DB Multiverse

Notícias Ler Minicomic Fanarts Autores FAQ Rss Feed Bônus Eventos Promos Parceiros Ajuda Torneio Ajuda Universo
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               

DBM Universos do "Futuro" (12 e 14): Twin Pain

Escrito por Foenidis

Adaptado por Henrique e Felipe

Nesse mundo alternativo de onde Mirai Trunks vem, todos os nossos heróis foram mortos pelos ciborgues... Esta história conta os detalhes desses acontecimentos, sobre uma parte em comum aos universos 12 e 14.

1234567891011121314151617181920212223242526
[Chapter Cover]

Traduzido por Henrique


Léguas de distância da pequena cidade mártirizada, em uma casa cuja estrutura era agora familiar, uma pequena casa situada no fundo da floresta, um jovem estava pensativo. Inclinando-se sobre o cotovelo sobre a mesa onde estava gemendo sob o peso dos livros e cadernos, ele estava distraído chupando o final de sua caneta.

Gohan, olhando para o nada, parecia estar muito longe das equações que se espalhvam nas páginas abertas de seus livros à sua frente.

O jovem deixou soltar um longo suspiro.

"Que chatice!"

Realmente, sua mãe foi empurrando-o longe demais! Ela sempre pareceu ser possessiva, superprotetora, mas desde a morte de seu marido, sua propensão a paranoia tinha ido ao extremo e Gohan sentia que estava vivendo um pesadelo. Ele não era mais apenas uma criança bem cuidada e mimada… ele era uma criança sufocada.

Com esse pensamento, o jovem Saiyajin soltou outro suspiro. Ele não podia deixar de olhar para a luz do sol deste dia de verão bonito brilhando pela janela fechada. Janela que tinha sido selada, para que ele não pudesse fugir através dela - bem, ele não poderia fazer isso discretamente em qualquer caso - porque tanto ele quanto sua mãe sabiam que o frágil obstáculo feito de vidro de modo algum seria capaz de parar o jovem Saiyajin, ele queria ter saído.

Mas o fato era que Chi-Chi já estava inconsolável, por isso não era realmente o momento adequado para machucá-la mais.

Gohan fechou seus olhos, como se fosse analisar melhor sua trilha de pensamentos. Ele realmente, e desesperadamente perdeu os passatempos não planejados que seu pai 'forçava' nele. Quando o papai estava aqui, tudo corria tão diferente… era como ser transcendido por seu constante bom humor, junto com sua alegria de viver tão contagiante que contrastava com a força que sempre emanava de seu corpo forte. E mamãe? Feliz, rindo… cheia de vida e energia.

Ele teria dado tudo para ser capaz de competir com esse pai fantástico em velocidade pelas nuvens, para testar sua força contra o lutador incomparável cujo rosto sempre esbanjava um sorriso, para passear perto do lago com esse amante da natureza, depois de uma memorável competição de pesca, ou para comer deliciosas massas feitas pela mãe com esse comilão, ao mesmo tempo sua mãe estava fazendo o papel de dona de casa indignada.

Realmente não era justo! Não era justo que esse guerreiro perfeito, aquele gigante de coração mole, esse pai amoroso e radiante de alegria poderia ter morrido assim, por causa de uma doença estúpida!

A água quente e salgada encheu os olhos da criança. Ele se recompôs e secou as lágrimas indesejáveis afastando-as com um movimento brusco da parte traseira de sua manga.

Seus olhos ainda cheios de lágrimas reprimidas, viu mais uma vez a paisagem através da barra de madeira de sua janela.

Quem eram os estranhos esquisitos que estavam lá aplicados a destruir todas essas pequenas cidades? Por que eles estavam fazendo isso?

Ninguém sabia por quê. As pequenas informações que os meios de comunicação transmitem apenas disse que havia duas pessoas: um jovem homem e uma jovem mulher.

E foi isso. Quase nada.

Kulilin, Tenshinhan e Yamcha tinham ido atrás deles. Piccolo tinha feito o mesmo… Mas Vegeta?

Ele havia jurado nunca mais lutar novamente após a morte de Goku, mas o rapaz tinha reconhecido o seu ki durante a última batalha a partir do qual as vibrações devido à energia o tinham atingido. Bem, não é absolutamente notório para esse ki ter mudado de repente para chegar a um nível incrível, uma onda enorme de poder um tanto poderosa… e tão familiar.

Era a mesma onda que seu pai emitiu quando ele teve um ataque de raiva no nível Super Saiyajin.

Os olhos da criança se voltaram para a porta que dava para o corredor, o único caminho para a liberdade.

Vegeta Super Saiyajin. Ele tinha que ver isso com seus próprios olhos!

Claro que ele tinha sido capaz de avaliar o incrível domínio do grande lutador que o príncipe possuia, sua personalidade forte, a sua teimosia em superar seu pai, mas Super Saiyajin… ele nunca teria pensado que ele iria atingir tal nível de perfeição!

Perfeição… era a palavra certa para isso? Pois, embora ele estava trancado no universo estreito de seu quarto, ele sabia qual foi o resultado infeliz da luta distante.

Yamcha, Tenshinhan, Kulilin, Piccolo … todos eles tinham sido derrotados, espancado profundamente de cada vez … e agora até mesmo Vegeta tinha sido derrotado! Não importa o nível que suas técnicas haviam alcançado, ou seu número, ninguém tinha sido capaz de competir com o estranho poder dessas duas pessoas desconhecidas.

Quem eram eles? Mesmo quando eles estavam lutando, esses estranhos não emitiam qualquer sinal de energia vital, nenhum ki que podia ser sentido. Seu senso, embora acentuado, podia sentir apenas a energia de seus golpes. O que poderia significar isso?

Ele não podia esperar para o retorno de Kulilin, para que ele pudesse dizer a ele o que aconteceu por lá!

Kulilin. Foi uma coisa boa que ele estava aqui, o fiel amigo, o confidente, a ligação muito fina com o passado de seu pai, o passado que sua mãe nunca falou sobre.

Sua última visita foi há muito tempo atrás e Gohan não duvidava de que ele não ia demorar muito para vir iluminar a pequena casa com o seu espírito tão cheio de vida.

Ele estava indo para descrever essas estranhas pessoas desconhecidas e assim peculiares, para dizer a ele tudo que tinha realmente acontecido durante aquelas luta distante e mais importante, para dizer-lhe tudo sobre o novo Super Saiyajin.

Comentários sobre esta página:

Carregando os comentários...
[pt_BR]
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês Brasileiro
MagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaCroatianEuskeraLietuviškaiKoreanБългарскиעִבְרִית
SvenskaΕλληνικάSuomeksiEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsu