiyajin. Ele também sabia que mesmo em sua forma atual, Cold era mais poderoso do que ele. Se o rei dos demônios do frio quisesse acabar com isso rapidamente, ele só teria que avançar a toda velocidade em direção a Baddack para derrotá-lo com alguns golpes.

Mas Bardock não demonstrou medo:

— Essa é sua última luta, Cold! Eu já previ a sua derrot-

Alguém pareceu gritar alguma coisa, fazendo-o parar abruptamente sua frase. O grito não parecia distante, talvez a alguns metros de si, no máximo. No entanto, ao olhar para a fonte desse som, não havia ninguém lá... por enquanto. Após vários segundos de grito, ouviu-se o som de vidro quebrando. No ringue, próximo aos dois lutadores, uma pessoa apareceu repentinamente. Era um super saiyajin, assim como Baddackk. Seus olhos estavam fechados, e ele tinha um sorriso nos lábios. Assim que apareceu, ele disse:

— Ah, você sabe como é! Eu conheço esse tipo de coisa, dimensões paralelas e tudo relacionado a elas... Eu sei como escapar desse tipo de truque... Sinto muito por você, mago. Eu simplesmente fiz o mesmo que Buu e Gotenks fizeram há vinte anos atrás, e agora, estou de volta...

Vegetto finalmente abriu os olhos, notando Baddack e Cold. Seu sorriso, presente durante suas palavras prévias, desapareceu imediatamente. As duas figuras não estavam na lista de coisas que ele esperava ver ao voltar. O mesmo aconteceu com Cold e Baddack, que, com a aparição inesperada daquele que venceu Broly, congelaram, sem saber como reagir.

— Mas o que... — Baddack começou a dizer.

Essas poucas palavras pareceram acordar Cold de seu transe. Sua mente reagiu rapidamente: se os vargas não comentassem nada, a luta continuaria, mesmo que seu adversário tacitamente pensasse o contrário. Ele derrubou Baddack com um gancho de direita. O lutador do Universo 3 caiu três metros para trás, com a bochecha dolorida.

— Mas... — Vegetto não compreendeu o que estava acontecendo.

Trinta segundos antes, ele estava enfrentando XXI. Após cerca de quinze segundos na escuridão total de outra dimensão, ele retornou ao ringue, com outros dois lutadores enfrentando-se! Enquanto Cold já se atirava em Baddack, uma jovem no Universo 16 gritou para Vegetto:

— Pai, finalmente! Seu miserável!

— ... Mas o que diabos está acontecendo aqui? — disse o ser resultante da fusão, confuso.

Do lado oposto do ringue, Baddack levantou-se rapidamente e evitou outro soco.

— Espere! — ele gritou para Cold, notando o grande sorriso em seu rosto.

— O que vocês estão fazendo aqui? — Vegetto perguntou aos dois guerreiros que, mesmo gritando, pareciam não ser ouvidos.

— Bem, ele finalmente está de volta. Agora espero que os vargas façam a coisa certa... — Buu murmurou de seu espaço no Universo 4.

Os Kaioh-shins do Universo 1 discutiam a cena entre si:

— Ele não percebeu quanto tempo passou... — disse o do Sul.

Os vargas na torre de controle também estavam discutindo entre si, perdendo algumas penas devido ao estresse da situação. Na verdade, nenhum deles havia tomado uma decisão até agora.

— Escutem quando eu falar! — gritou Vegetto, criando uma pressão poderosa o suficiente com os pés que afetou tanto Baddack quanto Cold, fazendo-os colidir violentamente com o ringue.

Vegetto não estava acostumado a ser ignorado. Ele estava acostumado a receber respostas claras e precisas, e o fato de que as pessoas ao seu redor estavam simplesmente ignorando-o o deixou profundamente irritado. Toda a situação claramente o deixou fora de si. Ele, de longe o ser mais poderoso de seu universo, temido por todos, até mesmo pelos Kaioh-shins, não estava acostumado a ser tratado com desdém.

Baddack chegou à conclusão de que a presença repentina de Vegetto faria com que a partida fosse pausada para que os organizadores pudessem administrá-la. Foi um contratempo simples, especialmente porque a partida ainda não havia realmente começado. Cold também percebeu isso, mas aproveitou o fato de os vargas ainda não terem reagido para atacar Baddack em um momento de desatenção. Qualquer ataque extra era um bônus bem-vindo!

Se, a princípio, os vargas pareceram pegos de surpresa, como aconteceu até agora no torneio, o chilique de Vegetto os trouxe de volta a realidade. O anfitrião gritou:

— Pare! Espere, isso não é nada bom! Tempo!

Vegetto deu alguns passos para trás, permitindo que Baddack e Cold se levantassem.

— Vegetto do Universo 16... — continuou o anfitrião, assim que conseguiu a atenção dele e do público. — Você perdeu sua luta! Por favor, retire-se do ringue.

"Por favorzinho?" pensou o varga, suas penas levantadas e uma gota de suor escorrendo pela testa, com medo de possíveis represálias.

— E como é que eu perdi? — Vegetto respondeu, virando-se para a torre de controle.

— Você desapareceu por mais de trinta segundos.

— Errado! Eu sei que retornei em menos de vinte segundos!

A filha de Vegetto interveio:

— Você esteve desaparecido pelas últimas duas horas, idiota! Você perdeu minha luta!

— Duas... isso é impossível!

A Kaioh-shin do Oeste, pretendendo lidar diretamente com o problema, se aproximou voando do ringue:

— Nós entendemos o que aconteceu. XXI prendeu você em uma dimensão onde o tempo flui de maneira diferente. Para você foram apenas alguns segundos, mas aqui fora passaram uma hora e quarenta e quatro minutos. Tivemos outras lutas desde então.

Essa informação deixou o saiyajin momentaneamente sem palavras, ele que estava convencido de que venceria o torneio... Será... será que ele tinha perdido?

"Eu fui ludibriado! Aquela dimensão funcionou como a Sala do Tempo, mas de forma contrária!"

— E então, podemos continuar nossa luta agora? Vá embora! — Baddack ordenou a Vegetto, aproveitando que estava dentro de seus direitos como competidor.

Baddack sabia que era mais de cem vezes inferior a Vegetto, e sua derrota repentina veio como uma boa notícia para ele. Normalmente, ele nunca teria ousado falar com ele nesse tom, e agora estava satisfeito por ter a oportunidade de se vingar da humilhação que acabara de sofrer, esmagado no chão com tanta facilidade.

Quando Vegetto se virou para ele, Baddack sentiu uma sensação estranha, a mesma que sempre antecedia suas visões do futuro, uma que invadiu e logo tomou o controle de sua mente.

Son Goku do Universo 18, parecendo tão jovem quanto sempre, estava interagindo com Son Bra do Universo 16, que estava visivelmente irritada:

— Encontraremos uma maneira de deter Vegetto. Ele não é invencível.

— Sim, ele é! Vocês não conseguem entender isso, não é?

Assim como aconteceu com sua filha, uma sequência de visões mostrava Vegetto, aparentemente se tornando inimigo de todos os outros universos. O que ele estava vendo? Estaria a visão de Baddack alertando-o sobre um iminente acesso de raiva por parte do participante? Talvez não tenha sido uma ideia brilhante falar com ele daquele jeito...

Son Gohan (impossível de distinguir seu universo de origem) segurava um objeto na mão: uma esfera quebrada ao meio, com duas estrelas ainda visíveis em seu exterior.

— Enquanto tivermos isso, ele não poderá realizar seu desejo.

Gohan aparentava confiança, mesmo que um pouco tenso. O fato de que seus óculos ainda estavam em seu rosto indicava que ele não estava preparado para lutar de imediato. Quem queria esse tal desejo? Então assim seriam as famigeradas Esferas do Dragão? Os orbes mágicos que seriam responsáveis por conceder a recompensa ao vencedor, como havia sido previamente explicado a ele?

Yamcha do Universo 9, anunciando alegremente enquanto apontava o dedo para si mesmo, disse:

— Você pode ter derrotado todos os outros... Mas você não pode me tocar. Isso faz de mim o mais forte de todos os universos?

Dessa forma, fica claro que Yamcha não está na final e está ciente de que já foi eliminado da competição.

Um namekuseijin vestindo uma capa branca estava ao lado de Bra do Universo 16 e de Vegeta do Universo 18. Ele disse a eles:

— Só a minha vontade os mantém vivos. Lembrem-se disso e comportem-se!

— Desculpe... — respondeu Bra, cruzando os braços.

— Sim, desculpe. — sussurrou Vegeta, desviando o olhar.

De fato, era surpreendente que esses dois seres conhecidos por seus egos e orgulhos tenham sido colocados em seu lugar tão facilmente diante do simples argumento desse mamekuseijin, que Baddack sabia que era vastamente inferior a eles em força. E o que ele quer dizer com sua vontade?

Baddack voltou a si. Vegetto parecia ter dito alguma coisa, mas ele não ouviu. Ele parecia muito zangado. E quando Son Gohan do Universo 16 apareceu para falar com seu pai, Baddack lembrou-se de outra de suas visões. O pai segurava o filho pelo pescoço como se o estivesse estrangulando, ou como se já o tivesse matado...

— Vamos, pai. Deixe-os continuar a partida deles.

— Não, assim não! Foi injusto! Aquilo foi um truque sujo! Em uma luta real, eu o teria derrotado!

Baddack cerrou os punhos, pronto para se defender. Tudo isso podia acontecer agora!

— As regras deste torneio são estúpidas! — Vegetto continuou a dizer.

— Você acha? — respondeu seu filho. — Você esteve fora por horas! Imagine o que seu oponente poderia ter feito! Ele teria tido tempo de sombra para destruir a Terra! Para matar seus amigos, para destruir tudo o que você deveria proteger! Em uma luta real, você falharia da mesma forma. Você perdeu, pai.

— Cale a boca, Gohan... Eu não vou desistir desse torneio!

— Continue agindo de forma estúpida e seremos mandados de volta ao nosso universo, lembre que sua atitude afeta a todos nós. Um único aperto de um botão e todos estaremos de volta em nosso universo. Se isso acontecer, Pan continuará morta. Eu não permitirei isso.

Durante a discussão, a Kaioh-shin do Oeste aproximou-se para intervir, se necessário. Abaixo, Buu chamou pelo varga responsável pelo Universo 5:

— Você aí, vá pedir uma revanche ao XXI.

— Hum... eh... sim, senhor.

O varga correu para o corredor, sem saber ao certo por que obedecia a todos os pedidos que o eram feitos. Buu sorriu maliciosamente.

Vegetto não disse mais nada. Ele conteve sua raiva. Então, de repente, ele disse ao filho:

— Preciso de um tempo sozinho. Desculpe pelo transtorno.

Ele se teletransportou depois de colocar dois dedos na testa.

Ele está de mau humor de novo... — sussurrou Gohan, mãos na cintura e cabeça baixa.

Quando Vegetto estava frustrado, ele tinha o hábito de se isolar em um lugar distante para ficar só com seus pensamentos. O Universo 16 não ficou nada surpreso ao vê-lo partir neste momento, certamente para ruminar em seu canto. Vegetto adotou esse hábito desde o momento em que naceu. Na verdade, a primeira vez que ele partiu para se isolar para pensar sobre sua nova situação, sua nova vida, foi logo após a morte de Buu. Logo quando se viu obrigado a escolher entre Chi-Chi e Bulma...

— Considero este incidente acabado. — disse a Kaioh-shin. — A luta pode ser retomada. Você gostaria que os namekuseijins tratassem de suas feridas?

— Sim. — Baddack respondeu de imediato.

"Droga!" Cold resmungou interiormente antes de concordar por sua vez.

"Ufa... Minhas visões não vão acontecer agora, eu acho." Baddack pensou enquanto o namekuseijin lidava com suas feridas.

Enquanto o curandeiro saía para liberar o ringue aos competidores, o varga do Universo 5 saiu timidamente do corredor para anunciar a Buu:

— Ele não respondeu...

Buu lançou um olhar frio para o passarinho, antes de respirar suavemente, a intensidade de sua respiração se intensificando:

— Não, você... VOCÊ ESTÁ BRINCANDO COMIGO?!!

Todos os olhos se voltaram instintivamente para Buu. Uma forte sensação de perigo foi sentida por todos. A tensão era forte, palpável e um certo mal-estar tomou conta de toda a arena. O que significava essa interrupção de Buu do Universo 4? O que ele poderia estar querendo?

A anos-luz de distância...

Vegetto encontrou um aglomerado de asteroides flutuando lentamente no vazio infinito do espaço. De pé sobre o maior deles, ele disparou rajadas de Ki nos menores para destruí-los. Na escuridão total, apenas seus ataques emitiam luz que refletia em seu corpo e em seus olhos. Vegetto estava com uma expressão enfurecida, seus dentes cerrados.

"Inferno! Tamanha oportunidade destruída por um mago traiçoeiro! E o pior..."

Vegetto pareceu se conter por um breve momento, mas foi como a calmaria antes da tempestade. Sua raiva transbordou em único segundo e, em um universo sem vida, sua transformação em super saiyajin 2 brilhou como uma verdadeira supernova em todo aquele vazio:

— Eu queria tanto socar o Gohan! Mesmo sabendo que ele estava certo! Eu queria quebrar todos os ossos de seu corpo!

Em questão de segundos, todos os asteroides circundantes foram englobados pela súbita explosão de energia, reduzindo-os a pó. Apenas aquele em que ele estava permaneceu inteiro. Após gastar parte de sua energia impulsionado por sua frustração, ele finalmente começou a se acalmar.

Não era a primeira vez que ele tinha um ataque de raiva... Às vezes eles aconteciam até por coisas bobas! Com o único propósito de ter uma luta decente contra Son Gohan, ele pretendia irritá-lo... e para irritá-lo, ele pensou em machucar seriamente Pan! Até mesmo pensou em destruir a Terra! Mesmo naquela época, ele se culpou profundamente por ter tido tais pensamentos... Mas mesmo depois de todos esses anos, ele continuou a ter os mesmos tipos de pensamentos sombrios aqui e ali... Mesmo que ele nunca tivesse executado um desses pensamentos, por si só, o fato de que eles existiam deixava-o desconfortável. A inquietação, a raiva nos outros e em si mesmo, a canalização de sua fúria saiyajin em locais isolados... O mesmo padrão se repetiu incansavelmente durante todos os anos... Mas até quando isso iria acontecer? Até agora não tinha acontecido nada muito sério, nenhum tipo de dano havia sido causado.

Mas ele ansiava tanto por uma luta de verdade!

"A frustração me deixa parecido com a Bra... Uma criança temperamental incapaz de conter sua raiva e egoísmo. Bem... Gohan está em bons termos com os organizadores... Talvez possamos negociar algumas partidas à parte. Ou posso confrontar Buu aqui fora, sem que eles saibam, ele certamente concordará com tal proposição. Eu me pergunto se aquele namekuseijin gigante ou Cell aceitariam uma partida fora da arena também..."

Vegetto abandonou sua forma de super saiyajin 2 e sentou-se no asteroide.

"Tudo irá ficar bem... Eu sou capaz de me controlar perfeitamente bem, afinal de contas."

Vegetto se lembrou da discussão que teve com o líder dos namekuseijins no passado. Ele ousou revelar seus medos a ele na época. O medo de que, se ele tivesse um filho, ele se tornaria mais poderoso do que ele, e que a natureza saiyajin da criança assumiria o controle sobre sua lógica. Que a suposta criança viria a causar o caos através do universo sem que ele fosse capaz de pará-la. O medo também das ideias que vieram a tomar conta de sua cabeça em situações como esta, ou como a de desistir de tudo e destruir o universo, por causa do tédio, da sensação de nunca mais ter um adversário do seu nível, de que todas passassem para seu primogênito.

Bra havia se tornado muito forte e sua natureza saiyajin, como Vegetto temia, às vezes tomava controle de suas ações. Em super saiyajin 2, ela era incontrolável e era mais poderosa até mesmo que Gohan! Tomada pela loucura, ela poderia facilmente destruir tudo e todos...

E, tudo isso era algo que ele mesmo tendia a pensar de vez em quando, quando era movido por sua frustração...

"Ah... eu preciso respirar."

DB Multiverse
Página 2351
Namekseijin Densetsu
Página 491
321Y
Página 287
[FR] Asura on Twitch!
Em 1 dia, 7h
DBMultiverse Colors
Página 187
Super Dragon Bros Z
Página 50
Romance DBM
Capítulo 120
Chibi Son Bra did her best!
Página 156
15 Maio

Novo Fã Mangá: ★ Yamoshi Story ★

[img][img]A partir de sábado, uma nova história em quadrinhos começa no DBMultiverse.
História de Yamoshi
de Thibault Deboom!

Comentem esta notícia!

[partner]

Carregando os comentários...
Idioma Notícias Ler Autores Rss Feed Fanarts FAQ Ajuda Torneio Ajuda Universo Bônus Eventos Promos Parceiros
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês BrasileiroMagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaEuskeraLietuviškaiCroatianKoreanSuomeksiעִבְרִיתБългарскиSvenskaΕλληνικάEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsuBrezhonegVènetoLombard X