DB Multiverse

DBM Universo 19

Escrito por Foenidis

Adaptado por Pedro Muricy e João Vitor

Esses guerreiros em armaduras, participando lado a lado com Goku e seus amigos, de onde eles vieram? Qual é sua história?
Descubra como tecnologia e bravura pode ser o coquetel do sucesso do universo atípico dos heliotes, cujo destino caiu mais de uma vez em tragédia.

12345678910111213
[Chapter Cover]

Traduzido por João Vitor

Wigner lutava com todas as suas forças para forçar o alienígena de macacão azul a ceder terreno em direção a seu companheiro de bigode. Manter um oponente tão forte sob controle, mesmo com uma arma tão formidável quanto a Espada de Deus, exigia o uso de todos os recursos. Incapaz de ficar de olho no bárbaro aleijado logo atrás dele enquanto lidava com o líder. Uma rápida olhada em seu visor confirmou que ele ainda estava lá, aparentemente inativo. De acordo com suas previsões, se ele pudesse manter os três onde estavam, tudo ficaria bem.

Abaixo deles, Fuller não estava mais se movendo. Todos os seus indicadores estavam em estado vermelho, ninguém podia fazer nada por ele agora. Com ele, a aniquilação dos três invasores teria custado a vida de três Ultras. Um preço alto a se pagar por esses três estranhos que vieram sabe-se lá de onde, sem o menor equipamento. Radom não receberia suas informações, Wigner aos poucos entendeu as possíveis consequências dessa perda.

O zumbido emitido pelos lasers da lâmina faziam o ar vibrar incessantemente. Vegeta estava ciente de que ele era rápido o suficiente para evitá-los sem esforço, mas ele precisava se concentrar, então não podia continuar pensando… o aviso de seu scouter chamou sua atenção. Matar o heloite ou focar no que alarmava o scouter era o dilema. Ficou claro que depois que seus dois amigos morreram, ele não queria mais cooperar. As chances de negociar com o planeta explorando-o caíram muito. Tentar argumentar com ele teria perdido um tempo precioso, mas matá-lo significaria procurar um novo intermediário entre o resto das tropas de elite. Apesar da inferioridade desses ultras, como grupo eles teriam sido problemáticos, e Raditz já havia sofrido um grande ferimento. Lutar parecia para ele a melhor escolha, matar Kiwi antes para evitar que o tirano do outro lado da galáxia soubesse. Ele não tinha tanta certeza agora, mas não havia como voltar atrás. Ele tinha que pensar no que fazer agora, pensar e decidir rapidamente!

Uma tela holográfica apareceu de repente na frente de Radom e dos outros grandes sábios. Tão surpreso quanto seus colegas, ele teve o cuidado de manter a compostura. A informação foi contida e compartilhada com os outros membros da assembleia.

Apesar dos esforços para evitar isso, o comandante Mox suava profusamente. Comunicar a ansiedade que o dominava para o resto do seu esquadrão em um momento como aquele seria um grande erro, já era sabido! Essa era uma das primeiras regras ensinadas aos futuros comandantes. A atmosfera na grande nave estava repleta de medo e raiva… dois elementos que não combinavam bem com concentração e eficiência. gesto seu, o menor movimento, tremia. Parecia que quanto mais ele tentava parecer orgulhoso como sempre, mais seu estresse se tornava visível. Ele se sentia desconfortável… mas ele se sentiria pior, dada a responsabilidade de autorizar o disparo de um tiro de classe V em seu próprio planeta. Violar o código não era um problema para sua consciência, ele não se importava com isso, e eticamente falando, bombardear sua própria terra não seria exatamente um ato de agressão. Esse não era o problema. Além de expor a preciosa nave e as centenas de almas em seu interior, o risco de danificar a crosta terrestre era angustiante, sem falar obviamente do sacrifício dos guerreiros ultra, por ele considerado uma verdadeira traição, uma cusparada na cara de um mito. Tudo o que ele queria fazer era gritar, bater em alguma coisa e fugir, aliviando a tensão, mas ele tinha que permanecer um exemplo. Ele se conteve, tentando se tranquilizar, verificando seus cálculos novamente. A mais poderosa das armas, o Ultra-Waver, foi projetada para perfurar a armadura mais indestrutível e eliminar construções monumentais, não para atingir alvos precisos como um franco-atirador. O Conselho ordenou o ataque em um grande perímetro, no entanto, cobrir tal raio não permitia restringir-se no poder. A única maneira de limitar os danos na superfície era desferir o golpe no menor intervalo de tempo possível. Mox respirou fundo tentando parecer tranquilo. Se ao menos a tela tivesse se iluminado mostrando uma reflexão tardia! Infelizmente, não era hora de hesitar. Ele mentalmente comandava suas ordens para todos os cargos conforme os nomeava.

A titânica espaçonave de guerra estava se preparando para o combate, entrando na camada mais externa da atmosfera heloite.

Wigner estava no limite de suas forças. Ele havia entendido pelo seus rostos voltados para o céu que os invasores haviam notado o movimento do Tethor. O elemento surpresa havia sido comprometido. Ele precisava de apoio imediato para manter os três em suas posições. Sua tela confirmou que os drones de combate cartesis estavam em operação. Os pilotos odiavam essas máquinas, o controle remoto tornava-os mais operadores do que guerreiros. No entanto, eles eram ideais para missões kamikaze, perfeitos para distrair aqueles monstros antes que eles tivessem a oportunidade de matar novamente. O líder ultra queria apenas uma coisa: que tudo acabasse, e rápido!

Os sentidos aguçados de Vegeta localizaram a multidão de membros da tripulação que estavam na nave acima de suas cabeças. Embora ele ainda não fosse capaz de aperfeiçoar sua nova habilidade de avaliar com precisão as forças de combate, ele podia sentir que os bloqueadores tornavam invisível para seu scouter. Além disso, a julgar pelo grande número de assinaturas de energia, a nave deveria ser titânica em tamanho. Em todos os seus anos como mercenário de Freeza ele nunca tinha visto nada parecido, e isso deveria significar algo. Esta parte da galáxia parecia obedecer às suas próprias leis e ele começou a ver porque o seu mundo e o deles não tinham estabelecido contato um com o outro até recentemente. Mas tudo isso mudaria. Os demônios do frio eram governantes de vastos impérios e agora havia chegado a vez de de Freeza atacar seus poderosos vizinhos e, ao fazer isso, levar sua incrível tecnologia para si. Vegeta, por sua vez, estava interessado apenas em uma coisa, uma coisa que permitiria que ele se vingasse. Mas para isso ele tinha que permanecer vivo primeiro!

Uma construção do calibre desta imensa espaçonave não era o verdadeiro problema. O problema era ser morto estupidamente pelos destroços que então cairiam sobre você!

O scouter do saiyajin começou a emitir sons de repente, um enxame estava indo em direção a eles. Os heloites estavam determinados a terminarem tudo agora, contavam com uma nova tática.

Wigner ficou surpreso e chocado ao ver seu alvo desaparecer diante de seus olhos. O gigante careca disse algo antes de decolar em uma velocidade surpreendente. Atrás do líder ultra, o invasor ferido também decolou.

Apesar da morte do jovem guerreiro, Raditz ainda estava furioso com ele por causa de seu ferimento. À sua frente, Nappa levantava voo, os outros dois voando tão rápido quanto o gigante poderia. Após a punição anterior, Vegeta foi claro: se ele não fosse capaz de segui-los, ele teria que ficar para trás e causar o máximo de dano possível. Como se um pequeno ferimento como aquele pudesse machucá-lo tanto! O orgulho do saiyajin facilmente compensou a perda de energia causada pela laceração e raiva de seu monarca. Embora ele não entendesse por que o Príncipe havia mudado sua estratégia, ele tinha fé em suas decisões. Ele era o mais rápido dos três, mas Vegeta não se colocou à frente do grupo apenas para mantê-los juntos. Ainda não havia acabado, e eles não estavam fugindo, era uma retirada estratégica.

Embora ciente de que não poderia alcançá-los, Wigner saiu em busca do trio. O plano de cercá-los com drones estava falhando miseravelmente, havia poucos que haviam partido a tempo de alcançar aqueles selvagens. Mas o que eles estavam buscando? Eles acreditaram que o Tethor não seria capaz de segui-los? Esses foram alguns dos pensamentos de Wigner quando ele finalmente percebeu a direção para a qual os invasores haviam partido.

Bastardos!

Esse líder era tudo menos estúpido! De acordo com seus sensores, eles quase alcançaram a sombra do anel!

Talvez o estranho não soubesse que a nave era perfeitamente capaz de atirar obliquamente, ou talvez estivesse apenas apostando no fato de que eles tinham medo de acertar o solo… Qualquer que fosse sua estratégia, essa nova reviravolta teria complicado a já delicada situação dos comandantes do Tethor. Calcular a manobra perigosa, além disso, alterando o ângulo de inclinação significava danificar uma grande superfície no solo, principalmente se o trio tivesse ganho altitude. A zona de impacto provavelmente incluiria áreas residenciais!

Seu campo de força teria sido inútil contra aquelas feras furiosas, mas protegido pelo Tethor, o anel não corria perigo. Wigner não conseguiu evitar um certo desespero com a batalha iminente. Droga, era tão frustrante ser tão forte e se sentir tão fraco ao mesmo tempo.

Wigner foi o único atingido por um raio. O comandante Mox, por outro lado, estava bastante aborrecido porque os parâmetros de seus cálculos mudavam a cada segundo; eles estavam prontos para permitir que a morte ígnea caísse sobre os invasores. Proteger o anel era sua prioridade, então ele decidiu mergulhar mais fundo na atmosfera e colocar a nave sob o sol artificial do planeta. Mesmo que seus escudos não pudessem parar a energia desses loucos, a armadura e a massa do objeto voador também poderiam sofrer alguns golpes… e na pior das hipóteses, eles estavam perto o suficiente da superfície para um pouso de emergência. Claro, as plantações de Tregor não sobreviveriam a isso, e algumas cidades próximas também poderiam sofrer danos, mas era sua responsabilidade escolher a opção menos catastrófica.

Uma ordem concisa separou os saiyajins quando uma frota de máquinas aladas de metal com canhões de laser desceu sobre eles.

As primeiras duas unidades finalmente alcançaram seu destino e os três saiyajins sabiam que mais viriam em breve. Esses caçadores não eram rápidos o suficiente e seguiam trajetórias padrão, então eram mais perigosos do que antes. Era fácil destruir um grupo deles, mas seriam atingidos imediatamente pelos outros.

Nappa optou pelo ataque direto, jogando-se no drone mais próximo. Quando seu punho quebrou a esfera de vidro, sua raiva explodiu:

— Vazio! Esses objetos de merda estão vazios!

Coberto de raiva, o gigante agarrou a máquina e a usou como um taco enorme de beisebol. Se não havia ninguém para matar, ele estava se dando o prazer da destruição em massa.

Raditz preferia seguir seu príncipe e apoiá-lo tanto quanto possível enquanto ele podia acompanhá-lo. Ele sabia que precisava ganhar pontos novamente. Diante suas explosões, essas coisas caíram como moscas e logo o céu se encheu de pequenas nuvens escuras de fumaça, de quase branco a escuro como breu. O solo abaixo deles se encheu com os destroços que caíram, cujo impacto sacudiu todo o continente.

Wigner finalmente alcançou a nova zona de combate. Como ele esperava, os bárbaros ainda pareciam totalmente intactos, os caçadores cartesis haviam feito seu trabalho, nada mais. Mas sua perda não foi em vão, porque mesmo que agora fosse inútil manter os estranhos em um lugar, já que eles estavam diretamente sob o ringue, eles pelo menos puderam ocupá-los por algum tempo, o que só poderia ser uma vantagem .

Vegeta ficou visivelmente satisfeito por evitar sem esforço as explosões de laser. Ele deixou seus dois subordinados limparem o céu dos outros objetos voadores. Uma sensação familiar chamou sua atenção simultaneamente com a ativação de seu scouter, que sinalizou uma força vital se aproximando. Ele tinha quase certeza de que Raditz não estava prestando atenção ao sinal do detector. Mas ele escolheu ficar com os braços cruzados, observando. Se aquele idiota fosse prejudicado ainda mais, seria muito ruim para ele. Se ele queria continuar a ser seu soldado, ele tinha que se provar digno.

Os Ultras sobreviventes se lançaram sobre o bárbaro cabeludo partindo para o ataque. Enquanto ainda estava em voo, ele ativou um feixe grande e quase invisível. Uma aceleração repentina salvou Raditz da emboscada mortal. Ver o saiyajin reagir tão rápido e atentamente deixou Vegeta muito satisfeito. Apesar da deficiência, eles ainda eram os melhores guerreiros! O ultra foi capaz de se esquivar dos próximos dois contra-ataques, mas o próximo resistiria! Vegeta rosnou. Um dos últimos drones de combate havia se lançado na trajetória. Ser resgatado por uma máquina, que pena! Enquanto os destroços do caçador bloqueavam a visão de Raditz, Nappa veio ao resgate e bloqueou o caminho do heloite. Enquanto ele curtia o espetáculo, Vegeta ergueu um braço sem desviar o olhar e desintegrou um drone que o escolheu como alvo. Os dois últimos drones agora circulavam ao redor deles; sem dúvida eles estavam esperando o momento em que pudessem ser úteis para o último guerreiro heloite operacional em batalha.

Vegeta viu, confuso, como Nappa parou abruptamente. A voz do gigante eletrizou seus sentidos. Sem pensar, Vegeta se jogou de lado quando seu scouter soou o alarme, um pouco tarde demais! Sem o aviso de Nappa, ele estaria perdido! O saiyajin olhou para cima e viu o impensável: mais dois ultras desceram da sombra da nave de guerra que cobria todo o horizonte. De onde eles vieram?! Aquela onda de fogo que quase o atingiu, devem ter sido eles! Nem Vegeta nem seu scouter conseguiram localizar essas duas energias especiais no meio da tripulação da enorme nave.

Os implantes de Wigner transmitiam as vozes familiares de duas pessoas que ele não esperava mais ouvir. E, claro, apesar dessa situação apocalíptica, uma das duas vozes estava muito animada.

— Então, chefe. Você saiu de férias sem seus amigos?

Carregando os comentários...
Idioma Notícias Ler DBM Autores Rss Feed Fanarts FAQ Ajuda Torneio Ajuda Universo Bônus Eventos Promos Parceiros
EnglishFrançais日本語中文EspañolItalianoPortuguêsDeutschPolskiNederlandsTurcPortuguês BrasileiroMagyarGalegoCatalàNorskРусскийRomâniaEuskeraLietuviškaiCroatianKoreanSuomeksiעִבְרִיתБългарскиSvenskaΕλληνικάEspañol Latinoاللغة العربيةFilipinoLatineDanskCorsuBrezhonegVènetoLombard X