DB Multiverse

Notícias Ler Minicomic Fanarts Autores FAQ Rss Feed Bônus Eventos Promos Parceiros Ajuda Torneio Ajuda Universo
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               

DBM Universos do "Futuro" (12 e 14): Twin Pain

Escrito por Foenidis

Adaptado por Henrique e Felipe

Nesse mundo alternativo de onde Mirai Trunks vem, todos os nossos heróis foram mortos pelos ciborgues... Esta história conta os detalhes desses acontecimentos, sobre uma parte em comum aos universos 12 e 14.

1234567891011121314151617181920212223242526
[Chapter Cover]

Traduzido por Henrique


Na esplanada com grandes lajes suspensas nos céus… os minutos são infinitos… cada segundo é uma eternidade quando todos sabem que seu planeta está sujeito à mais insuportável das barbaridades. Eles só esperavam que, na sua ausência, os assassinos diminuíssem um pouco a frequência de sua obra de destruição e morte… desilusão cruel que, pelo contrário, continuou crescendo.

Yamcha observou as duas figuras imóveis e inabaláveis que estavam de pé na beira do grande terraço. Felizmente, graças ao dragão e as esferas do dragão… todos esses terríveis acontecimentos poderiam ser apagados. Mas foi duro e difícil de ficar aqui sem fazer nada. Ser forçado a esperar enquanto tantas pessoas teriam precisado de sua ajuda.

No entanto, eles tiveram que encarar os fatos: não havia mais nada a ser feito agora. As sete esferas do dragão estavam abrigadas no coração do palácio de Kami-sama, pronto para o momento abençoado, onde tudo será feito. Além disso, teria sido ridículo se eles se atirassem na boca do leão. Os gêmeos não permitiriam que qualquer incerteza persistisse.

Quando eles se reuniram novamente, eles certamente mataram um deles. Um sacrifício inútil. De qualquer forma, eles não têm muito tempo para esperar… um pouco menos de três horas e eles finalmente vão saber.

Eles iriam ver se Vegeta tinha conseguido fazer esse milagre de levar o jovem filho de Goku para o nível máximo. Eles saberiam se era realmente possível para o lutador de pavio curto ir além desse nível, como o velho Namekuseijin tinha implícito.

Mas, francamente, Yamcha duvidava. Não era possível acreditar que era possível ir mais longe. Quanto à possibilidade para um menino da idade de Gohan, um mestiço, atingir tal nível… era completamente loucura! E dizer que Piccolo acreditou!

Yamcha de repente ficou em linha reta… Alguma coisa estava acontecendo! Sua trilha de pensamentos o fez olhar para Piccolo e ele só tinha o visto pronto para jogar-se no ar… Mas ele tinha sido parado em seu impulso pelo braço autoritário de Deus.

Kulilin e o bandido do deserto se encontraram. Em um momento eles se aproximaram dos dois extraterrestres: dois estrangeiros cujas almas estavam ligadas ao planeta Terra.

Mesmo que suas curiosidades estivessem em seus apogeus, os dois homens permaneceram inicialmente em silêncio, respeitando o duelo elétrico e silencioso destes dois Namekuseijins que estavam encarando um ao outro.

Até que o mais jovem dos dois duelistas muito de repente virou-se com um grunhido de raiva para marchar até o palácio e meditar sobre uma irritação absoluta.

O mais velho apertou ainda mais em seu grande cajado conforme ele via o mundo com um ar de profunda tristeza.

Kulilin ousou fazer um movimento em direção a ele.

“Kami-sama?”

O velho soltou um longo suspiro de cansaço. A tristeza em seus olhos deixou os dois lutadores bastante preocupados. Eles ficaram um pouco surpreso quando ele decidiu falar com eles, em voz baixa.

"Nós não entendemos por que eles de repente mudaram sua direção…"

Ele fez uma pausa, e que preocupava Kulilin ainda mais. O que poderia ser mais terrível do que essas duas armas de destruição maciças? O que poderia ser mais terrível do que o número de vítimas que agora somavam dezenas de milhares? A voz do homem pequeno deu o temor que foi responsável pela presença de um nódulo em sua garganta.

"Mas você já sabe, né?"

Deus virou parcialmente. Seus olhos rapidamente varreram o palácio que estava de pé atrás deles antes de olhar para trás em direção ao enorme vazio na frente dele. Ele eventualmente continuou com pesar.

"Eles logo estarão na casa da mãe de Son Gohan."

Kulilin disse aterrorizado.

"Chi-Chi? Mas como…?"

Yamcha cerrou os punhos e respondeu à pergunta de seu amigo que ele tinha pensado sem ser capaz de pronunciar.

"Aqueles desgraçados… Eles realmente sabem tudo sobre a vida de Goku!"

Ele ficou em silêncio, duvidoso, então pensou em voz alta, provavelmente na esperança de que Kulilin e Kami-sama seriam capazes de responder às suas perguntas.

"Mas eles sabem que ele está morto… ir lá não tem nenhum interesse para eles."

Foi o que o Namekuseijin/deus iluminou seus dois amigos com a sua mente sensata.

"Você não vai mais com eles…"

O final foi bastante óbvio… O pavor de Kulilin deu lugar a uma raiva maçante.

"Malditos!"

Ele havia se virado para ir até a borda extrema da laje quadrada que estava pendendo sobre o mundo abaixo.

"Eles querem a mim… Então eles vão me pegar!"

O velho Namekuseijin estava cansado. Ele olhou para os dois guerreiros que estavam queimando com o fogo da ira em relação àqueles que estavam ameaçando o que era de mais valioso: a vida de seus entes queridos.

Ele sabia que ia ser difícil para ele encontrar a palavra para fazê-los aceitar o inaceitável. Ele sabia que eles estavam prontos para fazer qualquer coisa para proteger a viúva de seu amigo… A mãe da criança que ambos tratavam como um irmão mais novo, um filho. Sim, eles precisariam de muito mais para dissuadi-los de fazer uma completa estupidez. Eles precisariam de muito mais do que o olhar que tinha sido suficiente com Piccolo.

Comentários sobre esta página:

Carregando os comentários...
[pt_BR]
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês Brasileiro
MagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaCroatianEuskeraLietuviškaiKoreanБългарскиעִבְרִית
SvenskaΕλληνικάSuomeksiEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsu