DB Multiverse

Notícias Ler Minicomic Fanarts Autores FAQ Rss Feed Bônus Eventos Promos Parceiros Ajuda Torneio Ajuda Universo
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               

DBM Universo dos Ciborgues (14): One Way

Escrito por Foenidis

Adaptado por Felipe e Henrique

Depois da morte dos guerreiros Z descritas em Twin Pain, os Universos 12 e 14 tiveram muitos ano em comum até começarem a se diferenciar um do outro. Quais eventos levaram à vitória de Trunks em um deles, e ao reinado dos Humanos Artificiais no outro?


Parte 1 :123456789
Parte 2 :10111213141516
Parte 3 :1718192021222324
[Chapter Cover]
Parte 3, Capítulo 20.

Traduzido por Henrique


Freeza e Cold levantaram suas cabeças em conjunto com o som da inesperada voz trovejante. Eles só tiveram tempo para ter um vislumbre da enorme figura de um lutador com os dedos esticados em cada lado do rosto. Um intenso flash de luz instantaneamente enxugou seus sentidos perceptivos. Freeza deixou sua raiva ecoar:

— "Maldito!"

Outro grito mais alto ecoou:

— "JUNTOS!!"

Piccolo, que, claro, havia coberto os olhos ao ouvir o ataque, já estava com seus braços apontados, pronto para desferir um golpe contra a dupla tirana que estava agora a algumas dezenas de metros acima do chão.

Ele atacou no mesmo momento que Tenshinhan, que se manteve relativamente na mesma posição, salvo pelas mãos, cujos dedos estavam agora unidos, visando o duo.

A Bakurikimaha de Piccolo atingiu as duas figuras, agora no chão, exatamente no mesmo instante que o Kikōhō de seu companheiro de três olhos foi desferido.

Os dois alienígenas desapareceram nas chamas da explosão que fez tremer toda a região, resultando no colapso de muitas das formações circundantes e na retirada em pânico da fauna escassa que habitava esta região desolada.

Pual estava deslumbrado com a onda de choque, enquanto que uma desorientada Bulma desequilibrou-se caindo para baixo das rochas que a abrigavam. Antes que ela pudesse voltar para cima, Yamcha a agarrou pelo quadril para levá-la tão longe do campo de batalha quanto fosse possível.

Enquanto isso, Kulilin tinha se juntado aos dois lutadores.

Ele foi recebido com grunhidos:

— "Isso não é o suficiente!" Seguido por: "MAIS FORTE!!"

Piccolo deixou sua raiva e frustração explodir em um grito de guerra, enquanto concentrava toda a sua energia no centro de seus oito dedos novamente. Com um rosto contorcido pela agonia, Tenshinhan também concentrou seu ataque com as mãos juntas e disparou:

— "KIKŌHŌ!"

Pela segunda vez, a paisagem tremia enquanto um abismo formou-se sob a pressão do poderoso poder do atleta de três olhos.

— "... HAAAAAAAAAAAAA!!"

O eco da rajada ainda estava a ressoar, quando Kulilin lançou sua melhor técnica, com todo o poder que tinha dentro de si. Um poder agora gigantesco para um guerreiro nascido na Terra, um nível totalmente inimaginável ainda... mas ainda assim era ridículo em comparação aos dois monstros que tinham vindo para causar estragos em todo o planeta.

Kulilin, que tinha testemunhado uma amostra de poder do tirano intergaláctico, sabia que, mesmo juntos, eles só tinham uma pequena chance de terminar vitoriosos a batalha contra o pai e o filho. A menos que Vegeta se juntasse a eles. O Saiyajin nunca parou de treinar devido ao seu objetivo de derrotar Goku... Quem sabe o quão forte ele poderia ter se tornado até agora?

Mas do príncipe orgulhoso, nem um único traço, conforme cinco figuras se espalhavam em cinco pontas na formação de estrelas em um céu encoberto pela liberação de luz dourada; uma nuvem de poeira etérea formou-se pela força do desespero.

Tenshinhan estava certo, afinal. Nós não podíamos contar com um antigo subordinado de Freeza. Canalha ingrato! O pequeno homem sentiu a raiva intensificar seu ataque, para sua vantagem.

Na verdade, o ex-aluno da Escola Tsuru, que tinha usado grande parte de sua energia vital nos seus dois Kikōhōs, foi o primeiro a cair vítima do esforço de suas rajadas de Ki. Seus braços esticados eram nada mais do que um inferno no qual ele derramou até a última gota de força que conseguiu reunir conforme grandes gotas de suor escorriam por seus músculos inchados pelo esforço. O guerreiro cerrou os dentes com tanta força que ele sentiu a sensação de afundar suas mandíbulas; ele precisava de toda a determinação possível para focar a sua energia vital e extrair mais de suas reservas de força sem cessar fogo. Ele ainda podia sentir seu inimigo. Ele poderia dizer que ainda estava dentro da luz fervente que qualquer outra pessoa estaria convencida de ser capaz de aniquilar qualquer coisa.

Yamcha, que se juntou a batalha depois de colocar sua namorada a uma distância segura, deu tudo de si também. Ele estava no auge de sua vida jovem. Com seu medo de mulheres dominado quando se encontrou com Bulma, ele realmente queria compensar o tempo perdido. Não há nenhuma maneira de ele deixar-se morrer agora, ainda mais neste, dentre todos os momentos... não com a vida sendo tão boa! Isso foi o que o ex-bandido pensou consigo mesmo, a fim de esquecer o medo e a torção do intestino que o atormentou quando sentiu a energia emitida pelos dois alienígenas. Ele lançou um olhar para Gohan, que também estava dando-tudo do que tinha em si no ataque coletivo. E pensar que esse rapaz teve a audácia de desafiar um monstro no distante planeta Namekusei! As bochechas de Yamcha estavam rubras de vergonha. Gritando, alimentado por sua motivação final, ele também estava indo para tirar o poder de dentro de seus recessos mais profundos e superar seus limites.

E, de fato, o jovem guerreiro abriu seu coração em seus ataques!

Testemunha do tirano dono de uma crueldade sem limites, Gohan iria fazer de tudo para manter o planeta e evitar seus habitantes de experimentar tal maldição. Freeza não o assustava! Seu pai o derrotou, então vencê-lo não deve ser impossível! E com isso, ele colocou toda a energia que seu jovem corpo Sayajin tinha dentro em um Kamehameha maior ainda, sem sequer se preocupar com a sensação de queimação que chamuscava suas pequenas mãos.

Do alto do promontório que ela tinha acabado de fazer seu caminho, Bulma começou a se vangloriar, saltando no ar, enquanto atirava seus pequenos punhos por todo o lugar como uma líder de torcida durante o fim do jogo. Mesmo em sua distância atual, a cúpula infernal tomou proporções verdadeiramente impressionantes conforme ventos anormalmente quentes varriam a poeira da paisagem em redemoinhos surreais sob o estrondo interminável de trovões que sinalizavam o fim do mundo.

— "Dê-lhes o inferno, meninos! Destruam esses pedaços de lixo! Queime-os no chão! Vocês são os melhores, WOOHOOOO!!"

Ligeiramente acima dela, Pual, que havia retornado à sua forma original, com sua cauda eriçada de excitação, torcia por seu próprio campeão pessoal, que ele quase não podia distinguir entre as várias figuras cercadas por uma nuvem de pó.

— "Você consegue Yamcha... Você é o melhor!"

Para os dois amigos, com tal poder desencadeado, não havia nenhuma razão para duvidar da vitória. O universo seria finalmente livrado daqueles psicopatas perigosos!

De repente, Bulma parou cada movimento dela, com os braços congelados em pleno ar, como se fosse vítima de um feitiço estranho, com seus olhos arregalados de descrença e seu queixo caiu em um som engasgante. Finalmente, ela gaguejou:

— "Mas... Mas... Você não pode estar falando sério!"

No centro da fantástica exibição da fúria escaldante aureolada na luz irreal filtrada pela poeira... a jovem cientista tinha acabado de avistar algo atingindo em cheio as pequenas figuras que criaram a cúpula assustadora com força total!

Tenshinhan, se aproximando da exaustão, não reuniu mais do que um fluxo tênue quando engasgou em choque. Drenado completamente, o lutador não tinha mais o reflexo de reagir e parar o ataque de seu gigantesco adversário, surgido tal como um diabo do inferno!

Pesada foi a queda do terráqueo. No entanto, seria necessário mais do que isso para derrubá-lo, e ele rapidamente se levantou. Apenas a tempo para escapar de um golpe que poderia ter o decapitado, afastou-se do percurso de um foguete branco e azul.

Gohan soube reagir rapidamente ao ver Cold seguindo seu amigo no chão, e apesar de sua força, o rei foi pego de surpresa pelo ataque do menino.

Embora rochoso, o solo foi riscado com dois longos sulcos formados pelo alienígena que tinha sido empurrado através dele. A carga poderosa do jovem guerreiro não foi suficiente para derrubar o monarca. Um leve grunhido vibra dentro da garganta deste último, enquanto um sorriso zombeteiro contrastava com a crueldade de seu olhar.

De onde estava, Piccolo estremeceu ao perceber que seu afilhado era agora o centro da atenção do monstro com chifres. Ele também cessou fogo. De qualquer maneira, eles obviamente falharam. A urgência tinha precedência sobre tática. Não era mais uma questão de vitória, mas da simples e pura sobrevivência!

O Namekuseijin alto mal teve tempo de desaparecer, pouco antes de reaparecer feito um meteoro, girando na direção exatamente oposta à que ele pretendia ir. Tendo vindo do nada, o apêndice metálico do tirano biônico tinha lhe atingido com a precisão e exatidão de um campeão de beisebol em parar uma bola morta em seu curso.

Yamcha e Kulilin nem sequer tinham como olhar um para o outro para reagir! Imediatamente, duas explosões de energia concentradas estavam cobrando o agressor de seu grande amigo verde.

Eles só se encontraram com o vazio antes de bater no chão, criando duas novas crateras na proximidade do grande perímetro circular devastado pela agressão coletiva em grande escala.

No instante seguinte, Freeza estava justamente debaixo do lutador careca. Kulilin pensou que ele tinha desmaiado. Cada fibra do seu corpo estava fervendo sob a memória temível de sua explosão, como se estivesse sofrendo a expansão, com os olhos vermelhos de sangue, sob a ação de seu algoz mais uma vez. Ele estava à mercê das profundezas de seus medos mais profundos.

— "Ora, ora... Você está aqui também. Entendo... Então, é verdade. Essas esferas do dragão são capazes de conceder qualquer desejo, depois de tudo."

Os olhos infernais lentamente fecharam-se quando a voz agora abafada de Freeza tocou com profundo ódio:

— "Eu estou realmente contente de encontrá-lo aqui..."

Seus cruéis olhos amendoados de repente arregalaram ao mesmo tempo que ele mudou seu tom para um rancoroso:

— "Agora eu posso fazer você pagar por sua insolência!"

Completamente em pânico, Kulilin jogou as mãos em sua garganta em uma tentativa de libertá-la... Só um leve fio de ar mal passava através de sua traquéia... O sangue furiosamente batendo nas têmporas parecia indicar que o fluxo sanguíneo para o cérebro, também foi impedido. Ele queria gritar seu pânico, a dor que agora rasgava seus pulmões e crânio, seu desejo de viver, um último apelo de socorro... Mas ele não foi capaz de produzir até mesmo o menor som enquanto seus olhos lentamente se encharcavam de sangue e seus lábios perdiam a cor.

Uma ordem soou:

— "Deixe ele, seu pedaço de lixo!"

O punho de Yamcha foi parado em sua execução pelo que parecia ser uma parede invisível.

Freeza nem sequer virou a cabeça. Apenas seus olhos fizeram contato com o agressor. E o que o ex-bandido viu naqueles olhos foi o suficiente para congelá-lo totalmente de medo.

Enquanto isso... Tenshinhan cuidou-se bem para recuperar o fôlego e recuperar tanta energia quanto possível, enquanto observava atentamente o filho de seu ex-rival fazendo o seu melhor para empurrar o gigante blindado revestido de capa.

O oponente apreciou, com todo o seu valor, a enxurrada de técnicas e o poder por trás de cada um de seus golpes. Mas bom como ele era, o jovem prodígio não poderia efetivamente acertar um golpe em seu adversário. Pior de tudo, o Ki de Gohan começou a mostrar sinais preocupantes de enfraquecimento. Como todos os seus amigos, o menino passou a maior parte de sua energia na explosão coletiva, e como todos eles, ele poderia ter que pagar caro devido a tentativa fracassada.

Gohan foi violentamente empurrado para o lado. A criança olhou para cima, estupefato, a quem o tinha posto de lado, sem qualquer dificuldade.

A figura marcial daquela pessoa, que era sem dúvida um dos maiores Guerreiros Namekuseijins de todos os tempos, ficou orgulhosamente em pé diante do monarca de pele violeta. Por um instante, os dois lutadores compartilharam o olhar de cada uma de suas respectivas mortes.

Cold sentiu a raiva culminar dentro dele.

Havia um longo tempo desde que alguém se atrevesseu exibir tal arrogância diante dele. Claro, houve tempos em que algumas vítimas desesperadas tentaram desafiá-lo em uma última tentativa de sobrevivência... Mas além de sua raiva, ele poderia perceber o visceral medo que sua presença real inspirava-os. Este ser inferior, esta lesma lamentável vai pagar caro por sua demonstração de rabugice!

Comentários sobre esta página:

Carregando os comentários...
[pt_BR]
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês Brasileiro
MagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaCroatianEuskeraLietuviškaiKoreanБългарскиעִבְרִית
SvenskaΕλληνικάSuomeksiEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsu