DB Multiverse

Dragon Ball Multiverse, o romance

Escrito por Loïc Solaris & Arctika

Adaptado por Virgílio212, Rafael & comunidade

Com muito mais detalhes, redescubra a história de DBM. Esta romantização é verificada por Salagir, ela também contém adições próprias, que não foram contadas no mangá, por isso é um verdadeiro anexo da HQ!

Atualizações sobre 1, 11 e 21 do mês às 21: 00 (hora de Paris)
Próxima página dentro de: 6 dias, 23h

Intro

Parte 0 :0
Parte 1 :12345

Round 1-1

Parte 2 :678910
Parte 3 :1112131415
Parte 4 :1617181920
Parte 5 :2122232425
Parte 6 :2627282930

Lunch

Parte 7 :3132333435

Round 1-2

Parte 8 :3637383940
Parte 9 :4142434445
Parte 10 :4647484950
Parte 11 :5152535455
Parte 12 :5657585960
Parte 13 :6162636465
Parte 14 :6667686970

Night 1

Parte 15 :7172737475
Parte 16 :7677787980
Parte 17 :8182838485
Parte 18 :8687888990

Round 2-1

Parte 19 :9192939495
Parte 20 :96979899100

Round 2-2

Parte 21 :101102103104105
Parte 22 :106107108109110
Parte 23 :111112113114115

Night 2

Parte 24 :116117118119120

Round 3

Parte 25 :121122123
[Chapter Cover]
Parte 25, Capítulo 121.

PARTE VINTE E QUATRO: ENFRENTANDO O OPONENTE QUE FEZ QUEM VOCÊ É

Capítulo 121

Traduzido por Rei Leo


"Nós podemos começar agora a primeira luta. Será Goku do universo 18 contra Freeza do universo 8! Os competidores podem entrar no ringue agora, e por favor, cuidado para não tocar na parede externa!"

No outro lado da arena, o Demônio do Frio pousou dentro, um sorriso gelado nos lábios. Imperceptivelmente, o jovem príncipe do universo 8 tocou o pé na parede de fundo desafiadoramente. Em seguida, Goku passou por cima da parede, agarrou-a com uma expressão ingênua, e então, de repente, desapareceu.

Um som abafado ecoou pela arena, seguido por um breve silêncio e, por fim, um gemido de dor. A plateia então explodiu em risadas, inclusive dos participantes e organizadores. Gohan, Pan, Trunks e Goten, que haviam se apressado até a barreira, viram o Saiyajin estendido no chão rachado — seu rosto revelava que ele ainda estava completamente alheio ao que havia acontecido. Piccolo e Vegeta viraram a cabeça com irritação diante do espetáculo. Kakarotto do 13º rangeu os dentes, sendo bombardeado por sarcasmo de seus colegas de equipe, e Vegetto fechou os olhos, envergonhado sob o olhar de desprezo de Cell, do lado ao lado. Finalmente, Goku se levantou, mas novamente pôs a mão na barreira, que imediatamente o chocou com uma descarga de energia. Suspirando, seus camaradas repetiram os comentários dos Vargas de antes.

“Pai, a gravidade agora é de 1000G’s,” disse Son Gohan.

“E não podemos tocar na parede,” acrescentou Piccolo. “A barreira protetora é acionada automaticamente assim que os dois lutadores entram no ringue, e começa com a parede baixa... em forma de cilindro, como explicaram antes...”

“Ei, é proibido dar conselhos a um participante,” observou Goten ironicamente, lembrando a repreensão que recebeu por fazer um simples comentário durante a luta de Gast na última rodada.

“Ok, ok!” respondeu Goku, sorrindo e coçando a cabeça, envergonhado.

Por sua vez, Freeza não reagiu à cena hilariante que se desenrolou. Em vez disso, ele manteve sua crueldade suficientemente contida por enquanto, esperando pacientemente que seu adversário estivesse pronto. A humilhação que Nappa lhe causara ainda fervilhava sob sua pele, e ele estava determinado a fazer qualquer coisa para vencer — especialmente porque seu oponente era um Super Saiyajin e certamente mais forte do que ele. Ele estava prestes a enfrentar seu pior pesadelo, o infame guerreiro mítico que ele temia enfrentar... a supremacia de sua família dependia dele derrotar o macaco arrogante. Seu pai fora forçado a usar todo o seu poder contra um dos primatas de cabelos dourados, e ele não cometeria o erro de subestimar este Saiyajin — que era muito perigoso para arriscar um confronto físico.

Na varanda do Universo 18, vários membros começaram a comentar sobre a cena que se desenrolava.

“Freeza... Goku... um confronto lendário... renascido...”

“Isso vai durar apenas dois segundos,” Vegeta retrucou, um tanto invejoso por não ser ele quem enfrentaria seu antigo chefe. Anos atrás, Freeza o havia humilhado e matado, e quase derrotou Goku também. Mas nos anos que se seguiram, ambos não apenas se tornaram Super Saiyajins, mas alcançaram níveis ainda além disso. Certamente ele teria gostado da oportunidade de esmagar o tirano gélido com suas próprias mãos, sem sequer se transformar, a máxima humilhação. Mas... vê-lo derrotado por Goku ainda seria satisfatório.

Os dois lutadores agora se enfrentavam a apenas alguns metros de distância, encarando-se silenciosamente.

“Diga-me, Saiyajin,” Freeza finalmente começou, “você gostaria de tornar essa luta mais interessante? Eu proponho que você se junte a mim em meu lugar.”

Os olhos de Goku se ergueram, confusos. “...O quê? Como assim?”

"Estou te convidando," Freeza repetiu, estendendo a mão. "Você concordaria em vir comigo?"

"Uh... bem..." o Saiyajin hesitou, coçando a bochecha. "Eu... acho que sim."

Um brilho vermelho apareceu nos olhos de Freeza, que encaravam diretamente Goku. Instantaneamente, os dois guerreiros se viram em um mundo completamente diferente — uma paisagem ártica coberta de gelo e neve. Goku começou a olhar ao redor, maravilhado.

"Este é 'meu lugar'," Freeza explicou. "É um mundo ilusório em nossas mentes. Digamos que, se eu vencer aqui, vencerei a luta. O que acha disso... Super Saiyajin?"

"Por que não," respondeu Goku, com um sorriso no rosto. "Sabe, Freeza, eu não sabia que alguém como você era capaz de um truque como este."

"Precaução nunca é demais," respondeu o demônio, ainda sorrindo. "Uma vez encontrei um mago que me ensinou muitos truques desse tipo, antes de reduzi-lo a pó, é claro. Parece que depois de todo esse tempo finalmente tenho um uso para eles. Afinal, vocês Saiyajins são obcecados em encontrar um desafio, não são? Você tem coragem de aceitar este?"

"Sem problemas! Deve tornar as coisas muito mais interessantes."

"Perfeito..." veio a resposta de Freeza, exibindo um sorriso muito mais sádico.

O demônio desapareceu subitamente. Goku não sabia se era devido à magia dentro do estranho reino, mas encontrar seu inimigo não foi problema. Ele levantou o antebraço direito e parou facilmente a perna de Freeza, depois bloqueou o contínuo furor de golpes rápidos com pouco esforço. O tirano galáctico concluiu lançando um poderoso chute no rosto de Goku, que também foi interceptado.

O Saiyajin simplesmente agarrou sua perna e o direcionou de rosto para uma saliência rochosa coberta de neve. Freeza se recuperou rapidamente, voltando ao ataque sem pausa, mas Goku continuou a desviar de múltiplos ataques e até aproveitou uma abertura na defesa de seu adversário para desferir um chute livre no rosto do demônio — que acabou no chão com o queixo sangrando.

"Sabe, Freeza," Goku começou, com o rosto um pouco decepcionado, "aqui é bem frio, mas parece que é só isso. O terreno nem está a seu favor, você não acha que deveria ter escolhido um lugar melhor? Não acho que você possa me vencer aqui."

Nesse momento, o mal-estar que gradualmente começara a se instalar em seu corpo atingiu Goku. Ele começou a tossir, agarrando o peito. Sentia-se sufocado e em pânico. Será que a doença cardíaca daquela época havia retornado?

"Parece... que estou sufocando..." sussurrou. "E..."

Levantou a mão para o rosto, que parecia esticado, fino e cansado de alguma forma — apenas para perceber que rugas haviam aparecido! Ele estava espantado.

"Ah, então você finalmente percebeu?" Freeza gritou em um tom cruel. "Quase não há oxigênio nesta atmosfera. Cada um de seus movimentos vai esgotar suas reservas de ar aos poucos. E isso não é tudo, nosso processo de envelhecimento também é drasticamente acelerado nessa dimensão! Eu diria que, pelo que parece, você ganhou uns bons vinte anos. De qualquer forma, não me importo com os detalhes de como uma raça inferior como a sua envelhece."

Ele assumiu uma postura quase imperial, suficientemente cheia de arrogância, a de um verdadeiro monarca tirânico. A voz arrogante do demônio do Gelo continuou.

"Você vê, o frio, o ar, o inevitável avanço do tempo... tais coisas têm pouco efeito em seres superiores como eu. Super Saiyajin ou não, você é inferior! Esta batalha acabou antes mesmo de começar! Desista agora, tolo, antes que eu o acabe permanentemente!"

O rosto de Goku ainda tinha determinação. "Então não vamos perder mais tempo!" Goku exclamou, instantaneamente se transformando em super saiyajin 3.

Mas mal seus cabelos haviam alongado e ele voltou a afundar de volta em seus joelhos, de volta ao seu estado normal, sem fôlego e enfraquecido — instantaneamente esgotado.

"Não," murmurou, "meu corpo simplesmente não aguenta o nível três nessa idade, e especialmente não nessas condições!"

No momento em que terminou sua frase, Freeza avançou sobre ele. Ele chutou o Saiyajin na cabeça, fazendo-o rolar para longe e cair na neve. Goku se levantou novamente, dolorido, seu cabelo grisalho a cada segundo, e um impressionante bigode se formando acima do seu lábio superior. À medida que o tirano se aproximava novamente, ele rapidamente se transformou em Super Saiyajin dois e desferiu um uppercut no rosto de seu inimigo, derrubando-o e deixando um rastro de sangue na neve. Mas mesmo esse gesto simples agravou ainda mais sua condição física, trazendo tosses ainda mais violentas do que antes aos seus lábios.

"Ha ha ha..." Freeza riu, se endireitando. "Que divertido..."

Ele levantou no ar, segurando seu braço esquerdo acima da cabeça onde dois dedos estendidos começaram a brilhar. O Super Saiyajin, reconhecendo a técnica, mal teve tempo de cruzar os braços defensivamente na frente dele. Com velocidade deslumbrante, Freeza varreu seu braço lateralmente, uma longa rajada de energia criando uma enorme fenda em forma de crescente no chão — errando Goku por muito pouco. Mal o Saiyajin pousou, ele sentiu uma grande rocha voando rapidamente em sua direção. Disparando sua aura dourada, ele começou a voar pelo ar, esquivando-se das pedras que Freeza lançava telecineticamente — o tirano se recusava a permitir que Goku recuperasse o fôlego nem por um segundo, sem mencionar que ele estava se divertindo brincando com sua presa.

Enquanto o Saiyajin conseguia evitar com sucesso todos os projéteis que vinham em sua direção, ele foi pego de surpresa quando Freeza se escondeu atrás de uma das rochas, a esmagou e começou a golpear seu inimigo violentamente. O filho de Bardock foi lançado para longe, esmagando rocha e gelo enquanto deslizava pela paisagem. Triunfantemente, Freeza apontou um único dedo para Goku, que mal conseguia se manter de pé, e disparou um raio mortal. O Saiyajin, ainda no nível dois, conseguiu evitar a maioria deles, mas cada esquiva diminuía seus reflexos e deteriorava sua percepção. Um raio de morte roxo atingiu-o no peito, forçando-o a ajoelhar-se.

"Ah, como os poderosos caíram. Seus movimentos são tão lentos quanto os de um caracol agora, Super Saiyajin. É hora de eu acabar com isso antes que você desabe de velhice e me prive da satisfação!"

Levantando o braço no ar, o demônio do frio começou a formar uma esfera de morte negra rodeada por estalos roxos de eletricidade — o mesmo ataque que havia falhado em aniquilar Namek, usado por seu homólogo do universo 18, antes que a Bomba Espiritual a engolfasse.

"Adiós, seu macaco arrogante!" gritou o tirano, jubilante.

Goku sabia que havia alcançado seu limite físico, e até mesmo ficar de pé seria difícil. Em um último esforço, ele levantou a mão direita para se proteger. Vendo isso, Freeza apenas riu, enviando uma dúzia mais desses ataques em sua direção.

"Vá em frente e tente, não há como você desviar de todos!" exclamou Freeza. "Você está acabado! Apenas morra!"

As esferas da morte pareciam se aproximar dele em câmera lenta, como se fosse o momento climático de um filme. Freeza até fechou os olhos, saboreando a glória do momento — ele teria sucesso onde seu irmão havia falhado e venceria contra um Super Saiyajin! Mas quando ele abriu os olhos, sua visão inteira foi obscurecida pela forma da mão de Son Goku a meros centímetros à sua frente. O Demônio do Frio percebeu em uma fração de segundo que era a técnica de transmissão instantânea usada pelos Yardrats. Seu coração deu uma pausa, enquanto o Saiyajin mal sussurrava, sua voz incrivelmente fraca.

"...me-ha..."

Uma onda de energia azul irrompeu de sua mão, pulverizando a cabeça de Freeza, pois ele nem teve tempo de bloquear. O ataque a queima-roupa, mesmo por um Super Saiyajin dois muito enfraquecido, era demais para Freeza suportar.

De repente, os dois lutadores estavam de volta à arena em seus corpos respectivos, ambos em exatamente a mesma posição em que estavam antes de entrar no mundo ilusório. Goku imediatamente começou a tocar seu rosto e corpo, certificando-se de que estava de volta ao normal — e claramente bastante aliviado por estar assim.

"Ei, eu venci."

"Espera, o que aconteceu?" perguntou Videl para seu marido. "Eles apenas ficaram parados por alguns segundos sem se mover, e agora o Goku está dizendo que venceu...?"

"Foi uma batalha mental," explicou Gohan do universo 18. "Suas mentes se encontraram e lutaram. Eu costumava fazer isso com o Krillin às vezes para treinar."

Sem saber os detalhes exatos do combate, Gohan e muitos outros ainda detectaram os múltiplos aumentos e diminuições de poder dos dois guerreiros — embora o tempo tenha sido acelerado enquanto estavam na outra dimensão.

"Interessante," começou Vegeta. "Eu não achava que o Freeza fosse inteligente o suficiente para tentar algo assim. Ele sabia que teria que usar todos os truques do livro para ter uma chance de derrotar o Goku."

De volta ao centro da arena, este último suspirava aliviado, respirando fácil mais uma vez — enquanto seu oponente literalmente espumava de raiva. Freeza gaguejou, mal conseguindo conter sua frustração.

“Nnnn...Não! O que eu disse foi que se eu vencesse nossa batalha mental, eu também venceria a luta! Eu nunca disse nada sobre se você ganhasse! Esta luta não acabou, vou esmagar você, maldito macaco!!”

“Bem, okay,” Goku sorriu alegremente. “Se você insiste...”

Sem aviso, ele desapareceu, desferindo um forte soco esquerdo no Demônio do Gelo que o jogou no chão, desmaiado.

“Vitória para Son Goku do universo 18,” anunciou um Varga, “que, arriscando-se a se repetir, mais uma vez derruba seu oponente com um único golpe.”

A criatura estava completamente alheia à batalha mental que havia ocorrido, pensando que a luta mal havia começado. Nas arquibancadas, dois espectadores que observaram a luta começaram a falar — um distraído, o outro com mais cuidado.

“Sensei, o que você acha desse homem Goku?” perguntou o de cabelos mais claros. “Não há registro dele na associação de heróis, mas como você, ele parece mais do que capaz de encerrar cada uma de suas batalhas com um único golpe. Você acha que ele seria um oponente digno?”

Seu mestre, um homem careca de terno amarelo com luvas de couro vermelho, bocejou alto.

"Bem, acho que poderia ser interessante. Mas, verdade seja dita, só tive dois dias livres para assistir ao torneio — além disso, as vendas vão começar muito em breve, deveríamos realmente voltar. Vamos, Genos, assistiremos à reprise do torneio mais tarde se você estiver tão interessado."

"Espere, Saitama-sensei!"

Goku, voltando para a varanda do universo 18, tocou timidamente a parede com o dedo antes de pular por cima. É claro que estava desativada, desligada entre as lutas. Na varanda do universo 8, Cold e Coola ainda estavam em choque. Um Demônio do Frio tinha sido derrubado por um Saiyajin com um único golpe! Coola estava bastante ansioso para que seu irmão acordasse, mesmo que fosse apenas para humilhá-lo por durar um tempo ainda mais curto do que ele. Quanto a Cold, ele sabia que seu próprio oponente seria um Super Saiyajin muito mais poderoso — e ele a observava através da arena, perplexo. Talvez seu plano funcionasse afinal...

Ninguém, incluindo os próprios lutadores, percebeu que um certo Gênio havia testemunhado toda a batalha mental. Lá na varanda do universo 1, a bola esférica de Buu havia projetado-se na mente de Freeza para testemunhar o espetáculo. Ele não ficou surpreso com a perseverança de Goku, que ele havia visto em primeira mão em seu próprio universo muitos anos atrás.

‘Como esperado, Goku saiu vitorioso,’ ele pensou silenciosamente. ‘Por pouco, mas ele conseguiu. Certamente fiz bem em absorvê-lo todos esses anos atrás — sem dúvida uma das assimilações mais úteis, e uma favorita pessoal. Claro, aquela batalha fez pouco para revelar suas verdadeiras melhorias desde a última vez que nos encontramos, mas ajudá-lo teria sido inútil. Ele e Vegeta serão grandes oponentes sem qualquer assistência da minha parte!’

O anunciante Varga retomou o próximo combate com uma voz retumbante.

“E agora, a próxima luta! Majin Buu do universo 11 contra Uub do universo 18!!”

Uub estava tirando um momento para se alongar e se preparar para a batalha, quando Piccolo o abordou por trás.

“Tenha cuidado, Uub,” ele aconselhou. “Você já treinou contra o nosso Buu, mas como você sabe, este é muito diferente... Dentro dele, adormecido, há uma profundidade de mal insondável. Fique alerta.”

"Certo!" exclamou o jovem.

"Acabe com ele, rapazinho!" torceu um dos Heliotes. "Estamos contando com você, você consegue!"

Uub respondeu com um polegar pra cima e um grande sorriso antes de correr para dentro do ringue. Assim que seus pés tocaram o chão, ele sentiu a intensa pressão sobre seu corpo. Uma gota de suor até apareceu em sua testa.

"Sério... essa gravidade é ainda pior do que na sala de treinamento!" ele disse em voz alta.

Um alto clamor ecoou pelo estádio imenso.

O Gênio do universo 11 chamou seu nome, gritando "Buuuuuu!" enquanto ele se chocava contra o ringue — seu corpo sendo esmagado em uma poça grossa de marshmallow rosa sob a gravidade. O feiticeiro atrás dele colocou a mão na testa, envergonhado, enquanto Dabura também desviava o olhar.

Embora surpreso no início, aparentemente sem entender o que tinha acontecido, Buu repentinamente reformou seu corpo — ele pontuou seu sorriso com um "Ta-daaaa!!!" de cara boba. Ele sorriu, determinado e cruel. "Eu vou ganhar o torneio!!"

Desenhado por:

BK-81       64 65

HomolaGabor et Schalepetri      

DB Multiverse
Página 2365
DBMultiverse Colors
Página 201
Namekseijin Densetsu
Página 504
321Y
Página 300
Yamoshi Story
Página 11
DBMultiverse Special OAV - Broly Final War
Página 4
Romance DBM
Capítulo 123
Super Dragon Bros Z
Página 58
Chibi Son Bra did her best!
Página 160
25 Junho

Novo comic: Broly Final War!

[img][img]Este one-shot de Sayazur, Malpha e outros ajudantes começará na segunda-feira, dia 1º, e será lançado com duas páginas por semana!

Comentem esta notícia!

[partner]

Carregando os comentários...
Idioma Notícias Ler Autores Rss Feed Fanarts FAQ Ajuda Torneio Ajuda Universo Bônus Eventos Promos Parceiros
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês BrasileiroMagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaEuskeraLietuviškaiCroatianKoreanSuomeksiעִבְרִיתБългарскиSvenskaΕλληνικάEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsuBrezhonegVènetoLombard X