DB Multiverse

Notícias Ler Minicomic Fanarts Autores FAQ Rss Feed Bônus Eventos Promos Parceiros Ajuda Torneio Ajuda Universo
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               

DBM Universo dos Ciborgues (14): One Way

Escrito por Foenidis

Adaptado por Felipe e Henrique

Depois da morte dos guerreiros Z descritas em Twin Pain, os Universos 12 e 14 tiveram muitos ano em comum até começarem a se diferenciar um do outro. Quais eventos levaram à vitória de Trunks em um deles, e ao reinado dos Humanos Artificiais no outro?


Parte 1 :123456789
Parte 2 :10111213141516
Parte 3 :1718192021222324
[Chapter Cover]
Parte 3, Capítulo 19.

Traduzido por Henrique


Pouco tempo depois, todos estavam no topo do monte rochoso o qual eles se encontraram na parte de trás. Seu topo acabava em um declive suave, de modo que o grupo pudesse ficar alongado para assistir Piccolo, Freeza, e o lutador alto desconhecido, embora estivessem fora de sua vista. Bulma finalmente terminou sua trabalhosa subida apenas para descobrir que os homens estavam tão próximos um do outro, pois não havia nenhum ponto vantajoso sobrando.

— "Cavaleiros até o fim, pessoal! Como é gentil da sua parte me ajudar a chegar aqui em cima, e eu posso apreciar o fato de que você está me mantendo nesse ponto!"

Mas nenhum deles parecia mesmo ouvi-la... Eles foram muito cativado pelo trio envolvido no confronto na outra paisagem ainda mais longe daqui.

— "Então, ele que é o Freeza... Que enorme!"

Kulilin imediatamente corrigiu Yamcha:

— "Não, você entendeu errado... O Freeza é o menor! Bem, ele parece ser um pouco diferente, mas é ele. Aquele é o seu ki."

Tenshinhan resmungou:

— "Seja o grande ou o pequeno, são todos a mesma coisa. Eles são ambos tão repulsivos e assustadores na força quanto o outro."

Gohan notou um detalhe importante:

— "Eles não estão usando rastreadores!"

— "Oh, exatamente o que precisávamos! Eles sabem como sentir ki?! Como se nós já não estivessemos mortos...", disse Kulilin, com um suspiro pessimista.

— "Assim como Vegeta... Eles devem ter aprendido vendo a gente fazendo isso...", disse o filho de Goku.

Retomando sua irritação, Tenshinhan expressou-se, sem que ninguém realmente saber a quem foi dirigido especificamente.

— "Maldito!"

Irritado com o fato de que ela não podia obter a sua atenção, e frustrada que ela não podia ver nada... Bulma de repente agarrou o tornozelo de Yamcha para puxá-lo bruscamente mais abaixo. Surpreso, o namorado dela não poderia deixar de permitir que um audível "Hey!" escapasse de sua boca, enquanto derrubava parte da superfície rochosa.

Coletivamente, todos os outros se viraram para lançar-lhe um olhar assassino enquanto gritavam suavemente "Silêncio!!".

Preocupado com o barulho, até mesmo Pual, embora ainda sob a forma de um coelho, virou-se para declarar o seu ponto de vista:

— "Faça mais barulho enquanto vocês estffão ai! Seremos mortffos muitffo mais rápido.. (Então, irritado com o defeito em sua fala corrente) Tente Estupitffo!"

O pobre Yamcha, que nem sequer sabia o que dizer, se atreveu a fazer a menor queixa quando Bulma literalmente terminou a subida rastejando sobre ele. Satisfeita, ela agarrou a mão de Gohan que foi estendida para ajudá-la.

— "Obrigado, Gohan... Pelo menos alguém aqui entende as mulheres, ao contrário de todos esses outros babacas! Como se fosse fácil escalar essa coisa vestindo uma saia! Olhe para isso, eu tenho cortes por todo os meus joelhos!"

— "Ninguém forçou você a ficar!"

Ela ignorou completamente a observação de Yamcha; e desde que ela foi sentar-se para obter uma visão melhor, Kulilin, que estava à sua direita, lembrou ela da situação:

— "Fique abaixada! Se nos virem, estamos acabados!"

A jovem mulher então se inclinou um pouco mais para baixo assim como seus companheiros.

— "O que você está fazendo?!"

Esta questão foi dirigida a Kulilin, que foi focada no achatamento do cabelo abundante de sua amiga. Ele respondeu com um sorriso de desculpas:

— "Com esta cor, é fácil ver um cabelo desse jeito!"

Ele então começou a ter segundos pensamentos, notando a súbita explosão de raiva que coroou os olhos com o alvo em que ele estava focado:

— "Não, espere...! Parece incrível... Realmente original, também... Você sabe o que estou dizendo, certo...!?"

Bulma estava furiosa!

— "Você tem algum problema com o meu cabelo?!"

Yamcha, que tinha conseguido chegar, deslizando entre Bulma e Gohan desajeitadamente tentou apoia-la:

— "Não, ela está certa Kulilin... De longe, pareceria como flores, você sabia?!"

Um grande martelo, que aparentemente surgiu do nada, bateu contra o crânio do tolo sem tato, enquanto um sorriso sanguinário instantaneamente se formou na face agora arrogante de Bulma.

— "Ai! O que eu disse agora?!"

Ignorando-o, a jovem desconfiada concentrou sua atenção sobre os dois visitantes:

— "Então, o Freeza é o baixinho com uma cauda metálica? Eu não imaginava que ele era desse jeito!"

Tenshinhan ficou surpreso:

— "Você não viu ele em Namekusei?"

Kulilin respondeu:

— "Claro que não! Ela teria sido morta também, se ela tivesse..."

Em seguida, ele acrescentou, com um sorriso irônico:

— "Ele não tinha nenhuma parte metálica em Namekusei... Parece que Goku conseguiu mexer nele muito bem!"

Tenshinhan resmungou:

— "Ele deveria ter o matado ao invés de brincar de mecânico!"

— "E a coisa alta de aparência pacífica ao lado dele? Quem é aquele?" perguntou Bulma.

Kulilin não poderia deixar de rir, enquanto Yamcha estava chocado em certa medida.

— "Bulma ! Isso não é engraçado!"

— "Então, o que ...? Piccolo jogou sua capa fora... É para nos dizer que tudo está perdido... Pode ser muito bem a última vez que nós rimos se morrermos? Você não acha que vai ser menos assustador desse jeito?"

Kulilin depois voltou seu olhar para o trio, que foi dominado pela figura alta armada com chifres enormes.

— "É verdade que assim dessa forma..."

Gohan colocou todos novamente em perspectiva:

— "Vamos, Senhor Kulilin... Você sabe que quando Piccolo joga sua capa fora, não é para desistir... É totalmente o oposto, na verdade!"

— "Você está certo... O que eu daria para saber o que eles estão falando lá..."

A voz profunda de Tenshinhan acrescentou:

— "Nós devíamos ter vergonha de nós mesmos... Você faria melhor para encontrar uma maneira de escutar Piccolo lá fora em vez da trocar brincadeiras infantis!"

Encarando Freeza e seu pai... Piccolo recuperou um pouco de fé.

O fato de que o indivíduo alto não era outro nada menos que Rei Cold, o pai de Freeza, não foi uma boa notícia. Isso implica que um poderia defender o outro. O Pai iria defender o Filho, e vice-versa.

Não... A boa notícia foi o que acabara de ouvir.

Enquanto arrogantemente se gabava sobre como ele podia matá-lo quando quisesse, Freeza disse que o retorno de Goku para a Terra era iminente. Os Frost Demons tinham apenas algumas horas à frente dele.

O cérebro de Piccolo estava trabalhando a todo vapor. Como ele iria segurá-lo até o retorno do Super Saiyajin?

Desde que estava ouvindo, os idiotas escondidos mais atrás não foram sequer capazes de planejar uma estratégia digna, e Vegeta manteve-se longe de ser encontrado. Impossível saber se haviam meios que dependessem dele ou não.. Embora, ele deixou claro que era crucial para não repetir os erros cometidos em Namekusei. Eles estavam errados em desafiar Freeza um por um, um após o outro. Eles subestimaram ele, e foram surpreendidos e oprimidos pelo poder de cada uma de suas transformações.

Não... Sua única chance era combinar os poderes. Juntos, eles deviam ser capazes de segurá-lo, pelo menos até Goku chegar.

Segurando-o por trás... Se ele estivesse sozinho, sim. Mas ele não estava. Há dois deles, e Cold parece ser quase tão forte quanto o seu filho... E quem sabe ?! Ele ainda poderia ter outras transformações na manga!

Isto é o que passou pela cabeça de Piccolo, enquanto tentava atrasar a batalha inevitável.

Ele lentamente fechou os olhos para se concentrar melhor. Surpreendido no início, Freeza ficou rapidamente irritado com o que ele pensava que era uma provocação.

Escondido atrás do monte da rocha, o rosto de Gohan assumiu um olhar atordoado. Ele ouviu uma voz muito familiarizada ecoando em sua cabeça:

— "Ele vai atacar a qualquer momento, agora... Goku deve chegar aqui dentro de algumas horas... JUNTOS, PODEMOS VENCER ISSO! FIQUEM PRONTOS!"

Bem ao lado dele, Yamcha notou a ausência do jovem rapaz, cujo rosto estava lentamente sendo invadido por um grande sorriso.

— "Gohan...? Gohan, você está bem?"

Gohan queria que sua alegria explodisse, para saltar em torno de excitação, para se atirar alto no céu e deixar o mundo saber de sua felicidade. Mas ele teve que se conter para anunciar a grande notícia!

— "Ele está vindo... Papai está vindo!"

Bulma foi a primeira a reagir:

— "Você está dizendo que Goku está finalmente voltando para casa?"

Surgindo em cima do ombro de Bulma, Kulilin era cético ao examinar o rosto de seu jovem amigo:

— "É isso aí... Ele ficou no sol por muito tempo... O que será quee Chi-Chi vai fazer com a gente agora?!"

Tenshinhan perguntou por mais detalhes:

— "Deixe-o falar! De onde você tirou isso, Gohan!?"

— "É o senhor Piccolo... Ele que me disse!"

Yamcha não podia acreditar:

— "Piccolo? eu não ouvi nada. Você pode ouvi-lo dessa distância?"

Kulilin então olhou cansado:

— "Claro que não, ele o contatou telepaticamente!"

— "Oh? Piccolo pode fazer isso?"

Bulma sobrecarregou ainda mais o menino com perguntas:

— "Bem, isso é tudo de bom, mas... Quando será que vai estar aqui, exatamente?!

E como ele sabe que de qualquer maneira...? ele é um cara psíquico, agora?"

Kulilin balançou a jovem com um empurrão amigável.

— "Não se faça parecer estúpida... Freeza deve ter-lhe dito isso. Isso explicaria por que ele está na Terra. Ele veio para esperar por ele!"

Gohan parecia sério de novo:

— "O senhor Piccolo me disse que estaria aqui "daqui a algumas horas"... Ele também me disse que ele iria atacar a qualquer segundo agora, e que devemos estar prontos."

— "Isso não é bom... Isso significa que não podemos simplesmente parar ele com palavras até que Goku chegue aqui." concluiu Kulilin, olhando sombriamente.

Tenshinhan começou a tomar voo.

— "Façam o que quiser... Mas eu não vou ficar aqui mais um minuto sem fazer nada!"

No instante seguinte, apesar da tentativa de Kulilin segurá-lo, o guerreiro de três olhos voltou para baixo da posição vantajosa improvisada para desaparecer entre o terreno rochoso.

Pual, em seguida, chamou a atenção de todos:

— "Cuidado! Parece que eles estão começando a se mover!"

Freeza estava realmente perdendo a paciência!

— "Eu planejei a aniquilação dos terráqueos para ser o presente de boas-vindas para aquele macaco imundo... mas seu amigo Namekuseijin como o tapete vermelho parece ser uma boa!"

Cold riu:

— "Nós temos mais do que tempo suficiente para fazer ambas as coisas!"

— "Está certo." respondeu o filho, acrescentando ao risonho sádico o qual ele era afeiçoado.

Sem a menor chance, Piccolo de repente partiu para a ofensiva, gritando, tendo decidido aproveitar o fator surpresa!

— "ISSO NÃO SERÁ TÃO FÁCIL QUANTO PENSA!!"

Momentaneamente desaparecendo, ele reapareceu atrás dos dois extraterrestres. No momento em que virou-se... Ele foi embora de novo... apenas para reaparecer na frente deles e desaparecer de novo...

Cold resmungou:

— "Isso é uma brincadeira?!"

Freeza, no entanto, ficou exaltado, esbanjando um sorriso na lateral de seu rosto:

— "Por favor, papai, deixe-o comigo... Eu vou tomar cuidado!" e ele também chiou indo para longe.

Na verdade... Piccolo foi rapidamente derrotado em seu próprio jogo.

Freeza, mais rápido do que ele sem comparação, estava curtindo aparecer bem na frente dele, às vezes debaixo de seu nariz, outras de costa a costa... ou nariz com nariz, com o tirano flutuando no ar, de cabeça para baixo. Cold observava a diversão do seu filho com um sorriso típico de um pai orgulhoso de seu filho, cuja vitória era certa.

Entendendo que isso levou a nada e só o colocou à mercê de seu oponente, Piccolo tentou parar o que tinha crescido fora de seu controle. Mas Freeza não o via! Aparecendo ao lado das orelhas do Namekuseijin, ele murmurou-lhe uma palavra... depois outro na orelha oposta, em seguida, novamente, e assim por diante, se movendo tão rápido que, a sentença até soou fragmentada:

— "Se você parar, Eu te mato!"

As presas de Piccolo estavam contorcidas de raiva assim como o seu rosto. A ideia de ser o brinquedo desta monstruosidade irritou-o. Mas temos ainda de ganhar algum tempo! O que os outros estão fazendo?

Naquele momento, um grito rasgou através do ar:

— "Taiyōken!"

Comentários sobre esta página:

Carregando os comentários...
[pt_BR]
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês Brasileiro
MagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaCroatianEuskeraLietuviškaiKoreanБългарскиעִבְרִית
SvenskaΕλληνικάSuomeksiEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsu