DB Multiverse

Notícias Ler Minicomic Fanarts Autores FAQ Rss Feed Bônus Eventos Promos Parceiros Ajuda Torneio Ajuda Universo
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               

DBM Universo dos Ciborgues (14): One Way

Escrito por Foenidis

Adaptado por Felipe e Henrique

Depois da morte dos guerreiros Z descritas em Twin Pain, os Universos 12 e 14 tiveram muitos ano em comum até começarem a se diferenciar um do outro. Quais eventos levaram à vitória de Trunks em um deles, e ao reinado dos Humanos Artificiais no outro?


Parte 1 :123456789
Parte 2 :10111213141516
Parte 3 :1718192021222324
[Chapter Cover]
Parte 3, Capítulo 21.

Traduzido por Henrique


Por alguns segundos, um silêncio estranho reinou predominantemente sobre o espaço da natureza que tinha sido abandonado por um voo salutar de uma fauna cujo instinto infalível de sobrevivência tinha predominado. Tudo o que restou foram os sete lutadores parados como estátuas nesse momento do capítulo de sua luta até a morte. O tipo de ocorrência a qual cada um podia sentir a vida palpitando dentro de si mesmos, o valor inestimável de cada batida de seus corações. A sensação de estar vivo assumia um novo sabor para quem estava consciente de quão frágil realmente isso é.

Apenas para alguns, essa fragilidade gerava uma agradável sensação de onipotência!

Como é que alguém poderia se sentir mais vivo distribuindo a morte por sua vontade? Como pode ser possível se sentir maior com a incrível sensação de ver plebeus comuns curvarem-se em relação à simples menção de seu nome?... Para sentir o respeito e o medo exalado por cada célula viva em toda a galáxia?

Um Deus vivo! Aquele que é apto para desfrutar deste poder!

E agora, uma peça verde insignificante de lixo montado com duas antenas moles se atreveria a acreditarem si mesmo tendo um adversário com algo tão divino?!

Cold tentou disfarçar o desespero que foi violentamente subindo nele. Este inseto sentiria a ira divina antes que ele pudesse sequer compreender sua situação!

Além do ódio ardente culminando dentro da escuridão de seus olhos e seu pulso perceptivelmente fraco que só poderia ser discernido pelo afloramento de suas veias, o ex-demônio poderia facilmente ter sido confundido com uma verdadeira estátua com a retenção perfeita que teve com si mesmo.

A fumaça sob a montanha... Até mesmo mestres na arte do combate poderiam chamá-la de perfeição. Mas para o Namekuseijin, só uma coisa importava: a eficiência!

Ele sabia muito bem que, mesmo se Cold tentasse esconder sua frustração, a confiança que ele mostrou praticamente deixou o seu adversário indiferente... as flutuações no ki da criatura com chifres mostraram isso! Além disso, os espasmos incontroláveis a partir do final de sua cauda eram tão eloquentes. Em contraste, o alto Namekuseijin nem sequer olhava como estava sua guarda, no entanto, para cada um de seus músculos, a menor parte de seu sistema nervoso estava pronto para reagir a qualquer uma das solicitações do adversário.

Literalmente cativado por essa batalha de inteligência, Son Gohan e Tenshinhan quase esqueceram sobre o seu outro adversário. No entanto, o silêncio sepulcral que santificou o campo de batalha deve ter servido como uma chamada!

Observando de cerca de oitocentos metros, Bulma estava querendo saber por que todo mundo parou. A calma súbita era tão estranha quanto preocupante. A partir desta distância, os olhos humanos simples tiveram um momento difícil para seguir o que estava acontecendo durante a batalha... mesmo quando eles estão parados, ela precisava de um pouco de concentração e foco antes que ela pudesse distinguir cada um dos sete protagonistas, essencialmente pelo tamanho de suas silhuetas parecidas com pontos e da cor de suas roupas. Uma tarefa tediosa quando separados por tal distância. Felizmente, ela tinha Pual ao seu lado, cujos olhos eram um pouco mais treinados, para ajudá-la a confirmar suas especulações..

O que poderia significar a aparente paralisia aparente do campo de batalha? Poderia ser que eles concordaram em esperar a chegada anunciada de Goku, como foi feito durante a batalha contra Vegeta e Nappa? Sim, isso tinha que ser isso! Que outra razão que eles tinham para parar? Pela aparência de todos, parece que a espera seria muito estranha, mas pelo menos ninguém iria arriscar suas vidas além de que seu velho amigo, sem sombra de dúvida, vai rapidamente acabar com esses dois monstros assim que ele chegar aqui!

Quanto a Pual, ele não disse nada. Todos os seus sentidos estavam concentrados em um único ponto por todo o caminho no campo de batalha: seu amigo Yamcha!

Algo não estava certo! Pelo que ele podia compreender, sua postura não tinha nada natural para ele, muito longe de suas posições de batalha habituais. Quanto mais ele olhava para ele, mais a sua intuição sugeria que sua imobilidade atual era anormal. Embora ele era incapaz de sentir kis, a pequeno bola de pelos não podia deixar de sentir uma sensação estranha, como se uma vibração estava sendo emitida por seu amigo, uma fraca, mas agonizante. Pual não sabia o que pensar sobre o que seus sentidos lhe diziam, muito menos o que decifrar a partir deles, e encontrou-se à mercê de um susto visceral que não podia explicar exatamente, o que acentuou ainda mais o seu desconforto.

A vibração fraca detectada pelo pequeno bicho polimórfico era realmente a de um grito, ou melhor, a de um grito mudo e doloroso. Podia senti-lo também; a angústia e raiva nasce do sentimento de impotência quando é forçado a testemunhar o tormento de um amigo querido.

Agora mantido prisioneiro pelo aperto intangível de Freeza habilidades psíquicas, Yamcha não podia mover a menor muscular por uma polegada. Até mesmo sua respiração era um sofrimento sob a pressão de sua própria caixa torácica. Ele estava em um silêncio sufocante, literal e figurativamente... seu corpo foi rapidamente perdendo oxigênio conforme ele estava concentrando todos os seus músculos em uma tentativa fútil de libertar-se, enquanto sua mente estava literalmente à beira de implodir.

O carrasco bio-mecânico parecia se divertir com o tormento dos dois amigos mais antigos de Goku. Sem o menor esforço visto em seu rosto desfigurado mecanicamente, uma risada soou de forma intermitente em sua garganta enquanto a alegria indisfarçável dançava em seus olhos.

Na frente dele, a agonia do nanico careca estava atingindo o seu clímax. Ele observou em delírio o pulsar frenético de suas veias anormalmente inchadas no pescoço, o curioso deslocamento de cores que esta bola de bilhar havia passado, passando de um tom carmesim violento a um lívido pálido sublinhado por um belo azul nos lábios... os espasmos de agonia que cerravam ainda mais os dedos impotentes a cada instante... e não vamos esquecer, especialmente... do medo e pânico que estava revirando os olhos injetados de sangue em todas as direções em suas órbitas. Mas o destaque mais notável foi esse olhar meio morto já conhecido por si próprio!

Era praticamente uma pena que isso iria acabar tão rapidamente...

Os lábios roxos do torturador esticados só poderiam ser descritos como um sorriso muito perverso. Em um suspiro que era ao mesmo tempo doloroso e libertador, Kulilin poderia finalmente puxar um gole longo e crítico do ar, com o repentino fluxo de sangue irrigando seu cérebro, que estava à beira do desmaio. O azarado nem sequer teve tempo para uma segunda ingestão antes de seu carrasco voltar a fazer isso novamente.

Lágrimas de raiva agora estavam caindo pelas bochechas de Yamcha. Nada! Não havia nada que pudesse fazer! Mais nada a fazer senão olhar para os amigos aterrados, esperando que eles sentissem seu pedido de ajuda. Ele reuniu todos os seus poderes espirituais, concentrando seus esforços em uma tentativa vã de telepaticamente chamá-los. Mas dominar essa arte delicada não fazia parte de suas habilidades e seus gritos de desespero foram perdidos no ar.

Os dois jatos de energia vermelho jorraram com um brilho inimaginável! Ninguém poderia ter os evitado! Isso é o que Rei Cold pensou, pelo menos.

No entanto, Piccolo, em estado de alerta, foi capaz de evitar habilmente os feixes mortais expelidas pelos olhos do extraterrestre.

Enfurecido por ter perdido um ataque tão impecável, o pai de Frieza prolongou a emissão de seus mortais lasers duplos, perseguindo o diabinho verde que ousou brincar com ele como se fosse um tolo. Os feixes de pura energia rasgaram através do solo, cavando vários sulcos profundos... cortando montes e rochas como se fossem manteiga derretida.

De repente, no caminho dessa contemplação mortal, Son Gohan e Tenshinhan tinham apenas uma fração de segundo para trancar suas direções distintas à luz da provação de Piccolo. De fato, o agressor era incrivelmente ágil e o guerreiro Namekuseijin não podia virar a mesa. Não havia maneira de contra-atacar!

Felizmente, ele não estava sozinho em sua luta. O ataque duplo bateu Cold com força total, completamente surpreso com o próprio objeto de sua perseguição. O golpe devastador que ele não esperava o desestabilizou por um momento, o suficiente para ele se curvar sob a sua pura força. Com essa surpresa terminou a emissão de seus raios oculares.

Tenshinhan teria prazer em usar esse momento de vantagem para atirar nele um Kikōhō... mas ele já não tinha mais forças para isso. Ele, então, resolveu se juntar ao ainda muito jovem filho de seu antigo rival para fortalecer o Kamehameha explosivo que ele estava preparando, já começando as primeiras sílabas da técnica devastadora.

— "COLD!!"

Piccolo tentou chamar a atenção do seu alvo.

— "Toma isso!"

Lasers duplos saltaram fora dos olhos do Namekuseijin, atingindo o rosto do monarca que estava reunindo suas forças. Um mau cheiro de carne queimada rapidamente se espalhou nos arredores conforme os alienígenas de pele dura chiaram sob o intenso calor do ataque de seu oponente.

Este insulto à sua pessoa ainda mais enfurecido Rei Cold. Sua raiva literalmente explodiu em um lançamento incrível de ki que varreu tudo o que estava em seu caminho.

Freeza teve o cuidado de formar uma bolha protetora ao redor de seus brinquedos e a si mesmo. Muito mais próximo do epicentro desta explosão formidável, Piccolo, Son Gohan e Tenshinhan não podiam evitar de serem arrastados como poeira em uma tempestade.

Enquanto estava recuperando o equilíbrio, o guerreiro Namekuseijin sentiu seu coração desligar sob a pressão de um sentimento vazio de ansiedade. Ele não tinha certeza, mas no momento Cold deixou sua energia explodir, verificou-se que o nível de luta do Rei superou o que parecia ser o máximo! Claro, a adrenalina produzida pela raiva pura tinha que ser a causa deste ponto... mas ninguém poderia emitir poder que não têm! A perda de auto-controle pode levar alguns a liberar energia a partir de recursos desconhecidos. Desconhecidos, ou melhor, recursos escondidos!

Seu olhar, em seguida, caiu sobre três figuras completamente imóveis levitando ainda no ar. Freeza usou diferentes formas de mascarar e conter seu próprio poder... Porém, um pequeno detalhe em breve cortou o curto reflexo de Piccolo. Os três protagonistas poderiam parecem estar presos no status quo de uma conversa, mas...

A massa de um corpo gigante de repente mascarou seu ponto de vista da cena.

Cold tinha se juntado a ele e um sorriso predatório revelou os dentes do tirano no momento preciso que uma luz ofuscante brilhou em sua mão.

— "CUIDADO!"

O aviso de Son Gohan chegou a ele tarde demais, o ataque atingiu seu mentor à queima-roupa, que estava agora violentamente caindo em direção ao chão. As rochas explodiram sob o impacto brutal da queda.

Surpreso com a reviravolta, Tenshinhan atacou o inimigo, furiosamente rugindo! Levado pela raiva, ele começou a martelar cegamente o rosto do gigante com golpes que pareciam invisíveis aos olhos comuns.

Imaginando que negócio tinha com este lutador de três olhos, Cold tomou o golpe completo sem sequer pestanejar. Ele poderia honestamente se importar menos do que um búfalo cercado de moscas.

Gohan imediatamente aproveitou a distração para correr até o corpo inerte de Piccolo. Ajoelhando-se ao lado dele, ele gentilmente levantou a cabeça enquanto as lágrimas turvavam sua visão jovem. As pálpebras verdes permaneceram fechadas, mas a voz que falou com ele não era de forma alterada:

— "Não se preocupe comigo, Eu vou me virar! Deixe Cold comigo... Kulilin e Yamcha precisam de você!"

— "Kulilin e Yamcha?"

Son Gohan olhou para o trio que à primeira vista parecia tão calmo ... apenas para a pele da criança perder toda a cor.

E Tenshinhan?!

Comentários sobre esta página:

Carregando os comentários...
[pt_BR]
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês Brasileiro
MagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaCroatianEuskeraLietuviškaiKoreanБългарскиעִבְרִית
SvenskaΕλληνικάSuomeksiEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsu